Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




A PARTIR DE 26 DE OUTUBRO

Fecho da pesca de carapau com tamanho compreendido entre 12 e 14 cm

Tendo sido atingido o limite da quota de carapau com este tamanho informa-se que, a partir das 00:00 desta sexta-feira, dia 26 de outubro de 2012, e até ao final do corrente ano, é proibida a pesca desta espécie com tamanho entre 12 e 14 cm, na zona IX – sub-área da ZEE do Continente, bem como a manutenção a bordo, transbordo e desembarque das mesmas.

Criado sistema SOS para barcos de pesca

As embarcações locais de pesca vão começar a ter um meio de pedido de socorro inovador que permite um acompanhamento de 24 horas.
A aplicação “web” foi apresentada publicamente numa sessão comemorativa dos cinco anos da Associação PróMaior Segurança dos Homens do Mar, na Póvoa de Varzim, em que esteve presente o secretário de Estado do Mar, Manuel Pinto de Abreu.

A epopeia da sardinha

A traineira ‘Arrifana’ abandona o porto de Portimão e para trás ficam as praias repletas de corpos bronzeados que usufruem em pleno do Agosto algarvio. Uma imagem de Nossa Senhora de Fátima e o emblema do Benfica protegem a faina que começa às 18h00 e que arrasta consigo a mesma esperança dia após dia: a de encontrar sardinha no mar.

CONSERVAS

Esta indústria não é para fracos

O sector conserveiro foi um ícone. O maior exportador. O maior dinamizador social. Eram centenas de fábricas, hoje são 20. Mas ao lado das ruínas ainda há resistentes. Em três anos, as exportações cresceram 37%. E Portugal parece despertar de novo para as conservas, como a sardinha em lata, verdadeiro símbolo nacional apreciado em todo o mundo como iguaria. Contudo, a matéria-prima rainha da indústria não está a chegar às lotas em quantidade e nas fábricas aguarda-se a chegada de peixe. A história não acaba aqui

Ainda há avieiros no Tejo

«Deixa ir assim, vai devagar para a rede não prender. Leva o barco mais para aquele lado; isso, assim está bom.» Quem dita as ordens é Mário João Petinga, de 44 anos, pescador, que, de pé na popa da sua bateira, vai lançando as redes ao Tejo. Aos remos, na proa, Luís Cosme, de 50 anos, manobra com agilidade, respeitando as ordens do «lançador». Os remos entram e saem da água em ritmo compassado e vigoroso, enquanto a pequena embarcação vai descrevendo um arco perfeito, como se traçado por um compasso.

Quota portuguesa de pesca do bacalhau aumenta 50%

Portugal obteve um aumento de 52% para a pesca do bacalhau (tipo 3M), na reunião da Organização de Pescas do Atlântico Norte (NAFO), que decorreu em S. Petersburgo, Rússia, entre 16 e 21 de setembro. A decisão da NAFO deveu-se à boa situação da espécie. Recorde-se que a pesca do bacalhau na área da NAFO foi reaberta em 2010.

O compromisso da pesca sustentável na Noruega

Reportagem da SIC na Noruega, onde se comprova o compromisso para com uma política de pesca sustentável.

SÉRIE «MAR PORTUGUÊS»

Temos «o melhor peixe do mundo». E conseguimos comê-lo?

Muito do nosso melhor peixe e marisco é para exportação. O poder de compra dos portugueses não permite comprá-lo, o que nos obriga a importar peixe mais barato e de menor qualidade. Haverá formas de inverter esta situação?

SÉRIE «MAR PORTUGUÊS»

Pesca, um mar de oportunidades perdidas

A indústria da pesca não tem conseguido responder à mudança, nem seguiu os exemplos da Espanha e do Canadá, que reagiram quando o bacalhau começou a desaparecer do mar e as quotas de pesca começaram a cair. Desde o início dos anos 1990 que a frota portuguesa perde dimensão. Só entre 1993 e 2011, perdeu um terço dela e todos os anos a receita de Bruxelas é cortar nas quantidades de apanha.

Nova lei das pescas na UE

Os ministros das Pescas da UE aprovaram hoje em Bruxelas um conjunto de leis que restringe as importações de pescado proveniente de países que permitem a pesca excessiva de determinadas espécies.

TERTÚLIA, ESTA QUARTA-FEIRA, EM LISBOA

«As Rejeições e a Nova Política Comum de Pescas»

"As Rejeições e a Nova Política Comum de Pescas" é o tema da tertúlia a decorrer esta quarta-feira, 26 de Setembro, na Livraria "Ler Devagar", em Lisboa. Convidados: Nuno Prista, António Schiappa Cabral e Monica Verbeek.

CONTROVÉRSIA

Apelo ao congelamento das pescas na Europa

Um conjunto de especialistas veio defender a situação altamente controversa do congelamento das pescas na Europa, referindo que a maioria dos stocks pesqueiros seriam assim capazes de recuperar a sustentabilidade no espaço de cinco anos.
A Fundação Nova Economia (NEF) sediada em Londres defende no seu relatório que esta suspensão geraria milhares de milhões de euros em lucros por volta de 2023. Entretanto, o investimento privado compensaria os pescadores e manteria as embarcações.

Pesca de arrasto modifica o relevo do fundo do mar

A pesca de arrasto intensiva mudou, em apenas quatro décadas, o relevo do fundo do mar, de acordo com um estudo realizado por uma equipa da Faculdade de Geologia da Universidade de Barcelona (UB) e do Instituto de Ciências do Mar (ICM-CSIC).
De acordo com a UB, a investigação foca o impacto da actividade dos pesqueiros no fundo do mar do talude continental superior (entre 200 e 900 metros de profundidade) no nordeste da Costa da Catalunha. Os resultados revelam que o arrasto repetitivo de sedimentos macios do fundo oceânico alterou a dinâmica sedimentar natural e tem simplificado a morfologia submarina original.

FUTURO JOGA-SE ESTA QUINTA-FEIRA, EM BRUXELAS

O bacalhau, tal como o conhecemos e comemos, está em risco

O futuro do bacalhau, tal como é consumido e apreciado em Portugal, joga-se esta quinta-feira em Bruxelas, data da votação de uma proposta que, caso seja aprovada, ameaça acabar com o tradicional prato português.
O alerta partiu da Associação dos Industriais do Bacalhau (AIB), que está preocupada com as "consequências desastrosas" desta alteração legislativa proposta pela Noruega e pela Dinamarca, que visa permitir a utilização de polifosfatos em peixe de salga húmida.

 

MAR GRÁFICO

Do mar ao prato: a viagem do bacalhau

Infografia do diário "Público", para visualizar aqui.

Truta desaparecerá da Península Ibérica em menos de 100 anos

Em 2040, a truta terá perdido metade do seu habitat na Península Ibérica; em 2100 terá praticamente desaparecido, segundo um estudo de investigadores espanhóis publicado na revista Global Change Biology. A poluição, as alterações climáticas, a extracção de água para rega e a sobre-pesca são as causas apontadas pela equipa de Ana Almodóvar, da Universidade Complutense de Madrid para a provável extinção das populações de truta-marisca (Salmo trutta), na Península Ibérica, antes de 2100.

 

COM VÍDEO

Designer inventa «saídas de emergência» nas redes de pesca

A alimentação da população mundial depende em 40% da actividade pesqueira, porém todos os anos mais de 20 milhões de toneladas de peixe têm de ser devolvidas aos oceanos. Os peixes capturados ainda não tinham o tamanho suficiente para serem comercializados ou não eram sequer a espécie que se pretendia apanhar.
Don Watson, aluno da Escola de Arte de Glasgow pode ter encontrado a solução para este problema – a SafetyNet. Projectada para ajudar a pesca de arrasto a capturar somente espécimes adultos da arinca e badejo, a rede evita que sejam capturados peixes com tamanho inferior para serem comercializados.

PENICHE

Fábrica de conservas cria 100 postos de trabalho até 2015

A fábrica de conservas ESIP de Peniche, a maior do país, vai criar até 2015 uma centena de postos de trabalho, após a ampliação das suas instalações concretizada através da cedência de um imóvel da Docapesca, anunciou a empresa.

QUOTAS DE PESCA

Comissão Europeia decide proceder a deduções

A Comissão Europeia anunciou que procederia a deduções das quotas de pesca para 2012 dos Estados-Membros que excederam as suas quotas em 2011. Com estas deduções, a Comissão tem a possibilidade de reparar imediatamente os danos causados às unidades populacionais que foram objeto de sobrepesca no ano anterior e de assegurar uma utilização sustentável por todos os Estados-Membros de um recurso haliêutico comum. Este ano, pela primeira vez, as deduções foram majoradas de 50% para os Estados-Membros que excederam várias vezes (em 2009, 2010 e 2011) a quota para a mesma unidade populacional.

Espanha negoceia com Portugal «troca de quotas» para alargar época da pesca

O Governo espanhol e os armadores do Golfo de Cádiz apresentaram a Portugal uma proposta para uma “troca” de quotas que permita alargar em Espanha a época de pesca da anchova, confirmaram as autoridades. Fonte do Ministério da Agricultura, Alimentação e Ambiente confirmou à Lusa que se trata de tentar, como ocorreu em alguns anos anteriores, que se possa trocar a quota de anchova pela quota de outra espécie que possa “interessar” a Portugal.

Total: 362
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 [17] 18 19