Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Fileira do Pescado

A FILEIRA DO PESCADO pretende promover e valorizar a qualidade e a sustentabilidade do pescado consumido em Portugal, assumindo-se como um interlocutor privilegiado com as diversas instituições e com o consumidor.

Governo aumenta quota de pesca da sardinha em 1.800 toneladas

 “A biomassa cresceu 24% e nós tomámos a decisão de aumentar a quota em 25%”, afirmou esta quinta-feira a Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, estimando que este aumento da quota permita “manter a pesca da sardinha até outubro”.
Os dados avançados pela governante, em Peniche, apontam para “um aumento de 1.800 toneladas” de sardinha que os pescadores vão poder pescar a mais do que a quota prevista de 2.181 toneladas, que podiam capturar, a partir do mês de agosto.

LOTAÇOR

A Pesca nos Açores

A Pesca que nos Açores remonta à colonização das ilhas, explora cerca de 80 das mais de 500 espécies marinhas que compõem o ecossistema. Maioritariamente artesanal, os aparelhos de linha e anzol dominam as diversas pescarias.
Aliás, nas águas em torno dos Açores a potencialidade pesqueira é condicionada pela profundidade, fortes correntes e pela natureza e irregularidade do fundo, que dificultam a utilização de artes de pesca. Assim, a pesca praticada pela frota regional é realizada na proximidade das ilhas, nos bancos de pesca e nos montes submarinos que apresentam profundidades menores do que os 1.000 metros.

Mulheres-arrais, as pescadeiras com o dever do mar

Andam no mar desde sempre, ou pelo menos desde há 100 anos, o que é um tempo imemorial. Mas são uma rareza num mundo masculino e ainda parecem gostar de se invisibilizar: são as mulheres que vão com os seus homens de barco e começam a mandar. A NM andou com elas, e com eles, todos são casais, na costa brava do Alto Minho, da Apúlia até Viana e elas contam porque é que não resistem ao mar.

Câmara da Murtosa investe na construção de três armazéns de apoio à Arte Xávega, na praia da Torreira

A Câmara Municipal da Murtosa iniciou, recentemente, a empreitada de construção de três armazéns de apoio à Arte Xávega, na praia da Torreira, adjudicada à empresa Edibeiras - Edifícios e Obras Públicas das Beiras, L.da, pelo valor 357.768,63€.

As infraestruturas serão alocadas às três Companhas de Arte Xávega que actualmente operam no Concelho da Murtosa e visam qualificar as condições do exercício da atividade, beneficiando uma comunidade com grande relevância económica, social e cultural, ajudando a perpetuar artes de pesca que fazem parte da matriz identitária das gentes da Murtosa.

Ministra do Mar diz haver condições para pescar mais sardinha em Portugal

A Ministra do Mar disse esta terça-feira haver condições para aumentar a quota de captura de sardinha, contrariando as declarações do diretor-geral das Pescas da Comissão Europeia, que assinalou que o `stock` em Portugal e Espanha está "em mau estado".

"Entendo que será um desconhecimento sobre os últimos dados que nós já temos, já analisámos, e que permitem com certeza termos aqui pelo menos uma base para pedirmos um ligeiro aumento daquilo que é a quantidade a pescar pelos nossos pescadores e pelos pescadores espanhóis", disse a ministra.

Docapesca abre concurso para reabilitação da Lota da Fuzeta

A Docapesca abriu o concurso público para a reabilitação do edifício da lota da Fuzeta, no concelho de Olhão, com um preço base de 320 mil euros. A necessidade de requalificação da Lota da Fuzeta tem como primordial objectivo melhoria das condições higiossanitárias da infra-estrutura e a valorização do pescado transaccionado.

Docapesca investe 236 mil euros no Porto de Pesca de Matosinhos

A Docapesca – Portos e Lotas abriu concurso para a requalificação do sistema de captação de água salgada, filtragem e tratamento prévio à distribuição às pontes-cais do Porto de Pesca de Matosinhos, com um preço base de 235.902 euros e um prazo máximo de execução de 120 dias.

Novo concurso para o Núcleo de Pescas da Madalena, no Pico

Foi publicado dia 25, no Jornal Oficial, um novo concurso público para o Núcleo de Pescas da Madalena, no Pico, com novo valor base de 990 mil euros.
A empreitada prevê a construção de dois cais, um de alagem com 20 metros e um outro auxiliar com 17 metros, o que permite aumentar, cerca de 50% a zona acostável para a pesca local. Os trabalhos incluem igualmente a construção de um terrapleno com 1.200 metros quadrados e uma zona diferenciada para os pescadores.

SARDINHAS

Loucos por elas

Está gorda ou magra, congelada ou fresca, é da espanhola ou da portuguesa, há muita ou pouca? A sardinha provoca muitas dúvidas, polémicas e, sobretudo, muito apetite. Depois de meses de jejum, o "EXPRESSO" falou com pescadores, conserveiros, cientistas e cozinheiros e diz-nos tudo sobre o peixe mais desejado.

PORTO DE AVEIRO

Lançado concurso para melhoramentos no cais da lota

A Docapesca prepara trabalhos de melhoramentos das estruturas de protecção e acesso de cais no porto de pesca costeira de Aveiro, na Gafanha da Nazaré.
A primeira fase desta empreitada de obras públicas acaba de ser colocada a concurso público. O valor base dos trabalhos é de 135.000 euros e o prazo de execução de 132 dias. Os trabalhos dizem respeito a reparação e manutenção de instalações.

MINISTRA DO MAR APROVA NOVO INVESTIMENTO NO PORTO DE PESCA DE SESIMBRA

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, aprovou esta quinta-feira a candidatura da APSS - Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra ao Programa MAR 2020 do investimento de 3.250.000,00 euros para construção da ponte-cais n.º4 do Porto de Pesca de Sesimbra.
O projecto, da responsabilidade da APSS, constituirá uma beneficiação das condições de abrigo e segurança das embarcações de pesca que operam neste porto, procedendo à proteção da zona de estacionamento das embarcações, face às condições de agitação marítima.

FIGUEIRA DA FOZ

Pescadores celebram regresso ao mar. «Esta é a melhor sardinha do mundo!»

As sete embarcações que largaram ao mar encheram de sardinha a lota da Figueira da Foz. O DN acompanhou a faina dos pescadores do centro e litoral no dia em que, finalmente, puderam voltar a capturar sardinha, oito meses depois da proibição.

Pesca rendeu 43,6 milhões de euros nas lotas do distrito de Leiria

A sardinha foi a espécie mais vendida no somatório das lotas da Nazaré e Peniche em 2018, ao atingir os 7,8 milhões de euros, enquanto o carapau registou o maior volume de entregas.

Docapesca substitui cais flutuante em Castro Marim

A Docapesca já começou a substituição do cais flutuante da Foz de Odeleite, em Castro Marim, que implicará a substituição total dos passadiços e a beneficiação da ponte de acesso, numa intervenção prevista para concluir na primeira quinzena de Julho e avaliada em pouco mais de 66 mil euros.

Acabou a interdição

Pescadores já podem voltar a capturar sardinhas

"Vamos começar a pesca com 10.799 toneladas entre Portugal e Espanha, o que corresponde a 7.181 toneladas (66,5%) para a frota portuguesa", diz José Apolinário, Secretário de Estado das Pescas.

1 DE JUNHO

Espinho recebe Fórum Sem Espinhas

Além de debates sobre a sustentabilidade e o futuro do mar, que contará com a presença de António José Correia (Fórum Oceano), Rui Azevedo (Fórum Oceano), Isabel Tato (Associação Nacional dos Industriais de Conservas de Peixe), Adolfo Neira Lamas (consultor da Estrategia y Organización AS, Galiza) e Helena Cardoso (Docapesca), o programa contempla experiências gastronómicas, um mercado de produtos, showcookings com chefes nacionais prestigiados, street food e um bengaleiro de peixe (um bengaleiro situado na lota, onde “os participantes podem deixar o seu pescado para que, no decorrer do dia, mantenha a sua frescura e seja amanhado pelas mãos experientes de quem sabe”.

Plano para a Aquicultura em Águas de Transição

DGRM disponibiliza para Consulta Pública a proposta de PAqAT

Por determinação da Ministra do Mar, a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) disponibiliza para consulta pública a proposta de PAqAT – Plano para a Aquicultura em Águas de Transição, que decorre até 12 de junho de 2019.

Despacho confirma reabertura da pesca da sardinha a 3 de Junho

Frota portuguesa poderá pescar até 5 mil toneladas até 31 de Julho, repartidas por embarcações de organizações de produtores (4.925 toneladas) e embarcações não pertencentes a tais organizações (75 toneladas).

Começou a requalificação da lota de Olhão

A Docapesca já iniciou a requalificação do edifício da lota do porto de Olhão, que deverá ser executada no prazo de 120 dias e representar um investimento próximo dos 200 mil euros, no âmbito das iniciativas da empresa para reorganizar e melhorar as condições de trabalho no local.

Total: 368
1 [2] 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19