Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

AÇORES

Governo vai intervir na reorganização dos portos da Lagoa

O governo dos Açores e a câmara municipal da Lagoa acordaram as condições para a celebração de um protocolo de cooperação e de direito de utilização das infraestruturas de apoio aos portos de pesca da Caloura e dos Carneiros.

O objetivo do acordo, que tem origem em contatos prévios entre a autarquia e a Lotaçor, passa por melhorar as condições de operação e de segurança nos portos e garantir a optimização das infraestruturas existentes dinamizando assim as zonas envolventes.

Nesse sentido, a secretaria regional do Mar e das Pescas, através da Lotaçor, disponibilizará o espaço onde funciona o posto de turismo na Caloura, que é atualmente gerido pela câmara municipal, ficando essa responsável, para colaboração, na manutenção do edificado desse porto.

Já em relação ao porto dos Carneiros, na freguesia de Nossa Senhora do Rosário, a câmara municipal cederá o direito de utilização de todas as casas de aprestos e parte da zona envolvente para que a Lotaçor possa reorganizar os espaços e, assim, também, permitir que o ponto de recolha possa ser deslocalizado do antigo edifício da lota para a zona de operação do porto, ficando o antigo edifício sob a gestão da autarquia para que possam ser desenvolvidas outras atividades de interesse municipal.

Com este acordo será possível criar as condições para uma melhor utilização dos espaços, dinamizar as zonas envolventes e promover a segurança de circulação de pessoas e viaturas.

Na reunião que estabeleceu o acordado marcaram presença o secretário regional do Mar e das Pescas, Manuel São João, acompanhado pelo delegado de ilha, Paulo Medeiros, bem como a presidente e vice-presidente da autarquia, Cristina Calisto e Frederico Sousa, respetivamente.

fonte