Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

UNIVERSIDADE DE AVEIRO

Vai nascer uma unidade do ECOMARE para impulsionar a economia do mar

A criação do novo Centro de Inovação e Tecnologia em Aquacultura (CITAQUA), que vai incorporar dois inovadores laboratórios, foi financiada em sete milhões de euros, verba que chega do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). A apresentação pública do Projecto aconteceu quarta-feira, dia nacional do mar, e teve como convidados o ministro da Economia e do Mar, o Secretário de Estado do Mar e outros membros envolvidos no desenvolvimento desta nova unidade.

Depois da visita às instalações do ECOMARE, por parte dos membros do governo, Ricardo Calado, investigador do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), apresentou o projeto referente ao CITAQUA, “uma infraestrutura focada na bioeconomia azul” que combina duas qualidades: a conservação e a utilização de recursos biológicos.

Ricardo Calado explicou que este “é um projeto que tem vindo a ser maturado ao longo de vários anos” e que tem como objetivo prestar serviços a empresas e autoridades com responsabilidade no setor do mar e dos recursos aquáticos. O Centro será instalado na antiga depuradora de bivalves, recinto da Docapesca e, como salientou o investigador, a “requalificação do edifício é uma tentativa de valorizar o que já existe, aproveitando uma infraestrutura com uma localização privilegiada”.

Espera-se que em 2025 os Laboratórios estejam já operacionais para prestar serviços “às empresas, aos setores do estado que têm essa necessidade e, acima de tudo, prontos para dar o seu contributo para a resiliência que procuramos para a nossa economia”, disse Ricardo Calado.

“Aqui está a ser feita aquilo que é a economia do mar”

O Ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva, discursou de seguida e realçou o papel que a Universidade de Aveiro (UA) tem tido na área do mar, considerando que a “UA é uma das grandes instituições que temos no país e o ECOMARE é sem dúvida um projeto emblemático de grande valor, conhecido no espaço europeu e internacional”.

António Costa Silva explicou que o Governo tem trabalhado para ter uma “economia mais sustentável e resiliente” e, por isso, tudo o que está relacionado com a “economia do mar é absolutamente decisivo para o futuro”. Quando ao novo projeto, diz ver “um potencial imenso no trabalho que está a ser realizado” e que este projeto será “construtor do futuro”.

Com os olhos postos no futuro, o Ministro disse acreditar que “aquilo que vai salvar a espécie humana contra as alterações climáticas é a nossa capacidade de criar, inovar, desenvolver ideias novas”, deixando uma mensagem final: “temos que trabalhar sempre todos em conjunto, construir plataformas colaborativas, como a Universidade de Aveiro tem feito em múltiplas áreas. O ECOMARE é um exemplo, e é assim que faremos face aos problemas do futuro”.