Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




TERMINAL MULTIUSOS DO BEATO (TMB) REFORÇA CAPACIDADE OPERACIONAL

No dia 3 de Junho, foi descarregada no TMB uma nova grua que vem capacitar o terminal com um equipamento mais eficiente para as movimentações de granéis sólidos e carga geral. Esta grua, adquirida em regime de aluguer, uma Liebherr LHM 280, tem uma capacidade de 84 toneladas por movimento, um alcance máximo de 40 metros e uma produtividade máxima de 1.000 t./ hora (granéis) ou de 35 ciclos/ hora (carga geral). O processo de renovação do equipamento do TMB irá prosseguir nas próximas semanas, com a aquisição de duas novas pás carregadoras.

O Terminal espera que este novo equipamento permita uma melhoria na produtividade das operações portuárias e consequentemente um aumento na capacidade de movimentação de mercadorias naquela instalação portuária, localizada na Plataforma Oriental do Porto de Lisboa.
 

MADEIRA

Menos passageiros nos portos da RAM mas movimento de mercadorias aumentou

No primeiro trimestre deste ano, contabilizaram-se 68 navios de cruzeiro entrados nos portos da Região Autónoma da Madeira (RAM), menos 24 do que em igual período do ano transacto, observando-se nos passageiros em trânsito neste tipo de navios uma diminuição de 31,3%, de acordo com os dados apurados pela Direcção Regional de Estatística da Madeira (DREM).

A variação do movimento de mercadorias nos portos da RAM no trimestre em referência foi globalmente positiva em comparação com o mesmo período do ano passado (+1,3%), tendo-se movimentado no referido trimestre 281 851 toneladas. Para aquela variação contribuiu o aumento observado no descarregamento (+1,7%) de mercadorias, que mais que compensou o decréscimo no carregamento (-1,1%).
 

VEJA O VÍDEO

«JE editors Talks: Transportes e Logística» contou com a participação do Porto de Sines

Numa altura em que o país se prepara para enfrentar “o novo normal”, o Jornal Económico quis saber como reagiu o setor dos transportes e da logística aos desafios impostos pela pandemia, tentando perceber o que mudou com a Covid-19 e de que forma as empresas do sector têm procurado contornar a situação excepcional que o país e o mundo enfrentam.

O debate contou com a participação de José Luís Cacho, Presidente do Conselho de Administração da APS.

ANTÓNIO COSTA E SILVA:

Recuperação económica: portos serão importantes «para nos inserirmos nas redes globais»

«Vamos desenvolver o cluster do Mar. Penso que o país pode olhar para o futuro. O cluster do Mar significa olhar para os quatro milhões de quilómetros quadrados que vão ficar sob jurisdição do Estado português com a extensão da plataforma continental».

ESTA QUINTA-FEIRA, 4 DE JUNHO

JE editors Talks: Transportes e Logística

Numa altura em que o país se prepara para enfrentar “o novo normal”, convém saber como reagiu o setor dos transportes e da logística aos desafios impostos pela pandemia. Vamos tentar perceber o que mudou com a Covid-19 e de que forma as empresas do setor têm procurado contornar a situação excepcional que o país e o mundo enfrentam.

Esta JE editors Talk serve de complemento ao caderno especial sobre o mesmo tema que acompanha o Jornal Económico desta sexta-feira e contará com a participação do Porto de Sines e da PontualHD.

A PARTIR DE SINES

Secretário de Estado Adjunto e da Defesa participa em reunião de preparação da Época Balnear

O Secretário de Estado Adjunto e da Defesa, Jorge Seguro Sanches, vai estar, esta quinta-feira, em Sines, para uma reunião de preparação da Época Balnear 2020.

AÇORES

Graciosa já foi abastecida com cerca de 1.500 m3 de areia

A Direção Regional dos Assuntos do Mar emitiu uma nota, informando que neste momento estão três dragas em atividade no arquipélago, das quais duas se encontram no Grupo Central a abastecer de areia as ilhas onde já se registou escassez desta matéria-prima para a construção civil.

ALBERTO SOUTO DE MIRANDA:

Há várias indústrias interessadas em Sines

Uma coisa é certa: «Esta crise ensinou que a Europa vai ter de assegurar uma produção estratégica. Estamos a conversar com a China e com os EUA. Estamos a promover o porto de Sines em todo o mundo. Sines tem o gás, o terminal químico, área logística e uma central de dados com enorme potencial. Há várias indústrias interessadas em Sines», afiança o governante, lembrando, no entanto, que existem boas relações entre o Governo português e a China. Contudo, tal facto não significa que não haja uma opção pela diversificação do risco, assinalou.

Porto de Sines associa-se aos principais portos do mundo na resiliência face à Covid-19

O Porto de Sines subscreveu a declaração da PAR – Port Authorities Roundtable sobre a necessidade e empenho das autoridades portuárias em manter a continuidade e o funcionamento dos portos em contexto de pandemia. Este processo foi iniciado pela Maritime and Port Authority of Singapore ao qual se associaram mais de 50 autoridades portuárias em todo o mundo, em especial aquelas com maior relevo no comércio marítimo mundial como por exemplo Roterdão, Hamburgo, Barcelona, Abu Dhabi, Singapura, Los Angeles, Ningbo ou Xangai.

Alberto Souto de Miranda prefere solução de raiz para ligação ferroviária Aveiro-Salamanca

O Secretário de Estado Adjunto e das Comunicações marcou presença na vídeo-conferência organizada pelo Rotary Club de Aveiro, tendo abordado o presente e o futuro do Porto de Aveiro.

Alberto Souto de Miranda abordou a capacidade de expansão do porto aveirense mas falou também sobre a conexão ferroviária entre o porto e Salamanca. Instado a analisar o tema, o governante admitiu, segundo noticia a rádio Terranova, que gostaria de ver uma solução de raiz.

Investimento de 46 milhões de euros prepara Porto de Ponta Delgada para o futuro, salienta o Presidente do Governo

O presidente do Governo visitou as obras de requalificação e reabilitação do Porto de Ponta Delgada, um investimento de cerca de 46 milhões de euros que vai permitir aumentar em 68% a capacidade do parque de contentores e a operação de três navios em simultâneo na área intervencionada.

“Este é um investimento de cerca de 46 milhões de euros, com uma comparticipação de fundos comunitários de cerca de 32 milhões de euros. No fundo, estamos a falar de futuro, de dotar este porto com a capacidade e com as condições de operacionalidade para o futuro”, afirmou Vasco Cordeiro.

Alberto Souto diz que terceiro cais de mil metros vai diferenciar o Porto de Aveiro

O Secretário de Estado Adjunto e das Comunicações entende que o Porto de Aveiro tem potencial para crescer nos próximos anos e condições únicas para se afirmar no contexto nacional. E é pela área disponível para ampliação que sustenta essa afirmação.

Alberto Souto, convidado de uma conferência do Rotary Club de Aveiro, explicou que a estratégia do Governo passa por modernizar os portos, seguindo o caminho da digitalização e descarbonização.

Hapag-Lloyd retoma escalas regulares do serviço «Dakar Express» no Porto de Lisboa

A transportadora marítima de contentores Hapag-Lloyd anunciou que retomará, a partir da semana 22 deste presente ano, as ligações marítimas regulares do seu serviço ‘Dakar Express (DEX)’ no Porto de Lisboa, na direcção Sul.

Através de uma missiva destinada aos seus clientes, a operadora marítima alemã adianta que «retomará as ligações regulares em Lisboa» em direcção ao Sul.

Movimento no porto do Caniçal cresceu 5% no primeiro trimestre

O Porto do Caniçal cresceu 5 por cento no primeiro trimestre deste ano de 2020, relativamente a igual período do ano passado.

Estes números foram avançados durante a visita da Presidente do Conselho de Administração de portos (APRAM) a este porto.
Nas plataformas digitais da APRAM foi publicada uma nota dando conta que Paula Cabaço agradeceu também aos trabalhadores da APRAM no Porto do Caniçal e no Porto de Porto Santo que estiveram sempre a trabalhar, apesar da maioria da população estar em confinamento, devido ao coronavírus.

Yilport Leixões reforça quota nacional com disparo homólogo de +23,7% (TEU) em Março

Os dados mais recentes anunciados pela Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) sobre os primeiros três meses de 2020 – em termos de movimentação de mercadorias nos portos do Continente – indicam que o Porto de Leixões e a concessionária Yilport Leixões, que opera o Terminal de Contentores de Leixões, continuam a reforçar a sua quota no mercado nacional de contentores.

PORTOS DA MADEIRA

Mais mercadorias no 1.º trimestre deste ano

Os portos da Madeira movimentaram 292 853 toneladas de mercadorias no primeiro trimestre de ano, o que se traduz num aumento percentual superior a 5%, em comparação com o mesmo período de 2019, revelou a Presidente do Conselho de Administração da APRAM, em visita ao Porto do Caniçal, a principal “porta” de abastecimento da Madeira.

LEME NUM ABRAÇO SOLIDÁRIO ENTRE PORTUGAL E O BRASIL

Webinar discute a economia do mar em Santa Catarina

O evento será nesta quarta-feira (27), às 19h de Santa Catarina (23h em Portugal Continental), e faria parte do Simpósio Internacional Economia Azul, transferido para 14 de abril de 2021 em virtude da pandemia de Covid-19. Realizado pela Confraria Náutica Europeia e Associação Náutica Brasileira (Acatmar), o webinar terá o tema ‘Oportunidades de negócios no mar Catarinense’ e contará com o português Miguel Marques, consultor da Pricewaterhouse Coopers (PwC) e especialista em economia do mar.

Pinto Basto concretizou operação complexa de transporte do submarino «My Schokland»

A Pinto Basto organizou e concretizou uma complexa operação de transporte de um submarino, o ‘My Schokland’, que chegou ao município galego de Marín, proveniente do arquipélago de Lanzarote, após a conclusão, com sucesso, da operação logística.
No total, a operação de transporte do submarino demorou oito dias a ser finalizada, tendo sido necessário ultrapassar «diversos obstáculos logísticos e burocráticos», adianta a Pinto Basto.

Ministro das Infra-estruturas: «Cidade que tenha um porto é uma cidade privilegiada»

O governante defende que a sua leitura é a de que «uma cidade que tenha um porto é uma cidade privilegiada», e no caso de Lisboa essa relação «é milenar». O líder da pasta das Infra-estruturas afirmou que «é possível conciliar a actividade portuária e a vida da cidade com um porto», recordando o que acontece na cidade de Roterdão (que possui actualmente o porto com maior índice de movimentação de carga contentorizada de toda a Europa), onde estudou: «é um dos principais focos de turismo da própria cidade», garante o governante.

Sines tem quota de 49,7% da movimentação nacional; nos contentores, maioria absoluta é de 56,4%

De acordo com os dados compilados pela AMT, o Porto de Sines continua a liderar a estrutura de quotas com 49,7% do total de cargas movimentadas (-1,8 pontos percentuais face ao período homólogo de 2019), seguindo-se os portos de Leixões com 24,2%, de Lisboa com 9,7%, de Setúbal com 7,3%, de Aveiro com 6,3%, da Figueira da Foz com 2,3%, de Viana do Castelo com 0,4% e de Faro e Portimão, ambos, com 0,1%.

Ainda no segmento dos contentores, o Porto de Sines mantém a sua também crónica liderança, com uma quota maioritária absoluta de 56,4%, seguindo-se os portos de Leixões, com 27,3%, de Lisboa, com 10,5%, de Setúbal, com 5,1%, e da Figueira da Foz, com 0,7%.

Total: 4482