Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Pesca da sardinha com arte de cerco proibida até 31 de Março de 2024

O Despacho nº 42/DG/2023 da DGRM – Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos proíbe manter a bordo, desembarcar, expor para venda ou vender sardinha (Sardina pilchardus) capturada com arte de cerco, excepto, a título acessório, até 10% do total desembarcado em cada maré, entre as 24:00h do dia 20 de Dezembro e as 24:00h de 31 de Março de 2024.

Portinho de Vila Praia de Âncora requalificado entre 2026 e 2030

A requalificação do portinho de pesca de Vila Praia de Âncora passa pela construção de um anteporto que deve estar concluído entre 2026 e 2030 e custar pelo menos 15 milhões de euros, foi hoje divulgado.

“Esperamos lançar o concurso para a obra no fim de 2024. Dois anos será sempre o prazo mínimo para a obra, pelo que, se correr tudo bem, poderá estar concluído em 2026 ou, se correr muito mal, em 2029/2030”, indicou a secretária de Estado das Pescas, Teresa Coelho, durante a apresentação do projeto escolhido no âmbito de um estudo do Instituto Superior Técnico, em Vila Praia de Âncora, concelho de Caminha.

Saiba o preço das principais espécies de peixe nas lotas do Algarve

O valor médio do peixe vendido nas lotas do Algarve, entre janeiro e setembro deste ano, foi de 3,67 euros por quilo, segundo dados provisórios da publicação Datapescas, da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM).

Em relação às espécies mais consumidas e no que se refere aos pescadores do cerco, a sardinha rendeu, em média, 1,79 euros/quilo, a cavala 0,60 €/kg, o carapau 1,91 €/kg, o biqueirão 3,07 €/kg e o atum e similares 2,49 €/kg.

Estudo revela dados relevantes para o futuro da conservação do atum rabilho do Atlântico

Os esforços de conservação para o atum rabilho, um recurso de alto valor no mercado, apontam para um futuro mais otimista e promissor para a espécie. No entanto, conhecimentos adicionais sobre a biologia desta espécie icónica são essenciais para estabelecer planos de gestão eficientes e sustentáveis que antecipem possíveis alterações na abundância e/ou distribuição.

Pesca de sardinha com fortes limitações a partir desta quinta-feira

A pesca da sardinha, com arte do cerco, vai ser limitada a 10% do total desembarcado a partir de quinta-feira e até 31 de março de 2024, anuncia a Direção-Geral dos Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM).

O despacho da DGRM proíbe "manter a bordo, desembarcar, expor para venda ou vender sardinha capturada com arte de cerco, exceto, a título acessório, até 10% do total desembarcado em cada maré, entre as 24h00h do dia 20 de dezembro e as 24h00h de 31 de março de 2024".

Secretária de Estado acompanha evolução em obra na Docapesca da Figueira da Foz

A Secretária de Estado das Pescas, Teresa Coelho, realizou no dia 14 uma visita às instalações da Docapesca – Portos e Pescas S.A. na Figueira da Foz, onde se inteirou do progresso das obras para a construção de um pavilhão industrial de transformação e congelação de pescado. O investimento, no valor de 1.267.000,00 euros, tem conclusão prevista para Julho de 2024.

9 milhões de euros para reduzir a captura acidental de megafauna marinha

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) integra um projeto internacional que tem como principal objetivo reduzir a captura acidental de megafauna marinha. O “REDUCE - Reducing bycatch of threatened megafauna in the east central Atlantic” acaba de ser financiado pelo programa Horizonte Europa com aproximadamente 9 milhões de euros.

Pescadores algarvios capturaram mais peixe este ano

A quantidade de peixe desembarcada nos portos algarvios aumentou cerca de 13% este ano, no período entre janeiro e setembro, em comparação com igual período do ano anterior, segundo dados (provisórios) da Direção-geral dos Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM).

Assim, nos primeiros nove meses de 2022 foram transacionadas nas lotas da região 12 133,4 toneladas de pescado e este ano, em período homólogo, o volume subiu para 13 737,8 toneladas.

Saiba o preço das principais espécies de peixe nas lotas do Algarve

O valor médio do peixe vendido nas lotas do Algarve, entre janeiro e setembro deste ano, foi de 3,67 euros por quilo, segundo dados provisórios da publicação Datapescas, da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM).

Em relação às espécies mais consumidas e no que se refere aos pescadores do cerco, a sardinha rendeu, em média, 1,79 euros/quilo, a cavala 0,60 €/kg, o carapau 1,91 €/kg, o biqueirão 3,07 €/kg e o atum e similares 2,49 €/kg.

Pesca de raia proibida a partir desta quinta-feira em Portugal

Portugal utilizou 95% da quota de raias, ficando a pesca encerrada a partir desta quinta-feira, anuncia a Direcção-Geral dos Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM).

“Considerando os dados das capturas efetuadas pela frota portuguesa da unidade populacional de raias (‘Rajiformes’) nas zonas oito e nove do CIEM, informa-se que a utilização da quota atingiu os 95%”, lê-se numa nota da DGRM.

Docapesca apresenta nova lota de Cascais. Investimento de 600 mil euros

Docapesca – Portos e Lotas e a Câmara Municipal de Cascais apresentaram a nova lota e o novo cais de aprestos de Cascais, em cerimónia que contou com a presença da Ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes.

O investimento de cerca de 600 mil euros, co-financiado pelo programa operacional Mar 2020, contemplou a requalificação total da lota, dotando o espaço de todas as condições para a obtenção de número de controlo veterinário, que permite a comercialização do pescado com todas as garantias de segurança alimentar, avança uma nota de imprensa enviada pela Associação dos Portos de Portugal.

GOVERNO DOS AÇORES REPRESENTADO NA REUNIÃO ANUAL DA COMISSÃO INTERNACIONAL PARA A CONSERVAÇÃO DOS TUNÍDEOS DO ATLÂNTICO

Entre os dias 13 e 20 de novembro de 2023 teve lugar, no Cairo (Egipto), a 28.ª reunião anual da Comissão Internacional para a Conservação dos Tunídeos do Atlântico (ICCAT), cujo principal objetivo foi determinar medidas de gestão das pescarias mundiais de tunídeos e afins praticadas no Atlântico e mares adjacentes.

Esta reunião contou com a participação de cerca de 600 delegados de 52 Partes Contratantes (PC), 5 Partes Cooperantes (Bolívia, Taipei Chinês, Suriname, Guiana e Costa Rica) e Organizações Não Governamentais (ONGs).

DOCAPESCA REQUALIFICA LOTA DE CASCAIS

A Docapesca e a Câmara Municipal de Cascais apresentaram esta terça-feira a nova lota e o novo cais de aprestos de Cascais, em cerimónia que contou com a presença da Ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes.

O investimento de cerca de 600 mil euros, cofinanciado pelo programa operacional Mar 2020, contemplou a requalificação total da lota, dotando o espaço de todas as condições para a obtenção de número de controlo veterinário, que permite a comercialização do pescado com todas as garantias de segurança alimentar.

Indústria conserveira garante 14 mil toneladas de sardinha

Associação Nacional das Organizações de Produtores da Pesca do Cerco e Associação Nacional dos Industriais de Conservas de Peixe assinaram segunda-feira, em Matosinhos, um acordo de parceria.

Governo dos Açores lança campanha de valorização do pescado da Região

O Governo Regional dos Açores, através da Secretaria Regional do Mar e das Pescas, tem em marcha uma campanha de valorização e promoção do pescado da Região Autónoma, denominada “Do Pescado saber tratar”, visando a promoção do pescado dos Açores, conforme anunciado pelo presidente do Governo, na visita que efectuou ao porto de pescas de Rabo de Peixe, em 2022.

A 4 DE NOVEMBRO, EM VILA PRAIA DE ÂNCORA

2.º Congresso da Pequena Pesca

A Docapesca, com o alto patrocínio do Ministério da Agricultura e da Alimentação e o apoio institucional da Associação Natureza Portugal/WWF e da Câmara Municipal de Caminha, vai promover o 2.º Congresso da Pequena Pesca, no dia 4 de novembro, a partir das 9h00, no Cineteatro dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora, Caminha.

A iniciativa vai reunir organizações de produtores, associações de armadores, organizações não-governamentais, universidades e centros de investigação. Em cima da mesa de debate, estarão temas como a valorização da pequena pesca, os seus desafios numa perspetiva ibero-americana, as mulheres na pesca, assim como as potencialidades e desafios futuros que se colocam e colocarão no setor.

Docapesca lança concurso para conjunto de melhorias no porto de pesca de Setúbal

A Docapesca – Portos e Lotas, S.A. acaba de lançar o concurso para a “requalificação da zona de alagem e reparação de embarcações de pesca e respetiva área de apoio do porto de pesca de Setúbal”.

Em comunicado, revela que o investimento tem um valor base de 500 mil euros e permitirá “a melhoria das condições de segurança das embarcações, das condições técnico-funcionais de apoio à pesca, da organização e, naturalmente, das condições de trabalho no porto de pesca”.

REPORTAGEM

Marinheiros imigrantes, o lado invisível das pescas portuguesas

Ao meio da manhã, no Porto de Peniche, são poucos os barcos que descarregaram peixe. Mas Juan Arrazaba não tem mãos a medir. O peruano de 29 anos orienta os colegas indonésios que içam caixas de peixe do porão do barco para cima da muralha. “Faço de tudo um pouco”, diz, “virar redes, desembarcar o peixe, ajudo na casa das máquinas, faço de contramestre também”. Chegou a Portugal em 2019, está em Peniche há dois meses.

EXPO FISH PORTUGAL a 16 e 17 de Novembro

A Docapesca, com o alto patrocínio institucional do Ministério do Mar, vai organizar a EXPO FISH PORTUGAL, o maior espaço virtual de promoção de pescado português e das atividades ligadas ao Mar, nos dias 16 e 17 de novembro, e que vai centralizar a oferta de pescado nacional - fresco e transformado - num evento virtual, agregando comércio, investigação e inovação.

VIAJANDO PELA HISTÓRIA EM VÍDEOS | 2011

Mar Salgado

Programa de informação sobre a faina dos pescadores em Portugal, a sua rotina de ganhar o pão no mar deixando a angústia em terra com as famílias que os seguem na areia das praias, uma reportagem da autoria da jornalista Rita Ramos.

Total: 52
1 [2] 3