Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Tartarugas marinhas podem extinguir-se no Sal em 5 anos

Dentro de cinco anos, as tartarugas marinhas podem desaparecer por completo das praias do Sal, caso não haja uma diminuição do número de mortes desta espécie na ilha. Este é o panorama assustador traçado por ambientalistas e organizações de protecção e preservação das tartarugas marinhas careta-careta na ilha do Sal.

ESTE DOMINGO, 31 DE JULHO

Mergulhadores vão limpar o fundo do mar junto ao Porto da Ericeira

Quarenta mergulhadores voluntários vão tentar recolher entre 200 a 300 quilos de lixo no mar junto ao Porto da Ericeira, numa acção de limpeza subaquática inédita no local prevista para o dia 31.
“Depois da inauguração do pontão, pensámos em promover esta acção de limpeza também para sensibilizar os pescadores e prevemos recolher 200 a 300 quilos de lixo do fundo do mar”, disse à Lusa Hugo Silva Lopes, do Grupo de Amigos do Mergulho da Ericeira, que organiza a iniciativa.

ELEMENTO ÁGUA PREDOMINA

Solar City Tower - A Torre das Olimpíadas de 2016

É um dos primeiros esboços arquitectónicos para os Jogos Olímpicos de 2016, que se realizarão no Rio de Janeiro e destaca-se pela sua sustentabilidade. Desenhada pelo gabinete RAFAA sedeado em Zurique, consegue gerar energia durante o dia e a noite, utilizando a energia solar e a hídrica, respectivamente. Esta torre irá gerar e fornecer energia não só para a aldeia olímpica, como também para a cidade do Rio.

Maersk Line ganha prémio Operador Marítimo Sustentável em Londres

A companhia de navegação Maersk Line, que pertence ao grupo A.P. Moller-Maersk, ganhou o prémio para Operador Marítimo Sustentável do Ano em Londres, pelas suas iniciativas no âmbito do crescimento sustentável e da redução das emissões de gases poluentes.

Aprovado primeiro regulamento para as emissões gasosas da marinha mercante

Os países da Organização Marítima Internacional (OMI) acordaram regular as emissões de gases com efeitos de estufa dos navios. Os activistas alertam que as medidas são pouco ambiciosas uma vez que só serão aplicadas aos navios construídos a partir de 2013.
Na reunião da Organização Marítima Internacional que decorreu em Londres, foi aprovado um regulamento que obrigará à redução do consumo de energia em navios com mais de 400 toneladas construídos a partir de 2013.

2011

Portugal é o 6.º país do mundo com mais bandeiras azuis

Portugal regista um lugar invejável no que reporta ao número de bandeiras azuis concedidas às suas praias. Em 2011 ocupa um honroso sexto posto. Veja a infografia do "Público" sobre este ranking.

COMEÇA AMANHÃ, EM BRAGA

Seminário «A Zona Costeira e as Pressões Antrópicas»

Tendo em vista o fenómeno da perda generalizada de extensas áreas das zonas costeiras e o contributo das pressões antrópicas para tal, pretende-se que este Seminário da APRH seja um fórum de discussão dos problemas da zona costeira norte, do qual possam sair contributos relevantes para a adopção de medidas eficazes para a sua resolução ou minimização.
Para tal vão participar especialistas de várias áreas disciplinares, os quais, através dos seus conhecimentos, poderão contribuir de forma positiva para a resolução de um problema nacional que se arrasta há anos.
 

Vagueira e Areão com bandeiras ao vento

A cerimónia do hastear do galardão da Bandeira Azul e da Praia Acessível nas Praias da Vagueira e do Areão, no concelho de Vagos, pelo 23º e 4º ano consecutivo respectivamente, decorreu no passado dia 30.
Na ocasião, a técnica coordenadora da Administração da Região Hidrográfica do Centro (ARH-C) responsável pela Bandeira Azul, aproveitou para elogiar as praias do concelho, garantindo que, para a obtenção deste símbolo de qualidade, é porque «reúne 29 critérios, quer da água, serviços e equipamentos e actividades de educação ambiental».
 

Países da América do Sul querem santuário para baleias no Atlântico

Criar um vasto santuário no Atlântico Sul onde as baleias possam viver sem medo de arpões, mesmo se a moratória à sua caça for levantada, é o objectivo dos países sul-americanos. Está a decorrer em Jersey a reunião anual da Comissão Baleeira Internacional.
“A lógica de um santuário é reforçar a moratória. Se um dia for levantada, teremos vastas regiões dos oceanos fechadas à caça comercial”, explica Vincent Ridoux, membro do comité científico da Comissão Baleeira Internacional (CBI).

Barcos movidos a energia solar

Desenvolvido pela Horizon Yachts, o SunCat23 Catamaran incorpora quatro painéis solares capazes de produzir uma enorme potência de 760W como combustível para um motor elétrico 2.8KW.O catamarã robusto, com uma capacidade de 12 passageiros, é capaz de atingir uma velocidade máxima de 6 nós. A bateria totalmente carregada pode, adicionalmente, dar o poder ao barco para uma viagem de um dia, mesmo num dia enevoado. Mostramos-lhe mais nove barcos movidos a energia solar.

 

WORLD OCEAN COUNCIL

Maersk passa a integrar grupo marítimo pró-ambiente

A AP Moller-Maersk afirmou que o seu novo membro no World Ocean Council está determinado em apoiar os esforços por um desenvolvimento sustentável da indústria marítima, agregando o sector privado e iniciativas ambientais.
"Os oceanos são o centro das nossas atividades e a nossa energia. Temos prazer em fazer parte deste fórum que prevê uma plataforma colaborativa importante para os avanços sustentáveis", afirmou o responsável para o Clima e Meio Ambiente da Maersk, Kornerup Bank.

CMA CGM pioneira nos contentores «amigos do ambiente»

O grupo CMA CGM iniciou, em Novembro de 2010, experiências com um novo tipo de contentor ecológico. Desenvolvido pela empresa canadense Conforce Internacional, em associação com a Bayer, é feito de aço leve e um composto chamado "eko-flor", que substitui o a base de madeira, durável e reciclável, materiais que permitem retirar 550 quilos por contentor de 40 pés. A transportadora e os fabricantes garantem que, apesar de mais leve, é suficientemente forte para carregar todos os tipos de produtos. A CMA CGM tem tradição de inovar no uso de contentores “especiais”, tendo em 2005 lançado o eco-contentor com revestimento de bambu.

Berlengas classificadas Reserva Mundial da Biosfera da UNESCO

A Organização das Nações Unidas para a Educação Ciência e Cultura atribuiu esta semana a classificação de Reserva Mundial da Biosfera ao arquipélago das Berlengas. O anúncio oficial ocorreu a 30 de Junho, em Dresden, na Alemanha, após a finalização dos trabalhos da 23.ª sessão do Conselho de Coordenação Internacional do programa "O Homem e a Biosfera" (MAB), ao qual a Câmara de Peniche concorreu em 2009.

 

HOJE, 1 DE JULHO, NO PARQUE BIOLÓGICO DE GAIA

Seminário Coastwatch 2011

Os resultados da 21.ª Campanha do Projecto Coastwatch vão ser apresentados no Seminário do Coastwatch - Voluntariado e Ordenamento do Território na Educação Ambiental, hoje, 1 de Julho, no Parque Biológico de Gaia. O Projecto Coastwatch tem cariz europeu, é coordenado pela Irlanda desde 1988, e conta com a colaboração de 23 países deste continente, entre os quais Portugal.

HOJE, SEXTA-FEIRA

Hasteada Bandeira Azul nas praias de Esmoriz, Furadouro e Cortegaça

Esta sexta-feira, 1 de Julho, a Câmara Municipal de Ovar vai proceder ao hasteamento da Bandeira Azul da Europa, nas Praias do Furadouro, Esmoriz e Cortegaça. No acto público, que terá o seu início às 10h na Praia de Esmoriz, estarão presentes responsáveis do Município de Ovar, os presidentes das respectivas Juntas de Freguesia, um representante da ARH Centro – Administração da Região Hidrográfica do Centro e representantes das Capitanias do Porto de Aveiro, na Praia do Furadouro e do Douro, nas Praias de Esmoriz e Cortegaça.

CONCELHO DE PRAIA DA VITÓRIA, NOS AÇORES

Água de excelente qualidade em todas as zonas balneares

As oito zonas balneares do Concelho da Praia da Vitória são consideradas “Praias com Qualidade de Ouro” pela associação ambientalista Quercus, reconhecendo a excelência na qualidade das suas águas. Praia Grande, Prainha e Sargentos, na orla costeira da cidade, e Porto Martins, Riviera (Cabo da Praia), Escaleiras (Vila Nova), Biscoitos e Quatro Ribeiras foram distinguidas pela Quercus este ano, um galardão que surge na sequência da classificação de excelente nas análises este ano às águas destas zonas balneares.
Desde 2006, segundo uma nota informativa da Quercus, as zonas balneares do Concelho da Praia da Vitória têm vindo a receber nota muito positiva nas análises patrocinadas pela associação ambientalista.

 

Conheça o Projecto «Brasil das Águas»

O Brasil representa a maior reserva de água doce da Terra, em torno de 12% do total mundial. Entre Outubro de 2003 e Dezembro de 2004, o aviador Gérard Moss, na companhia da esposa Margi, coletaram 1.160 amostras de água doce de rios e lagos espalhados pelo vasto território brasileiro, utilizando um método inédito: um avião anfíbio. Em 2004, o projecto ganhou o Prêmio Ambiental Von Martius, na categoria Natureza, um belo reconhecimento da abrangência do empreendimento e do desafio de realizar tantos voos ousados.
 

Mais de 150 praias com falésias em risco, a maioria no Algarve

Mais de 150 zonas balneares têm este ano falésias em risco, a maioria na costa algarvia, onde no Inverno passado houve 20 desmoronamentos e este ano já foram necessários saneamentos controlados em cinco praias, por razões de segurança. De acordo com os dados fornecidos pelas diversas administrações regionais hidrográficas, as principais alterações do Inverno passado na costa portuguesa foram o recuo de alguns sectores de arriba sobretudo devido a quedas de blocos ou tombamentos.

 

Oceanos entraram num declínio «chocante»

Submetidos a uma série de pressões, desde o aumento das temperaturas à sobre-pesca, os oceanos entraram num declínio “chocante”, registando sintomas que antecedem as extinções em massa, adverte um relatório de um painel de especialistas.
Ao estudar os efeitos acumulados de todas as pressões, 27 especialistas de seis países – que se reuniram em Abril na Universidade de Oxford e cujo relatório é a síntese dos seus trabalhos – traçam um quadro muito preocupante.

 

Água de 55 praias portuguesas deixou de cumprir os critérios europeus mais rigorosos

A água das praias em Portugal continua boa para banhos mas já não tanto. No ano passado, a qualidade da água de 374 praias cumpriu os critérios europeus mais rigorosos, menos 55 do que em 2009, revela hoje a Agência Europeia para o Ambiente. Em 2010, a qualidade das águas balneares portuguesas continuou elevada, com 99,3 por cento das praias costeiras e 96 por cento das interiores a cumprir os requisitos mínimos exigidos pela legislação europeia, revela o relatório anual da Agência Europeia para o Ambiente (AEA). Estes valores para Portugal ultrapassam a média da União Europeia, com 92,1 por cento e 90,2 por cento, respectivamente.

Total: 510