Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

ANOS 20-30

A Publicidade e as Artes Gráficas

Uma das manifestações mais emblemáticas deste fascínio pela máquina observou-se nas artes gráficas. Cartazes publicitários e capas de revista exprimem essa influência pelo predomínio de formas geométricas, ora abstractas, ora esquemáticas, aludindo directa ou indirectamente aos novos engenhos, e particularmente à energia do futuro a Electricidade. Esta, o último tipo de energia a ser desenvolvido na viragem do século, vai inspirar explicitamente o design de posters publicitários onde avultam configurações radiais e em zig zag que estabelecem analogias com o Sol e o faiscar do relâmpago.

Por outro lado, estas formas angulosas e geometrizadas, constituem uma clara evocação de muitos maquinismos e da aparência do metal e das suas propriedades. A forma humana, particularmente a da figura feminina, surge estilizada, num contraste evidente com a sinuosidade que havia marcado, vinte anos antes, a sua representação com a Arte Nova. Esta tendência constituía naturalmente uma alusão manifesta ao aerodinamismo e à velocidade.

O advento de uma sociedade de consumo nos EUA e na Europa promove, entre os estratos sociais mais abastados, o hábito das viagens. A viagem de lazer, pela novidade que constituía, tornou-se ela própria símbolo de uma época desejosa de esquecer os horrores da Grande Guerra. A necessidade de conquistar este jovem mercado, lucrativo e prometedor tornou as companhias de transporte – marítimo, ferroviário e aéreo – clientes privilegiados das agências publicitárias. O universo dos transportes constituiu, assim, um dos temas mais importantes da produção publicitária deste período.

FONTE
 







Artigos relacionados:

  • A viagem inaugural do Normandie
  • Ocean Liner Society considerou-o «o transatlântico do século»
  • A máquina símbolo de libertação e evasão