Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística


Comissão Europeia quer acabar com pesca de arrasto

A Comissão Europeia quer reforçar o sistema de licenças de pesca de profundidade, com o objetivo de eliminar as práticas de arrasto pelo fundo e as redes de emalhar fundeadas, o que poderá afetar os Açores e Madeira, noticia a agência Lusa. A proposta de Bruxelas prevê ainda financiamento para os ajustamentos necessários às novas práticas, que afetarão maioritária e diretamente navios franceses, espanhóis e portugueses.

PORTO DE SETÚBAL

Primeiro porto português com estatuto ECOPORT

A European Sea Port Organization (ESPO), via EcoPorts Foundation, reconheceu a excelência da qualidade ambiental na Baía de Setúbal, passando o Porto de Setúbal a integrar a rede europeia de “ECOPORTS”, após criteriosa análise que compara e distingue as melhores práticas ambientais em zonas portuárias.

Especialistas criticam novo plano para o litoral

Ao cabo de dois anos de intervenções praticamente paradas no litoral, devido sobretudo a constrangimentos financeiros, alguns especialistas nacionais consideram que a aprovação de uma linha orientadora do Plano de Acção de Protecção e Valorização do Litoral 2012-2015 é positiva, «seja ela qual for». Apresentado no fim de Maio. o documento, que revê o Plano de Acção do Litoral 2007-2013, contempla um total de 303 acções, das quais 55 (18 por cento) são de prioridade máxima.

Ruivaco está salvo e de boa saúde!

Ainda é cedo para dizer que o ruivaco já não está ameaçado. Mas, pelo menos, um ano depois da reintrodução deste peixe no rio Alcabrichel, há garantia de que o futuro está praticamente garantido. Agora há espécies em cativeiro, para além de que tem havido trabalho de recuperação das margens do rio. O ruivaco habita este rio no oeste - concelho de Torres Vedras - há 5 milhões de anos. E por causa da poluição dos últimos anos foi necessária uma operação de repovoamento.

HOJE, 12 DE JULHO

Serralves debate o tema «Oceanos»

Integrado no ciclo «Serralves e a Conferência Rio+20 – Economia Verde e Desenvolvimento Sustentável», decorre hoje, 12 de Julho, um debate sobre o tema dos Oceanos, contando com intervenções de Luís Valente de Oliveira, Rui Azevedo e António Sarmento, e a moderação de Ana Teresa Lehmann.

FUNCHAL

Exercício de combate à poluição no mar

Durante a manhä de dia 4, a Capitania do Porto do Funchal realizou umexercício de combate à poluiçäo do mar por hidrocarbonetos, junto ao cais sul do porto do Funchal. Tratou-se de um exercício de familiarização dos operadores realizado em colaboração com a Administração dos Portosda Madeira, APRAM SA, treinando o estabelecimento do 3.º grau de prontidão para combater um acidente de poluição do mar em espaço portuário, conforme previsto no plano “Mar Limpo”.

PARA IPHONE E ANDROID

Bandeira Azul lança aplicação com praias galardoadas

O Programa Bandeira Azul lançou a primeira aplicação mobile para iPhone e Android que dá a conhecer todas as praias e marinas galardoadas com Bandeira Azul em Portugal. O programa tem como objectivo elevar o grau de consciencialização dos cidadãos para protecção do ambiente marinho e costeiro e incentivar a realização de acções que levem à resolução dos problemas aí existentes.
A aplicação Bandeira Azul não tem qualquer custo e foi desenvolvida com apoio da Fundação Vodafone Portugal.

Guarapari, a cidade que ganha com os naufrágios

Guarapari está localizada ao sul de Vitória, capital do Estado do Espírito Santo (Brasil), fazendo parte integrante de sua região metropolitana. É caracterizada por um belíssimo litoral, banhado por águas claras, e propícias ao mergulho e à pesca. O "Victory 8B" não é o único navio que virou atracção para os mergulhadores, na região.

Greenpeace trava um dos maiores pesqueiros do mundo em porto holandês

Activistas da organização ecologista Greenpeace impediram quinta-feira, dia 28, a saída de um dos maiores navios pesqueiros do mundo de um porto holandês em direcção à Austrália, suspendendo-se do navio e colocando correntes em redor das hélices.
O FV Margiris, que deveria ter partido para pescar a Sul da ilha da Tasmânia, foi bloqueado por uma equipa da organização ecologista internacional no porto holandês de Ijmuiden, segundo a Greenpeace.

AÇORES

Potencial marinho deve ser gerido com consensos

Os Açores têm 44 áreas marinhas protegidas, que permitem actividades economicamente proveitosas e novas valências marítimo-turisticas, afirmou Frederico Cardigos, direCtor regional dos Assuntos do Mar, defendendo a importância de consensos nesta matéria.
"Desde o Corvo até Santa Maria, têm nascido indicações de que as áreas marinhas protegidas podem ser a resposta para alguns dos conflitos latentes e os resultados são extraordinariamente interessantes", frisou Frederigo Cardigos, acrescentando que o Governo Regional não quer que estas áreas marinhas sejam um ponto de discórdia, mas que gerem "consensos" num processo participativo.

MADEIRA

Livro fala sobre franca recuperação de lobos-marinhos

Os lobos-marinhos da Madeira, região onde a colónia destes animais está “em franca recuperação”, são os protagonistas de um novo livro assinado pela bióloga Rosa Pires destinado a divulgar a espécie e a ensinar como interagir com ela.

Porto de Vigo impulsiona uso de gás natural como combustível marítimo

O presidente da Autoridade Portuária de Vigo, Ignacio Lopez-Chaves, e o director-geral da Gás Natural Serviços, Josep Codorniu, assinaram um acordo pioneiro na União Europeia, para analisar a introdução de gás natural como combustível para todo o tipo de barcos com o objectivo de reduzir o impacto ambiental do transporte marítimo.

CONFERÊNCIA HOJE, 25 DE JUNHO, NO OCEANÁRIO DE LISBOA

«Urbanismo Azul – perspectivas únicas sobre a cidade à beira-mar»

A iniciativa Construção Sustentável e o Oceanário de Lisboa promovem, a 25 de Junho, pelas 18h00, a conferência “Urbanismo Azul”, integrada no ciclo de conferências Human Habitat, uma série de seis encontros com especialistas internacionais em que o urbanismo e a sustentabilidade merecem especial destaque. O acesso é livre mediante pré-inscrição.

Diques são solução para o Baixo Vouga lagunar

Dar continuidade ao projecto de proteção do Baixo Vouga Lagunar (BVL) e concluir o dique é uma das soluções apontadas por um estudo elaborado no âmbito do programa Erasmus e apresentado no workshop “Dois Temas: Gestão da Água e Intervenção Territorial Integrada”, realizado na última semana, em Estarreja, no âmbito do projecto F:ACTS.

É preciso «estratégia mais coerente» para gerir recursos oceânicos

O director do Departamento de Oceanografia e Pescas (DOP) da Universidade dos Açores recomendou hoje ao Governo uma “estratégia mais coerente” para proteger os recursos marinhos e da plataforma continental português.
As riquezas existentes na enorme extensão de oceano sob a responsabilidade de Portugal obrigam a que o país tenha que definir uma estratégia que garanta uma exploração sustentável e assegure a defesa dos interesses económicos nacionais, sustentou Hélder Silva, na véspera da conferência do Rio de Janeiro sobre Ambiente (Rio+20), onde será debatida a gestão dos oceanos.

DIA MUNDIAL DO AMBIENTE

APSS no caminho das boas práticas ambientais

A estratégia de desenvolvimento da APSS assenta na gestão equilibrada dos recursos numa perspectiva de longo prazo e orientada por modelos que integram as dimensões económica, ambiental e social. É uma empresa com um Sistema de Gestão Ambiental certificado pela Lloyd´s Register Quality Assurance LRQA, de acordo com a NP EN ISO 14001:2006, sendo a mais abrangente certificação na matéria no panorama marítimo-portuário nacional.

PORTO DE SETÚBAL

Doca das Fontainhas com oleão

A APSS colocou ao serviço dos utentes da Doca das Fontainhas do Porto de Setúbal um oleão dotado com as mais recentes tecnologias de segurança contra derrames, como a construção em duplo casco do reservatório e a montagem de retentores de escorrências. Foi igualmente construída uma cobertura para minimizar os efeitos das condições atmosféricas adversas.

400 milhões de euros para combater erosão costeira

O novo Plano de Acção de Protecção e Valorização do Litoral (PAPVL) a aplicar até 2015 prevê 303 ações, das quais 153 serão de prioridades máxima e elevada, e um investimento global superior a 400 milhões de euros.
Segundo o documento, elaborado pela Associação Portuguesa do Ambiente e ao qual a Agência Lusa teve acesso, estão previstas tipologias de intervenção de defesa costeira e zonas de risco; estudos, gestão e monitorização; planos de intervenção e projectos de requalificação.

Quercus atribui «Qualidade de Ouro» à Praia Vasco da Gama

A Praia Vasco da Gama, da responsabilidade da Administração do Porto de Sines, obteve a distinção de praia com “Qualidade de Ouro 2012” atribuída pela Quercus às zonas balneares que se destacam por, durante um período de 5 anos (2007 a 2011), terem tido sistematicamente os melhores resultados em termos de qualidade da água balnear, de acordo com os indicadores disponibilizados pelo Instituto da Água, ao abrigo da legislação nacional e comunitária em vigor.

Ministério do Ambiente quer monitorização mais rigorosa do litoral

A ministra do Ambiente pretende apostar numa monitorização mais rigorosa da orla costeira, definindo como prioridade a segurança de pessoas e bens e a prevenção de riscos nas arribas.
A ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território, Assunção Cristas, afirmou que o Plano de Acção de Valorização e Protecção do Litoral 2012-2015 quer assegurar que as acções de intervenção definidas sejam concretizadas.

Total: 419
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 [14] 15 16 17 18 19 20 21