Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




FUNDO AZUL ATRIBUI UM MILHÃO DE EUROS A PROJECTOS DE I&D E INOVAÇÃO NA ÁREA DA ENERGIA DAS ONDAS

O Fundo Azul, mecanismo de financiamento do Ministério do Mar, vai apoiar seis projetos inovadores, na área da Energia das Ondas, envolvendo um montante total de investimento elegível de 1,2 milhões de euros a que corresponde uma comparticipação nacional de 924 mil euros.

O Oceano Atlântico é a casa de muitas espécies

Uma elevada abundância e diversidade marinhas caracterizam o Oceano Atlântico. A sobrepesca, a poluição e a pesca fantasma são alguns dos motivos que fazem deste oceano um habitat de espécies em perigo de extinção. Este artigo celebra a diversidade dos nossos mares.

VÍDEO

Em 2020 haverá mais plástico do que espécies no mar

Estima-se que em 2050 haja mais biomassa de plásticos no mar do que de espécies. O biólogo Gonçalo Calado esteve na SIC Notícias e alertou para a importância de acabar com os utensílios de uso único.

Portugal é o primeiro país a sofrer consequências do lixo no Mediterrâneo

O Mediterrâneo pode transformar-se num mar de plástico. O alerta é da World Wide Fund (WWF). Um relatório da organização ambientalista internacional explica que o impacto da poluição plástica no Mediterrâneo tem repercussões em todo o mundo e Portugal é o primeiro país a sofrer as consequências porque está na rota de saída deste mar.

A associação alerta para o perigo dos microplásticos, esferas minúsculas de plástico muitas vezes presentes em produtos de higiene e cosmética como os exfoliantes corporais, o gel de banho ou a pasta de dentes.

Quase 90% das águas balneares nacionais são Excelentes

Em 2017, 87,7% das águas balneares (costeiras e interiores) portuguesas obtiveram a classificação de Excelente e 96,7% foram consideradas Suficientes, de acordo com um relatório da Agência Europeia do Ambiente(APA) e da Comissão Europeia (CE).

O mesmo documento revela que no caso das águas costeiras, 90,6% foram consideradas Excelentes e 97,7% Suficientes. Já nas águas interiores, em 76,4% dos casos foram classificadas como Excelentes e em 92,7% Suficientes.

A 4 DE JUNHO

MAREFOZ debate alterações climáticas

O laboratório MAREFOZ realiza esta segunda-feira, dia 4 de Junho, pelas 09H30, na Incubadora de Empresas da Figueira da Foz, onde se encontra instalado, uma sessão sobre alterações climáticas. A iniciativa é levada a efeito no âmbito do desenvolvimento do projecto Centro de Vanguarda em Adaptações às Alterações Climáticas, da Universidade de Coimbra, coordenado pelo Centro de Ciências do Mar e do Ambiente.

PRAIA DO CABEDELO | FIGUEIRA DA FOZ

Allianz Figueira Pro está de volta com acções de limpeza das praias

A Liga MEO Surf, principal competição de surf nacional, está de volta com a terceira etapa – Allianz Figueira Pro – e na continuação do mote das competições deste ano, trará, pela terceira vez consecutiva, uma acção de limpeza de praia. Especialmente no Dia da Criança, a competição, que decorre de 1 a 3 de Junho, levará à praia do Cabedelo, na Figueira da Foz, alunos oriundos das escolas EB1 de Paião e EB1 de Alqueidão.

POLIS LITORAL RIA DE AVEIRO

Lançado concurso para a empreitada de Desassoreamento da Ria de Aveiro

A Sociedade Polis Litoral Ria de Aveiro lançou o concurso limitado por prévia qualificação para a Empreitada de Transposição de Sedimentos para Otimização do Equilíbrio Hidrodinâmico da Ria de Aveiro (também designada por Desassoreamento da Ria de Aveiro), que tem como preço base 17,65 milhões de euros e o prazo de execução de 15 meses.

Software da Universidade de Aveiro prevê avanço do mar e dá soluções para o deter

Não usa a bola de cristal para prever de que forma vai o mar avançar ao longo da costa portuguesa. Também não utiliza cartas de tarot para adivinhar que intervenções nas praias conseguirão suster as águas do Atlântico. Chama-se COAST, foi desenvolvido na Universidade de Aveiro (UA) e, ciências ocultas à parte, usa um software visionário que simula a evolução da linha de costa para as próximas décadas. Perante o nefasto avanço do mar, o COAST indica ainda que obras de defesa costeira melhor se adequam a cada praia tendo em conta custos e benefícios.

ESTA TERÇA-FEIRA

MINISTRA DO MAR PRESENTE NA CERIMÓNIA DE LANÇAMENTO DA ÁREA MARINHA PROTEGIDA DAS AVENCAS

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, marca presença, esta terça-feira, 22 de maio, às 14h30, na cerimónia de lançamento da Área Marinha Protegida das Avencas, que terá lugar no Centro de Interpretação Ambiental Pedro do Sal (Parede, Cascais).

FIGUEIRA DA FOZ

Porto quer mudar três milhões de m3 de areia

A Administração do Porto da Figueira da Foz (APFF) pretende fazer a transposição de três milhões de metros cúbicos de areia da zona do areal urbano para as praias do sul, onde o mar ameaça as praias da Cova, Costa de Lavos, Leirosa e Cabedelo. O anúncio foi feito pelo administrador da APFF, Luís Leal, que promoveu um debate sobre a erosão costeira na costa do concelho.

IMO divulga «Estratégia Inicial» para redução das emissões poluentes no shipping internacional

Encerrada que está a septuagésima segunda sessão do Comité de Protecção do Ambiente Marinho (Marine Environment Protection Comittee, ou MEPC) da Organização Marítima Internacional (IMO), é tempo de divulgar as linhas gerais da estratégia entretanto aprovada com vista à redução das emissões anuais de gases com efeito de estufa – o organismo internacional já disponibilizou o documento, que elenca as medidas destinadas a cortar as emissões pelas quais o sector do transporte marítimo é responsável.

Porto de Leixões acolheu ensaio do projecto «Spilless»

Realizou-se recentemente o primeiro ensaio no Porto de Leixões ao veículo marítimo integrado no projecto «Spilless» (First-line response to oil spills based on native microorganism cooperation), que pretende desenvolver uma solução integrada capaz de “responder a derrames de petróleo utilizando micro-organismos nativos com capacidade para biodegradar petróleo (biorremediação)”.

MARINA DE LISBOA

Doca de Santo Amaro recebe pelo quarto ano consecutivo o galardão Bandeira Azul

O Programa Bandeira Azul volta a atribuir em 2018 o galardão à Doca de Santo Amaro da Marina de Lisboa.
Este prémio, atribuído pela primeira vez em 2015 e com as renovações do reconhecimento desde então, tem contribuído para um crescimento sustentado e para o desenvolvimento de uma estratégia integrada que visa criar, desenvolver e potenciar condições e formatos que acompanham a atividade náutica, assim como melhorar os serviços disponibilizados aos utentes das docas de recreio do Porto de Lisboa.

Praia Vasco da Gama e Porto de Recreio de Sines revalidam Bandeira Azul

A Associação Bandeira Azul da Europa anunciou, dia 27 de abril, a atribuição da Bandeira Azul à Praia Vasco da Gama e ao Porto de Recreio de Sines, infraestruturas geridas pela APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve.
Recorde-se que o ano de 2018 representa o décimo primeiro ano consecutivo em que a Praia Vasco da Gama conta com a atribuição deste galardão e o décimo no caso do Porto de Recreio, demonstrando o comprometimento desta administração portuária com a sociedade e o meio ambiente.
 

CIIMAR estuda marés vermelhas no Atlântico Norte e Mediterrâneo

A 16 de Abril, em Cabo Verde, arrancou o projecto EMERTOX, que consiste no estudo da emergência de toxinas marinhas do Atlântico Norte e no Mediterrâneo e que geram as conhecidas marés vermelhas. No projecto participam 14 entidades (empresas e centros de investigação) europeias (Portugal, Espanha, França, Reino Unido, Itália, República Checa) e africanas (Cabo Verde, Marrocos e Tunísia).

FIGUEIRA DA FOZ

Casa da Criança S. Julião visitou poças de maré em Buarcos e recolheu lixo marinho

A Casa da Criança S. Julião promoveu uma saída de campo de visita às poças de maré em Buarcos, uma iniciativa dinamizada pelas biólogas marinhas do Laboratório Marefoz. Esta actividade contemplou uma recolha de lixo marinho na praia.
Refira-se ainda que a Casa da Criança S. Julião se candidatou ao «concurso de ideias» da 15ª edição - Prémio Fundação Ilídio Pinho «Ciência na Escola», com o projecto Jardins à Beira Mar, que foi seleccionado para a fase de desenvolvimento.

DISPONIBILIZAMOS A LISTA DAS 332 PRAIAS

Portugal tem mais 12 praias com Bandeira Azul

O galardão que simboliza a qualidade das praias vai este ano abranger 55% das praias portuguesas. Em 2018, a bandeira azul será hasteada em 332 praias - 299 na costa e 33 em praias fluviais.

Albufeira é o concelho com mais praias de bandeira azul, um total de 25. O segundo município mais distinguido é Vila Nova de Gaia, com 18 praias azuis.

Vagas de calor no mar estão há um século a aumentar

As vagas de calor no mar aumentaram em número e em intensidade ao longo do século passado, resultado direto do aquecimento global, revela um estudo agora divulgado.
Publicado pela revista Nature Communications, o estudo foi feito por investigadores do ARC - Centro de Excelência para os Extremos Climatéricos, um consórcio que junta cinco universidades australianas e uma rede de organizações da Austrália e de outros países, e o Instituto de Estudos Marinhos e Antárticos, um centro de investigação da Universidade da Tasmânia, também na Austrália.

22 DE ABRIL

Dia Mundial da Terra celebra-se esta segunda-feira

Esta segunda-feira, dia 22 de Abril, comemora-se pela 49.ª vez o Dia Mundial da Terra. Trata-se de uma celebração que surgiu pela mão do senador norte-americano Gaylord Nelson em 1970, e que teve como objectivo colocar as questões ambientais na agenda política. A data, que é considerada o nascimento do movimento ambientalista, tornou-se um evento à escala mundial em 1990, quando mobilizou 200 milhões de pessoas em 141 países.
Celebramos a efeméride, recuperando alguns artigos publicados no portal da APP ao longo dos últimos anos.

Total: 510