Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Tribunal considera que procedimento de emissão do TUPEM foi correto e revoga decisão que deferiu providência de plataforma anti-petróleo

O Tribunal Central Administrativo do Sul revogou a decisão do Tribunal de Loulé que deferia a providência cautelar da Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) referente ao procedimento administrativo da emissão do Título para o furo de petróleo em Aljezur, dando razão ao procedimento adotado pela DGRM, aquando da emissão do TUPEM em janeiro de 2017.
O consultor jurídico, com a incumbência de defender a posição seguida pela DGRM, considerou haver fundamentação técnico-jurídica para a interposição de recurso junto do Tribunal Central Administrativo, que agora se pronunciou, no sentido da legalidade do ato adotados pelos serviços da DGRM.

Dragagem de acessos a estaleiros de Viana gera 90 ME e mais de 400 empregos

A Ministra do Mar estimou esta quarta-feira que o "impacto direto" do aprofundamento do canal de acesso aos estaleiros navais de Viana do Castelo no Valor Acrescentado Bruto (VAB) será superior a 90 milhões de euros.

Ana Paula Vitorino, que falava nos estaleiros subconcessionados à empresa WestSea, do grupo Martifer, durante o lançamento do concurso para o aprofundamento do anteporto e do canal de acesso aos estaleiros navais e ao cais do Bugio, estimou ainda em 400 o número de postos de trabalho que serão criados "durante os 15 anos de vida útil da intervenção".

MINISTRA DO MAR

Ana Paula Vitorino lançou prolongamento do quebra-mar em Leixões

A Ministra do Mar anunciou, esta quarta-feira, no Porto de Leixões, em Matosinhos, o concurso para as obras de prolongamento do quebra-mar exterior em 300 metros e de aprofundamento do canal de entrada. Um investimento de 147 milhões de euros até 2021.

Segundo explicou a governante, as intervenções previstas no Porto de Leixões permitirão "melhorar as condições de segurança e navegabilidade da barra e viabilizar a entrada de navios de maior dimensão".

PORTUGUESEFLAGCONTROL

DGRM disponibiliza online nova geração de certificados electrónicos e de mecanismos de controlo

A DGRM desenvolveu uma nova solução de emissão e gestão de certificados electrónicos, que utiliza as mais avançadas tecnologias de assinatura digital e mecanismos de controlo de autenticidade, em linha com as orientações emitidas pela Organização Marítima Internacional. Os clientes ganham em celeridade e as entidades inspectivas verificam a conformidade dos certificados através do sítio na internet www.portugueseflagcontrol.pt

Turcos do grupo Yilport querem Leixões perto da capacidade de Sines

Os terminais de contentores de Leixões terão condições para crescer 153% nos próximos dois anos, atendendo a que o grupo turco que controla estas infraestruturas tem o objetivo de aumentar a capacidade instalada dos atuais 660 mil TEU (medida padrão equivalente a contentores com 20 pés de comprimento) para 1,67 milhões de TEU em 2021. Eis a estratégia do grupo Yilport.

ESTA QUARTA-FEIRA, DIA 27

MINISTRA DO MAR APRESENTA INVESTIMENTOS NO PORTO DE VIANA DO CASTELO E NO PORTO DE LEIXÕES

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, apresenta esta quarta-feira, 27 de fevereiro, pelas 10h30, a consignação do acesso rodoviário ao porto comercial de Viana do Castelo e lança o concurso para dragagem do canal de acesso aos Estaleiros Navais, numa cerimónia presidida pelo Primeiro-Ministro António Costa, que decorrerá no Porto de Viana do Castelo (Avenida do Cabedelo, Darque).

À tarde, pelas 15h00, a Ministra do Mar fará o lançamento do concurso do prolongamento do quebra-mar exterior e das acessibilidades marítimas do Porto de Leixões e apresentará o novo terminal de contentores de Leixões. Esta sessão decorrerá no Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, em Matosinhos (Rua do Godinho).

Sines tem tudo para ser a porta de entrada (e saída) da Europa

O desenvolvimento da ZALSINES, a criação de serviços de valor acrescentado, o potenciar dos terminais de gás natural liquefeito e de contentores, assim como as parcerias com portos espanhóis estão a levar Sines a um novo patamar.

Prolongamento do quebra-mar e acessibilidades de Leixões com investimento de 141 ME

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) lançou no dia 22 o concurso público para o prolongamento do quebra-mar exterior e das acessibilidades marítimas do porto de Leixões, em Matosinhos, conforme publicação em Diário da República.

A empreitada tem um valor de 141 milhões de euros e um prazo de execução de 30 meses, segundo o anúncio.

APSS não admite dragados na Restinga até consenso com pescadores

A Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS) não permitirá depor dragados na zona da Restinga “até que haja uma solução de consenso com os pescadores”, admitiu fonte da APSS à Lusa, citada pela TSF. Segundo a mesma fonte, o que está previsto “é que o primeiro local a ser utilizado para deposição de dragados será o aterro, junto ao terminal Ro-Ro, tendo em vista a ampliação dos terminais portuários”.

ESTA TERÇA-FEIRA

Porto de Lisboa na 3.ª edição do Leiria Centro Exportador

O Porto de Lisboa vai estar presente na 3.ª edição do Leiria Centro Exportador que decorre esta terça-feira, dia 26 de fevereiro, no Mercado de Santana, em Leiria. O evento, cuja organização está a cargo da Associação de Ação para a Internacionalização (AAPI), tem como tema ’Cadeia de Valor Global’.

BATIDO NOVO RECORD DE MOVIMENTAÇÃO DE CARGA

Navio WHITE STAR no Porto da Figueira da Foz

O navio “WHITE STAR”, com pavilhão do Panamá, comprimento total de 129,75 mtrs, operado pelo armador Seapride Shipmanagement, CO, agenciado pela FOZTRÁFEGO, entrou no Porto da Figueira da Foz a 15 de fevereiro vindo do porto de Sevilha.
A 19 de fevereiro rumou a Ravenna (Itália), tendo carregado 7.810,780 T de argila de exportação provenientes da empresa Adelino Duarte da Mota, habitual cliente do porto.

DGRM recebe visita técnica da Administração Marítima de Moçambique

No âmbito do Protocolo de Cooperação assinado em 2018 entre a Ministra do Mar de Portugal e o Ministro dos Transportes e Comunicações de Moçambique, no domínio do Transporte Marítimo e dos Portos, o Instituto Nacional da Marinha (INAMAR), na qualidade de Administração Marítima daquele país, esteve durante cinco dias na Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) a preparar os dossiers técnicos com vista à preparação da auditoria da IMO ao Estado Moçambicano, prevista para o corrente ano.

QUARTA-FEIRA, 27

Ministra do Mar em Viana para consignar construção dos acessos rodoviários ao porto

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, estará quarta-feira em Viana do Castelo para presidir à cerimónia de consignação da obra do acesso rodoviário ao setor comercial do porto de mar. A sessão, que vai decorrer a partir das 10:30, no porto de mar, inclui ainda o lançamento do concurso para dragagem do canal de acesso aos estaleiros de Viana do Castelo.

33 Navios de mercadorias no Porto de Lisboa até 1 de Março

Prevêem-se 33 escalas de navios de mercadorias para o período de 23 de Fevereiro a 1 de Março. Por classificação, chegarão ao Porto de Lisboa, 16 porta-contentores, 7 carga geral single deck, 6 tanques, 2 graneleiros, 1 carga geral multi deck e 1 misto – carga geral/contentores.

Destacamos esta semana o navio “NORTHERN PROMOTION”.

Lançado concurso para dragagem do canal de acesso aos estaleiros de Viana do Castelo

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) lançou no dia 22 o concurso para a dragagem do canal de acesso aos estaleiros de Viana do Castelo, por um valor base de 18,5 milhões de euros.
O anúncio do concurso limitado por prévia qualificação, publicado em Diário da República (DR), refere que o prazo de execução da "empreitada de dragagem do canal de acesso aos estaleiros de Viana do Castelo" é de oito meses.
 

Lídia Sequeira | Figura do Distrito | Setúbal

Faz reserva da idade, mas não consegue esconder as convicções muito vincadas e o fortíssimo sentido de orientação para a visão estratégica.
Maria Lídia Ferreira Sequeira, licenciada em Economia, especialista em transportes, gestora pública reconhecida, com vasto currículo, é reservada, mas, quando tem que falar, fala com a propriedade do conhecimento e experiência dos velhos sábios.

MINISTRA DO MAR LANÇOU ESTA SEXTA-FEIRA A NOVA UNIDADE DE TRANSFORMAÇÃO E VALORIZAÇÃO DE BIVALVES, NO BARREIRO

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, presidiu esta sexta-feira à cerimónia de assinatura do auto de consignação da infraestrutura de transformação, depósito e valorização de bivalves do Rio Tejo, no Barreiro, a primeira unidade deste género em todo o país e a segunda na Península Ibérica.

«A apanha de bivalves no estuário do Tejo enferma de graves problemas sociais, ambientais, de segurança alimentar e de transparência económica. Estima-se que estejam envolvidos cerca de 1.500 apanhadores, dos quais menos de 200 têm licença. Muito do material apanhado está contaminado, distribuído de forma ilegal, com um volume de negócios que se estima em cerca de 20 milhões de euros anuais», lembrou a Ministra do Mar na cerimónia, vincando que esta nova infraestrutura vem dar resposta a estas problemáticas, «ao responder a um programa de ação nas diversas áreas necessárias para ser obtida uma regulação da atividade de apanha de bivalves, nomeadamente no Estuário do Tejo, visando assegurar a sustentabilidade das comunidades ribeirinhas, a valorização económica dos bivalves e a defesa da saúde pública».

Porto de Sines apresenta oportunidades de negócio ao Embaixador dos EUA

Esta quinta-feira, 21 de fevereiro, o Embaixador dos Estados Unidos da América em Portugal, George E. Glass, visitou o Porto de Sines para conhecer as oportunidades que esta infraestrutura portuária oferece ao mercado norte-americano.

Nos últimos anos o Porto de Sines tem tido um importante papel no relacionamento comercial entre Portugal e os Estados Unidos, quer através das importações, onde se destaca o Gás Natural Liquefeito (GNL) e o carvão mineral, quer nas exportações para aquele país, designadamente gasolinas, e no segmento da carga contentorizada.

ESTA SEXTA-FEIRA, DIA 22

LANÇAMENTO DA UNIDADE DE TRANSFORMAÇÃO E VALORIZAÇÃO DE BIVALVES DO RIO TEJO, NO BARREIRO

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, preside esta sexta-feira, dia 22 de fevereiro, à cerimónia de assinatura do auto de consignação da infraestrutura de transformação, depósito e valorização de bivalves do Rio Tejo, no Barreiro.

Esta instalação, que será construída numa parcela do domínio público sob jurisdição da APL, cedida ao IPMA pelo prazo de dez anos, é constituída por três módulos fundamentais: Depósito de Bivalves Vivos, Unidade de Transformação e Sistema de Valorização dos Bivalves do Estuário do Tejo, incluindo uma unidade de depuração.
 

RICARDO ROQUE:

Capacidade financeira é «indispensável» para a autonomia das administrações portuárias

A Administração do Porto de Lisboa (APL) defendeu dia 18, na conferência "Portos e Concorrência", que a autonomia das administrações portuárias e a sua intervenção no domínio público, está dependente da capacidade financeira.

"A capacidade financeira é indispensável à realização de investimentos relacionados com as APs [Administrações Portuárias] ou com as despesas de manutenção necessárias à operacionalidade de cada porto", disse o administrador do Porto de Lisboa, Ricardo Roque, durante a conferência organizada pela Transportes em Revista e pela SRS Advogados.

Total: 4139