Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Porto de Lisboa aplica Plano de Contingência para o COVID-19

Ao abrigo do Regulamento Sanitário Internacional, e sendo o Porto de Lisboa um Porto Designado, foi elaborado um Plano de Contingência para Emergências de Saúde Publica de Âmbito Nacional.
Este plano tem como objetivo garantir a articulação e harmonização de procedimentos entre as várias Autoridades do Porto de Lisboa, de forma a dar uma resposta eficaz a uma eventual situação de COVID-19 que se venha a verificar a bordo de um navio que se encontre ou venha a entrar no Porto, ou nas instalações portuárias.

CORONAVÍRUS COVID-19 - DIRECÇÃO GERAL DE SAÚDE

Procedimentos para portos e viajantes por via marítima

Orientações específicas da Direção Geral da Saúde para portos e viajantes por via marítima.
Documentos disponíveis aqui
 

Hapag-Lloyd lança ferramenta para monitorizar remotamente contentores refrigerados

A Hapag-Lloyd, um armador que opera 231 modernos navios porta- contentores, acaba de acrescentar ao seu portfólio de serviços uma ferramenta para controlar remotamente e em tempo real os seus contentores frigoríficos.
O serviço, designado de “Hapag-Lloyde LIVE”, «vai aumentar a transparência» da supply chain de frio, oferecendo aos clientes diversos dados sobre as condições e localização do contentor. O serviço vai ser lançado inicialmente para um número restrito de clientes e, gradualmente, será alargado à totalidade dos 100.000 contentores refrigerados da empresa, à medida que os mesmos sejam equipados com o sistema.

Mais um navio da Marinha em fim de vida. Corveta João Roby vai ser abatida

Este ano é a segunda vez que o Estado-Maior da Armada confirma o abate de um navio. No final de janeiro, foi o grande navio reabastecedor Bérrio , agora é uma das duas únicas corvetas, ainda em missões de segurança e busca e salvamento, a ter os dias contados. Trata-se da NRP João Roby, ao serviço da Marinha desde 1975.

Covid-19 já custou 1,56 mil milhões ao transporte marítimo. Equivale a um ano de operações do Porto de Sines

O transporte marítimo de mercadorias e a logística relacionada enfrentam dificuldades um pouco em todo o mundo por causa da epidemia do novo vírus corona (Covid-19). A consultora sueca Sea Intelligence estima que a epidemia já engoliu 1,7 mil milhões de dólares (1,56 mil milhões de euros) de receitas à indústria, ou seja, equivale a um ano de operação do Porto de Sines.

MSC AMBRA

Porto de Sines recebe o maior navio do mundo

O Terminal de Contentores do Porto de Sines – Terminal XXI, recebeu este sábado, 29 de Fevereiro, a escala do MSC AMBRA, o maior navio do mundo em operação comercial no segmento da carga contentorizada.

Pertencente à nova geração de navios porta-contentores, o MSC AMBRA tem uma capacidade de 23.756 TEU (twenty-foot Equivalent Unit, medida-padrão utilizada para calcular o volume de um contentor, unidade equivalente a 20 Pés), 400m de comprimento fora-a-fora, 61,5m de boca e um calado de 16,5m. Para além de uma maior capacidade, esta nova classe de navios destaca-se por ser mais eficiente e sustentável em termos ambientais, oferecendo uma maior estabilidade e segurança na navegação.

Evergreen lança a GreenX, uma plataforma digital de soluções de logística de contentores

A plataforma GreenX fornece um portal digital que permite aos clientes obterem cotações instantâneas e fazerem reservas prioritárias num ecossistema digital seguro. Desde o seu lançamento (no mês passado), a plataforma recebeu perto de dois milhares de inscrições, registo que, denota a Evergreen, espelha o interesse dos clientes nesta «solução digital one-stop» de booking.

Yilport Leixões cresce +2,3% em 2019 e alcança novo recorde anual de 685 mil TEU

Os dados são já oficiais e a concessionária Yilport Leixões – e, por inerência, o Porto de Leixões – tem motivos para celebrar: a operadora do Terminal de Contentores de Leixões atingiu, no exercício de 2019, «um novo recorde absoluto na movimentação de contentores, com um total de 685 810 TEU», anunciou a empresa detida pela holding turca Yilport. O registo de 2019 espelha um crescimento homólogo de +2,3%.

HMM Algeciras, com 23.964 TEU, será o porta-contentores com maior capacidade do mundo

As mais recentes novidades no segmento do transporte marítimo contentorizado vêm da Coreia do Sul: a transportadora Hyundai Merchant Marine (HMM) anunciou que contará no decorrer deste ano (Abril mais precisamente), na sua frota, com o maior navio porta-contentores do mundo. O ‘HMM Algeciras’ terá uma capacidade de carga de 23.964 TEU, um registo máximo neste segmento de transporte marítimo.

Reforçados os meios em operação nos trabalhos de desassoreamento na Ria de Aveiro

As intervenções de desassoreamento em curso em vários locais da Ria de Aveiro foram reforçadas recentemente com mais equipamentos, informação avançada pela sociedade Polis Litoral Ria de Aveiro, ‘dona da obra’, num ponto de situação da empreitada.

Uma draga que já efetuou testes em frente ao porto de abrigo da Torreira e dois equipamentos acessórios passaram a operar nos trabalhos de dragagem e de contenções marginais em zonas de acentuada erosão.

Associação de Comércio Externo do Brasil visitou o Porto de Sines

No dia 26 de fevereiro, representantes da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) e da Câmara Portuguesa de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro visitaram o Porto de Sines, dando continuidade aos trabalhos de promoção do comércio entre empresas brasileiras e o Porto de Sines que têm vindo a ser desenvolvidos.

Comissão Europeia planeia estender Janela Única Marítima ao transporte ferroviário de cargas

Depois de implementar a Janela Única Marítima, a Comissão Europeia encontra-se a ponderar estendê-la ao sector do transporte ferroviário de mercadorias. Tal decisão poderá ser enquadrada em uma nova estratégia de transporte que está a ser desenvolvida actualmente pelo órgão legislativo europeu. Para os operadores do frete ferroviário e para os transitários, este progresso simplificará ainda mais as suas actividades.

S O Alliance procura estudantes e jovens profissionais

A S O Alliance procura estudantes e jovens profissionais dos 18 aos 35 anos para estarem entre os 100 delegados de mais de 50 países no Fórum da Juventude UN OceanYouth Forum, nos dias 30 e 31 maio, em Lisboa, antes da 2020 UN Ocean Conference.

CONTENTORES DESCERAM 8,9% FACE A 2018

Sines lidera com quota de 52,2% e Leixões com 25,2%

Neste segmento, refere-se que o Porto de Sines mantém a liderança com uma quota de 52,2%, inferior em -6,3 pontos percentuais ao anterior máximo, registado em 2018. Na posição seguinte encontra-se Leixões, com 25,2%, que reflecte um aumento homólogo de +2,8 pontos percentuais.

GRUPO SOUSA

«Operações com foco no cliente» e «sustentabilidade» são prioridades para 2020

No arranque de 2020, os objectivos do Grupo Sousa foram enumerados por Pedro Amaral Frazão, Administrador e CSO do grupo, em artigo de opinião publicado no ‘Jornal Económico‘. Segundo o administrador, o grupo encara o ano de 2020 «com expectativa e forte determinação», tendo planeado um «reforço das operações com foco no cliente» e o compromisso de «assegurar a sustentabilidade ambiental, económica e social» das actividades do Grupo Sousa «nos mercados nacional e, sobretudo, internacional».

«Não há stocks que resistam» ao COVID-19

Os últimos meses abalaram a supply chain a diversos níveis: guerra comercial entre os EUA e a China, saída do Reino Unido da União Europeia, e mesmo o abrandamento da economia mundial verificado no final de 2019, com as exportações, vestuário e têxtil, que há uma década andavam em crescimento, a cair. A chegada do vírus Corona abalou a cadeia de abastecimento a um alto nível, devido ao peso que a Ásia tem no sector.

+ 14% face a 2019

Porto da Figueira da Foz começa 2020 a crescer

O movimento acumulado do Porto da Figueira da Foz no primeiro mês de 2020 foi 167 mil toneladas, valor que supera janeiro de 2019 em 14%. No segmento da Carga Geral Fracionada registou-se um crescimento de 42%, seguindo a tendência que já se vinha a verificar desde o final de 2019.

O movimento de navios e a sua dimensão também surgem no início do presente ano com tendência de subida. O número de navios que escalaram o Porto da Figueira da Foz cresceu 11% face ao primeiro mês de 2019, tal como a arqueação bruta que registou uma variação positiva de 9%.

AÇORES

Porto das Lajes das Flores reforçado com novo empilhador «reach stacker»

«Trata-se de um novo empilhador do tipo Reachstacker para substituir um outro do mesmo tipo e características, mas dotado de tecnologia mais antiquada e que foi sinistrado aquando da passagem do Furacão Lorenzo pela Ilha», explica a Portos dos Açores. Este novo equipamento, capaz de elevar cargas até 45 toneladas a uma altura máxima de três contentores, «está equipado com a mais recente tecnologia e com motores mais eficientes, eficazes e por isso mais amigos do ambiente».

ADERE confundiu matérias-primas com «lixo», explica a APDL

A Associação Década Reversível (ADERE) denunciou existir no Porto de Leixões lixo a céu aberto – uma denúncia sem fundamento, que, de forma célere, a administração portuária da APDL dissipou, explicando tratar-se, sim, de matéria-prima importada para fábricas de reciclagem e utilizada em mobiliário de plástico - nada mais que carga geral «que estava a ser descarregada de um navio».

«PERDAS ECONÓMICAS SIGNIFICATIVAS»

Coronavírus ameaça portos em Espanha

As empresas esperam que as consequências aumentem nas próximas semanas e já alertam para “perdas económicas significativas nos terminais”, bem como “outros agentes da cadeia logística”.

Total: 4473