Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




PRAIA DA VITÓRIA | AÇORES

Simulacro de derrame de combustível

A Câmara Municipal da Praia da Vitória, o Comando da Zona Aérea dos Açores, a Base Aérea Nº4, o 65th Air Base Wing (destacamento americano na Base das Lajes), a Capitania do Porto da Praia, a Polícia de Segurança Pública e os Bombeiros da Praia da Vitória realizaram, com sucesso, na manhã de quarta-feira, um exercício de resposta a um derrame de combustível no Tank Farm, o parque de combustíveis norte-americano localizado no Juncal.

O ECOSAL ATLANTIS em Marrocos

Entre 29 e 30 de Setembro decorreram as Jornadas do Sal Tradicional – Rota do Atlântico em Marrocos. O evento teve lugar na Faculdade Polidisciplinar de Larache. Além de investigadores universitários assistiram às Jornadas elementos de vários sectores relacionados com a produção, administração local e regional e organizações ligadas ao turismo.

TRANSPORTE FLUVIAL

O Danúbio está a secar

O Danúbio, o segundo maior rio da Europa, é um dos cursos de água menos navegáveis do continente. Apesar da Estratégia do Danúbio, que viu a luz do dia durante a presidência húngara da UE, a seca deste Verão resultou no nível de águas mais baixo de sempre que, por sua vez, provocou um enorme engarrafamento de tráfego.

 

Redes ilegais em águas italianas

Em 2002, a União Europeia proibiu as redes derivantes para proteger a fauna mediterrânica e indemnizou os pescadores. Mas para muitos deles, a pesca ao atum e ao espadarte é muito lucrativa. Assim, contornam a proibição com a ajuda da máfia.
Alguns depositaram-nas e consignaram-nas às autoridades, à semelhança de outros que entregaram as suas Colt e Winchester aos xerifes da cidade. Outros, impulsionados pela ilusão dos ganhos ou pela necessidade de sobrevivência, continuam a usá-las, escondidas junto aos cais dos portos tunisinos ou lançadas à vontade nas águas calabresas. As redes de pesca pelágica, conhecidas aqui como spadare porque serviam para capturar o atum e o espadarte, foram proibidas em 2002 pela União Europeia porque destroem o ambiente marinho. Em Itália são a primeira causa de morte dos cachalotes e golfinhos que são apanhados por estas paredes invisíveis.

Primeiro ferry híbrido a hidrogénio

O Hornblower Hybrid encontra-se equipado com motores eléctricos que geram uma potência de 1 400 CV. A energia eléctrica necessária ao funcionamento dos referidos motores é gerada a partir de gás de hidrogénio por uma célula de combustível de membrana de troca de protões (PEM). As mini-turbinas eólicas e os painéis fotovoltaicos instalados no deck desta embarcação ajudam igualmente à sua propulsão e, no caso de ser necessário, os seus geradores a diesel são accionados de modo a cobrir as necessidades adicionais de energia.

Investigadores de Coimbra avaliam a contaminação por dioxinas da fauna e flora marinha costeira

Um estudo pioneiro a nível internacional, realizado por uma equipa de investigadores dos Centros de Estudos Farmacêuticos (CEF) e de Ecologia Funcional (CFE) da Universidade de Coimbra (UC), determinou o teor de dioxinas presente na cadeia trófica (alimentar) estuarina.
 

ARTIGO DO «ABC» REVISITADO POR FERNANDO ALVES

A balada triste do Tejo

Toledo é Toledo graças ao Tejo. O rio cantado por Lope de Vega, por Camões também, muitos outros, traz nostalgia impregnada a nascente. Hoje, as ninfas já não se podem banhar nas águas do "Tajo", por mor do lixo que o conspurca.
Na TSF, Fernando Alves revisita artigo amargo do diário espanhol "ABC".

LIXO ESPACIAL EM ÁGUAS PROFUNDAS

Oceanos - Cemitérios de satélites

A 24 de Setembro deste ano o satélite não comandado UARS, da Agência Espacial Norte Americana, afundou-se algures no oceano Pacífico. Poucos dias depois, outro satélite decidiu repousar em águas profundas, desta feita no Índico.
Trata-se do satélite de pesquisa alemão Rosat, que reentrou na atmosfera terrestre sobre o Golfo de Bengala, no nordeste do Oceano Índico, a 25 de Outubro.

SEATWIRL

Novo sistema eólico offshore continua a produzir energia quando o vento cessa

O sistema experimental sueco SeaTwirl está desenhado para armazenar cineticamente a energia do vento até ser necessária. Desta forma, permite produzir energia mesmo quando o vento não está a soprar.
O topo do SeaTwirl é constituído por uma turbina eólica vertical que gira independentemente da direcção do vento. Esta é a única parte do sistema localizada acima da superfície da água.

NOVA ZELÂNDIA | COM VÍDEOS

Navio encalhado derrama combustível sobre recife

Um porta-contentores encalhado ao largo da costa da Nova Zelândia derramou combustível no mar. A Autoridade Marítima neozelandesa referiu que a fuga parece ter origem em condutas danificadas. O Ministro dos transportes Steven Joyce referiu que a situação é pior do que se pensava. Advertiu que o navio pode quebrar devido à sua posição precária no recife.

Poluição marítima já valeu mais de 700 mil euros em coimas

Mais de 700 mil euros de coimas por poluição marítima foram aplicadas em Portugal desde Outubro de 2000, quando entrou em vigor o Decreto-Lei 235/2000, isto segundo dados da Autoridade Marítima Portuguesa. O valor máximo de 2,5 milhões de euros nunca foi aplicado.

Retiradas duas toneladas de lixo das águas do porto da Horta

Numa acção de limpeza subaquática, organizada pelo Observatório do Mar dos Açores (OMA), foram retiradas cerca de duas toneladas de lixo das águas do porto da Horta, no passado sábado, segundo informou José Nuno Pereira, membro da OMA.

Critical monotoriza plataforma de energia das ondas e do vento na Dinamarca

A Critical Software, com sede em Coimbra, e a Critical Materials, empresa do grupo, estão a trabalhar no desenvolvimento de um sistema de tecnologias de informação que monitoriza a condição e saúde estrutural de uma plataforma marítima de geração de energia eléctrica, na Dinamarca.

O maior santuário do mundo para tubarões foi criado no Oceano Pacífico

O Governo das ilhas Marshall, no Pacífico, criou o maior santuário do mundo para tubarões, com cerca de dois milhões de quilómetros quadrados, ou seja, uma área quatro vezes maior do que a superfície de Espanha.
Este país com 68 mil habitantes vai proibir a pesca comercial ao tubarão e o comércio de todos os derivados de tubarão, como por exemplo as barbatanas. Além disso, os animais que forem capturados acidentalmente devem ser libertados ainda vivos e determinadas artes de pesca serão banidas destas águas. O santuário cobre uma área com 1.990,530 quilómetros quadrados.

COMPLETA UM ANO DE NAVEGAÇÃO ÀS 14:41 DE HOJE, 27 DE SETEMBRO, HORA DE PORTUGAL CONTINENTAL

A volta ao mundo num barco a energia solar

No mar desde 27 de Setembro de 2010, o barco Turanor Planetsolar completou a 6 de Março de 2011 metade da sua missão: dar a volta ao mundo usando para isso somente energia solar como fonte de energia (alimenta dois motores de cada lado do navio). A energia é captada pelos 825 módulos solares que ocupam 537 m 2 da superfície na embarcação com 31 metros de comprimento e 15 de largura. A experiência prossegue.

VÍDEO

EDP já tem eólica flutuante

Dentro de poucos dias será rebocada para o alto mar a primeira eólica flutuante do mundo, construída na Lisnave, em Setúbal, para a EDP.
O projecto de energia eólica WindFloat, da EDP, um investimento de 20 milhões de euros que vai ser testado na Póvoa de Varzim, poderá permitir a criação de cerca de «oito mil postos de trabalho» em Portugal.

NORMAS ENTRAM EM VIGOR A 1 DE JANEIRO DE 2013

Navios terão de reduzir poluição

A indústria naval e o sector de navegação terão de diminuir o consumo de energia dos seus navios e, por consequência, reduzir a libertação de poluentes e gases do efeito estufa na atmosfera, em especial o CO2, emitido pelas embarcações com a queima dos combustíveis. A determinação integra regulamentos instituídos nos últimos meses pela Organização Marítima Internacional (IMO), órgão das Nações Unidas que superintende a navegação comercial internacional. Essas normas entrarão em vigor a 1 de Janeiro de 2013.

HOJE, QUARTA-FEIRA

Predadores marinhos e oceanos em análise no Museu da Ciência da UC

Hoje, dia 21 de Setembro, o Museu da Ciência da Universidade de Coimbra (UC) promove o ciclo de conferências “Como podem os predadores marinhos proteger os oceanos”. Com início marcado para as 9h30, a iniciativa prolonga-se toda a manhã com várias sessões relacionadas com a biodiversidade. A entrada é livre.
Hábitos de cagarras, albatrozes, pinguins e leões marinhos serão tema de conversa deste ciclo de conferências. A iniciativa, organizada pela Bird Life Internacional e o Instituto do Mar, conta com o apoio do Museu da Ciência da UC, da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves e da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Mais de 100 a mandar na costa

Fustigada por ventos e marés e também pela acção do homem, a costa portuguesa continua a aguardar uma Estratégia Nacional, que tarda em sair. Prometida desde 2005 pelo ministro do Ambiente, a dita Estratégia seguiu esta semana para consulta junto da Comissão Interministerial para os Assuntos do Mar e do Conselho Nacional do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável. O objectivo é tê-la aprovada até ao Verão.

ESTUDO

Elevação do mar pode varrer do mapa praias da Califórnia

A elevação do nível do mar em consequência das mudanças climáticas pode fazer desaparecer algumas das praias mais conhecidas da Califórnia até ao final do século, junto com centenas de milhões de dólares em propriedades, segundo um novo estudo. "Se as praias desaparecerem, encolherem e erodirem, teremos menos turismo", disse Phillip King, professor-associado de economia da Universidade Estadual de San Francisco.

Total: 494