Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




«THE NEW YORK TIMES» DESTACA EXPERIÊNCIA IMERSIVA DO MUSEU-VIVO DA CONSERVEIRA PINHAIS

The New York Times” refere, em artigo publicado recentemente, a experiência de visita à fábrica da centenária Pinhais e ao “Conservas Pinhais Factory Tour", primeiro Museu-Vivo da indústria conserveira em Portugal. O artigo assinala que na visita, orientada por uma mediadora cultural, os visitantes são transportados numa viagem ao passado, às raízes da conserveira e das suas marcas Pinhais e NURI, esta última mais internacional. Além de acompanhar o processo de produção artesanal da Pinhais, a visita possibilita participar em provas de degustação e empapelar a própria lata.

Passageiros desembarcados nos portos dos Açores em Junho superam valores de 2019

O número de passageiros desembarcados nos portos dos Açores em Junho superou o de 2019, apesar de estar suspensa a ligação sazonal, que ligava todas as ilhas, segundo números revelados pelo Serviço Regional de Estatística (SREA).

Em Junho, desembarcaram nos Açores 54.824 passageiros provenientes de transportes marítimos, mais 4% do que em igual período de 2019 (52.733), de acordo com os dados disponibilizados na página da Internet do SREA, consultados pela Lusa.

Dragagens do Portinho de Vila Praia de Âncora já começaram

A Direcção Geral dos Recursos Marítimos (DGRM) deu início, no dia 27, às operações de dragagem do Portinho de Vila Praia de Âncora. Os trabalhos surgem dias depois de uma reunião entre a DGRM, a Câmara Municipal de Caminha e a Associação de Pescadores Profissionais e Desportivos de Vila Praia de Âncora, que serviu para debater o resultado dos estudos preliminares que proporão a reconfiguração do Portinho de Vila Praia de Âncora.
A obra, que há muito é desejada pela comunidade piscatória de Vila Praia de Âncora, é considerada essencial para a segurança de pessoas e embarcações.

Novas gruas da Yilport fizeram crescer 13% os contentores na Liscont

O grupo turco Yilport, que gere terminais portuários em vários países, incluindo Portugal, revelou, na apresentação de resultados do primeiro semestre, que os novos equipamentos que foram instaladas este ano no terminal de contentores de Alcântara (Liscont) – incluindo as quatro novas gruas de cais – permitiram um crescimento de 13% no volume de contentores e de 32% na carga geral.

No comunicado, a Yilport Holding diz ainda que os seus terminais na Península Ibérica – Porto, Lisboa, Huelva e Ferrol, "começaram a crescer mais rapidamente após os projetos de expansão e investimentos".

DGRM autoriza primeiro navio de Bandeira Portuguesa para os rios Reno e Danúbio

O primeiro navio de Bandeira Portuguesa que foi autorizado e certificado pela Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) para navegar no rio Reno e no rio Danúbio, com ligação através do Canal do Meno, chama-se “Emerald Luna”.

É um navio com capacidade de transporte até 180 passageiros e 47 tripulantes, tem 135 metros de cumprimento e 11 metros de boca. Foi construído em 2021 nos estaleiros de Scheepswerf Den Breejen Shipyard e tem a bordo 92 cabines para os passageiros.

Governo atribui à APDL gestão do terminal ferroviário de Leixões

O Governo aprovou na quinta-feira a atribuição à Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) a gestão do terminal ferroviário de mercadorias do Porto de Leixões, segundo comunicado do Conselho de Ministros.

"Foi aprovado o decreto-lei que atribui à APDL -- Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, as competências de gestora de infraestruturas no terminal ferroviário de mercadorias de Leixões", pode ler-se no comunicado.

De acordo com o Governo, "o presente diploma reflete mais um passo na integração entre a modalidade ferroviária e marítima no transporte de mercadorias, através da gestão de infraestruturas concentrada na autoridade portuária".

Porto de Lisboa movimenta quantidade record de milho

O Porto de Lisboa atingiu um novo record de movimentação de milho no Terminal de Granéis Alimentares da Trafaria concessionado à SILOPOR.

Proveniente de Las Palmas, o navio CSSC AMSTERDAM, com um comprimento de 255m, 43m de largura, e um GT de 66.786 t, descarregou 83.947 toneladas de milho para a indústria nacional, oriundas do porto brasileiro de Santarém. Trata-se de uma operação da máxima relevância para as cadeias nacionais de abastecimento e distribuição de produtos agroalimentares.

LUÍS MARQUES

Ex-administrador do Porto de Aveiro assume a direção do MBA Executivo da Católica Porto Business School

Ex-administrador do Porto de Aveiro, Luís Marques assume a direção do MBA Executivo da Católica Porto Business School, sucedendo a Ana Côrte-Real. Doutorado em Gestão, pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto, Luís Marques é Professor Auxiliar Convidado da Católica Porto Business School, desde 2011, e Administrador na Rangel Logistics Solutions, desde 2014.

Recorde-se que Luís Marques desempenhou funções como Administrador da APA - Administração do Porto de Aveiro (2005 a 2014) onde também exerceu o cargo de Director Administrativo e Financeiro (2000 a 2005).

Cem anos depois de Raúl Brandão, a ria continua a gerar e a produzir

“A alma desta terra é na realidade a sua água”, escreveu Raúl Brandão, consciente da importância que a laguna tem para a sobrevivência das suas gentes e das calamidades que a região enfrentou até à fixação da Barra de Aveiro. “A barra entulha-se, a terra decai”, advertia, sem rodeios, no escrito alusivo à sua viagem pelo território aveirense e que integra essa que terá sido uma das suas maiores obras, “Os Pescadores”. Cem anos depois, a realidade mantém-se inalterada. A barra e o Porto de Aveiro são cruciais para a economia e para o desenvolvimento das comunidades locais.

“A abertura da Barra foi importante não só do ponto de vista económico, criando a possibilidade de aqui se localizar o porto, mas também para todas as outras atividades que ocorrem neste meio aquático”, repara Fátima Alves, Presidente do Porto de Aveiro, vincando que “a entrada de água fresca é muito importante para a fauna e flora que existe neste ecossistema”.

Miguel Albuquerque quer atrair empresas do shipping e criar hub do sector na Madeira

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, anunciou que a Madeira vai reforçar a sua aposta no shipping, apontando para os excelentes resultados do Registo Internacional de Navios da Madeira. E exortou Portugal a acompanhar a Região nessa mesma aposta. O objectivo passa por atrair para a Região mais registos de navios, mas também a sediação das maiores empresas do sector.

CIÊNCIA VIVA | A 2 DE AGOSTO

À descoberta da Ria Formosa em caiaque

Nesta acção oferece-se aos participantes uma oportunidade de testemunhar e compreender as riquezas e especificidades da Ria Formosa, com a ajuda de um investigador da UAlg e através de um percurso em caiaque.
Caso os participantes tenham menos experiência, deverão inscrever-se numa aula no local, em data anterior à acção, de forma a adquirirem as competências necessárias à navegação em caiaque, fundamentais para a actividade.

Rafael da Silva é o novo capitão do Porto de Ponta Delgada

Paulo Rafael da Silva tomou posse como capitão do Porto de Ponta Delgada (em São Miguel) e de Vila do Porto (ilha de Santa Maria), assumindo também o cargo de comandante local da Polícia Marítima.

O novo capitão do porto, que substitui no cargo Fernando Abrantes Horta, tomou posse numa cerimónia realizada nas instalações do Depósito POL NATO, em Ponta Delgada, presidida pelo chefe do Departamento Marítimo e comandante da Polícia Marítima dos Açores, Paulo Conceição Lopes.

HORTA, AÇORES

Inaugurado o novo edifício de apoio às actividades marítimo-turísticas

Foi inaugurado o novo edifício de apoio às actividades marítimo-turísticas da Horta, cuja gestão geral cabe à Portos dos Açores. Esta construção veio colmatar a necessidade de realojar as empresas marítimo-turísticas que têm actividade no porto da Horta e exerciam a sua actividade em espaços provisórios.

COM VÍDEO

Porto das Lajes das Flores poderá receber três navios em simultâneo

O porto comercial das Lajes das Flores vai ser mais seguro, protegido e com maior capacidade. A garantia é do responsável pela Portos dos Açores.
O porto vai permitir operar 3 navios em simultâneo e acomodar a actividade das pescas e recreio náutico.

JÁ A PARTIR DE AGOSTO

Três companhias vão prescindir do teste negativo à Covid-19

A Norwegian Cruise Line anunciou que deixará de exigir aos passageiros a apresentação de testes negativos à COVID-19 pré-cruzeiro, a não ser que seja exigido pelos regulamentos locais, de acordo com um comunicado de imprensa.

Esta política entrará em vigor na Norwegian Cruise Line, Oceania Cruises e Regent Seven Seas Cruises a partir de 1 de Agosto de 2022.

Porto de Aveiro investe 3,6 milhões de euros para garantir navegabilidade portuária

A Administração do Porto de Aveiro (APA) adjudicou por 3,655 milhões de euros trabalhos de dragagem para manutenção dos fundos do Porto de Aveiro.

A empreitada que agora recebeu ‘luz verde’, indispensável para manter a navegabilidade portuária, vai prolongar-se por 1096 dias.

TIAGO PITTA E CUNHA:

O oceano é uma prioridade estratégica

Em entrevista à Revista Portugalglobal, Tiago Pitta e Cunha, administrador da Fundação Oceano Azul, aborda a importância do mar para a economia portuguesa, ressalvando os principais desafios da Economia do Mar.

O administrador da Fundação Oceano Azul afirma também que o oceano deve ser considerado uma prioridade estratégica, contribuindo efectivamente para o crescimento económico, através do aparecimento de novos sectores, produtos e serviços.

Ampliação de três milhões de euros em fábrica de barcos cria 100 empregos em Vila Nova de Cerveira

A ampliação das instalações da unidade fabril da multinacional norte-americana Brunswick em Vila Nova de Cerveira criou mais 100 novos postos de trabalho, garante o presidente da autarquia.

Em declarações à agência Lusa, o Presidente da Câmara daquele concelho do distrito de Viana do Castelo, Rui Teixeira, adiantou que aquele montante foi aplicado na aquisição da nova nave industrial da Brunswick e na construção do edifício. Segundo o autarca socialista, a “maior produtora mundial de barcos de lazer e de recreio aumentou a sua capacidade produtiva e logística para promover melhores condições de trabalho aos 800 funcionários”.

Captura nacional de pescado aumenta 13,2% em 2021 para 185.417 toneladas

A frota portuguesa capturou 185.417 toneladas de pescado em 2021, o que representou um acréscimo de 13,2% na produção da pesca nacional, face ao ano anterior, indica o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O aumento global do volume de pesca "derivou exclusivamente" do maior volume de capturas em águas nacionais (+24,8%), uma vez que as capturas em pesqueiros externos diminuíram 16,6%, face a 2020, segundo as "Estatísticas da Pesca - 2021".

Expansão do Complexo Petroquímico de Sines com investimento estrangeiro de 760 milhões

O Ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, presidiu à assinatura do contrato de expansão do Complexo Petroquímico da Repsol, localizado em Sines, afirmando que se trata de um investimento global de 760 milhões de euros.

«Estamos a falar de um investimento que terá como consequência o aumento de exportações em cerca de 400 milhões de euros, a diminuição de importações em outros 400 milhões e um valor acrescentado na ordem dos 200 milhões de euros», disse o Ministro no final da cerimónia, que decorreu em Lisboa.

Total: 5650
1 2 3 [4] 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 177 178 179 180 181 182 183 184 185 186 187 188 189 190 191 192 193 194 195 196 197 198 199 200 201 202 203 204 205 206 207 208 209 210 211 212 213 214 215 216 217 218 219 220 221 222 223 224 225 226 227 228 229 230 231 232 233 234 235 236 237 238 239 240 241 242 243 244 245 246 247 248 249 250 251 252 253 254 255 256 257 258 259 260 261 262 263 264 265 266 267 268 269 270 271 272 273 274 275 276 277 278 279 280 281 282 283