Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística


Novas normas europeias para poluição dos navios entram em vigor

Novas normas que entraram esta segunda-feira em vigor na Europa vão obrigar os navios a utilizarem combustíveis mais limpos, reduzindo a sua poluição.
Segundo uma directiva aprovada em Novembro, nenhum navio que circule em águas europeias pode utilizar fuelóleo com mais de 3,5% de enxofre – um dos ingredientes para as chuvas ácidas. Nos próximos anos, os valores devem cair progressivamente, até chegarem a apenas 0,5% de enxofre.

Sistema de Gestão Ambiental da APSS auditado com sucesso

O Sistema de Gestão Ambiental (SGA) da APSS foi auditado com sucesso. A auditoria de acompanhamento foi realizada com sucesso, sem registo de quaisquer não conformidades, no final de novembro, pela Lloyds Register Quality Assurance.

INTERCÉLTICA edita guia para a gestão ambiental de centros náuticos

A INTERCÉLTICA, parceiro-coordenador do NEA2, editou, recentemente, um guia pioneiro para a gestão ambiental de centros náuticos. A necessidade de gerir a faixa costeira e zonas lacustres de forma integrada e coordenada, de modo a conciliar a atividade humana, a preservação do meio ambiente e a valorização dos recursos marinhos. As políticas e estratégias de desenvolvimento sustentável devem, por isso, incorporar os centros náuticos.

Veleiro biosustentável faz escala no Porto de Aveiro

Durante três ou cinco dias de navegação à vela consegue gerar energia suficiente para viver a bordo ao longo de três semanas. Chama-se “Ecolution” e tem bandeira holandesa.

Mar está a subir mais rápido do que o previsto

A subida do nível médio da água do mar está a ocorrer a um ritmo superior ao projectado pelo painel internacional de cientistas que avalia as alterações climáticas. O novo estudo, que vem confirmar a suspeita levantada nos últimos anos por diferentes equipas de investigação, foi publicado quarta-feira na revista “Environmental Research Letters”.

PORTO DE AVEIRO

Aveiport reconhecida com o registo ambiental EMAS

A Aveiport, empresa de estiva do Grupo ETE com sede no Porto de Aveiro, obteve o registo EMAS, emitido pela A.P.A. – Agência Portuguesa do Ambiente, tornando-se na primeira empresa de estiva em Portugal a obter esta certificação.

CARLOS BORREGO, ESTA QUINTA-FEIRA, EM PENICHE

«ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS: Uma Realidade Transformada em Desafio»

Numa iniciativa do Rotary Clube de Peniche, no âmbito do programa “Novembro – Mês do Mar”, decorre esta 5.ª feira, dia 22 de Novembro, pelas 21h00, Auditório do Edifício Cultural da Câmara Municipal de Peniche a PALESTRA “ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS: Uma Realidade Transformada em Desafio”, pelo Eng.º Carlos Borrego, professor catedrático da Universidade de Aveiro.

Trem Naval do Porto de Setúbal produz eletricidade

A APSS concluiu a montagem dum sistema de minigeração, na cobertura do edifício da Segurança Marítima e Portuária, nas suas instalações do Trem Naval do Porto de Setúbal. O sistema instalado, composto por um conjunto de 131 painéis fotovoltaicos, tem uma potência de 30

COM MAIS DO DOBRO DA ÁREA DA UNIÃO EUROPEIA

Austrália cria a maior rede mundial de parques marinhos

A Austrália criou no dia 16 a maior rede mundial de parques marinhos, com mais do dobro da área da União Europeia. São 2,3 milhões de quilómetros, repartidos por diferentes áreas ao largo da costa ao redor do país, incluindo uma vasto perímetro no Mar de Corais, que circunda a Grande Barreira de Recifes.

ESTE SÁBADO, NO PORTO DA HORTA, AÇORES

Campanha Limpa (a) Fundo 2012

Com o propósito de mostrar à população local que a classe piscatória também está preocupada com a grande temática da poluição marinha, o Observatório do Mar dos Açores (OMA) e a Associação de Espécies Demersais dos Açores (APEDA) estão a organizar uma Campanha Limpa (a) Fundo, desta vez no Porto de Pesca da Horta. Esta campanha realiza-se no âmbito das comemorações do Dia Nacional do Mar, este sábado, dia 17 de Novembro, pelas 10 horas, estando também enquadrada no programa internacional “Clean Up The World”, que cumpre 20 anos de existência.

COMEÇA HOJE E VAI ATÉ 23 DE NOVEMBRO 2012

23ª Campanha Coastwatch: «Repensar o Litoral»

De 16 de Novembro de 2012 a 21 de Março de 2013 decorre a 23ª Campanha Coastwatch: "Repensar o Litoral", uma iniciativa do GEOTA-Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente.
"O objectivo desta campanha Coastwatch é alertar para a responsabilidade de todos em participar, de forma activa, no desenvolvimento sustentável das diferentes áreas costeiras de Portugal", explicam os organizadores.

Comissão Europeia vai monitorizar emissões de poluentes do sector marítimo

A Comissão Europeia anunciou que vai começar a monitorizar as emissões do sector marítimo nos portos europeus a partir de 2013, numa decisão que é vista como um primeiro passo para a entrada do setor no esquema europeu de comércio de emissões (EU ETS).

Alteração na temperatura dos oceanos vai afectar populações de fitoplâncton

O aquecimento futuro dos oceanos pode levar a uma drástica alteração das populações de fitoplâncton, o que poderá ter um grande impacto nas alterações climáticas. Num artigo publicado no mais recente número da «Science», investigadores da Universidade Estatal do Michigan (EUA) mostram que no final do século XXI, o aquecimento dos oceanos fará com que populações destes microorganismos cresçam junto aos pólos e diminuam nas águas equatoriais.

40% do peixe de Fukushima é impróprio para consumo

Um ano e meio após a catástrofe nuclear de Fukushima, no Japão, os peixes capturados no mar naquela região continuam com níveis elevados de radioactividade. Num artigo publicado na revista Science, o especialista norte-americano Ken Buessler, do Instituto Oceanográfico de Woods Hole, estima que 40% dos peixes são impróprios para consumo, segundo as normas japonesas.

Novas espécies descobertas no Atlântico

Achado nas montanhas submarinas do Banco de Gorringe resultou de uma expedição da organização internacional Oceana em colaboração com investigadores da Universidade do Algarve.

Ainda há esperança para a rara biodiversidade da praia das Avencas

A segunda reserva natural local do país está em processo de criação no concelho de Cascais, para proteger as características geológicas e biológicas da pequena praia da freguesia da Parede.

Mar português é o 57.º mais saudável do planeta

A saúde dos oceanos foi submetida a um exame mundial, publicado na revista Nature. Portugal ficou em 57º lugar em 171 países e territórios, com as melhores notas para a biodiversidade e pesca artesanal.
O Índice da Saúde dos Oceanos – que avalia a capacidade dos mares para satisfazer as necessidades humanas, enquanto mantém a biodiversidade – é o primeiro instrumento que integra índices diferentes e os traduz numa pontuação mundial. Foi criado por uma equipa de investigadores marinhos norte-americanos e canadianos que estudou as Zonas Económicas Exclusivas (ZEE) de 171 países ou territórios, com base em 10 critérios – como a provisão alimentar, turismo, biodiversidade e indústrias marinhas – agregados numa única pontuação, de zero a 100.

Exercício de combate à poluição no porto do Porto Santo

Esta sexta-feira, 19 de outubro, realiza-se um exercício de combate à poluição do mar por hidrocarbonetos, designado “PENEDO12”, no porto de abrigo do Porto Santo e na Praia do Penedo. O cenário tem por base um hipotético derrame de combustível no espelho de água no porto de abrigo do Porto Santo, também com incidência na zona nascente da praia do Penedo, na decorrência de uma operação de descarga de um navio tanque. De imediato será dado o alarme e estabelecido o 3º Grau do “Plano Mar Limpo” para combate a um acidente de poluição do mar.

Peixes podem ficar mais pequenos com aumento de temperatura dos oceanos

A emissão de gases que provocam efeito de estufa pode ter mais impacto nos ecossistemas marinhos do que se pensava. Num estudo publicado na «Nature Climate Change», os investigadores admitem que algumas espécies de peixes podem diminuir o seu tamanho entre 14 e 24 por cento devido ao aquecimento global.

ESTA SEXTA-FEIRA

Marinha e Zoomarine devolvem ao mar 2 tartarugas marinhas

A Marinha Portuguesa, através do Comando da Zona Marítima do Sul, em associação com o Zoomarine e com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território) devolve ao mar, esta sexta-feira, dia 19 de outubro, duas tartarugas marinhas.

Total: 382
1 2 3 4 5 6 7 8 9 [10] 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20