Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




ENTREVISTA A MIGUEL VIANA

Energia eólica offshore será uma tecnologia central

0 plano de negócios 2021-2025 da EDP assume o investimento de 1,5 mil milhões de euros em projetos renováveis no oceano até 2025, lembrou Miguel Viana, diretor de sustentabilidade da EDP, parceira do Jornal de Negócios na iniciativa "Mar Sustentável".
A EDP já está a apostar forte na fonte inesgotável de recursos energéticos que o mar representa.

Chineses da CALB planeiam fábrica de baterias para carros eléctricos em Sines

Portugal assinou um memorando de entendimento com a empresa CALB, da China, para a construção de uma fábrica de baterias para carros eléctricos em Sines. O ministro da Economia confirmou, no parlamento, que o Governo está a negociar um investimento internacional para a primeira gigafactory em solo português.

António Costa Silva respondia a deputados durante uma audição sobre o Orçamento do Estado para 2023. Não identificou o promotor, mas a China Aviation Lithium Battery Tecnology (CALB), cotada na bolsa de Hong Kong, já notificou as autoridades locais de que assinou a 3 de Novembro um memorando de entendimento com uma empresa controlada pela Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), responsável pela atracção de investimento estrangeiro, e que gere a Zona Industrial e Logística de Sines (ZILS).

SINES

NeoGreen Portugal investe 1.000 milhões em fábrica de hidrogénio

Unidade de produção de hidrogénio 'verde' e combustíveis derivados ficará instalada na Zona Industrial e Logística de Sines. Contrato de reserva de direito de superfície é assinado esta segunda-feira em Lisboa.

De acordo com a aicep Global Parques, o investimento, superior a 1.000 milhões de euros, resulta de uma colaboração empresarial entre a NeoGreen Hydrogen Corp (Canadá) e a portuguesa Frequent Summer S. A., para a instalação de um complexo “eletrolisador de mais de 500MW [megawatts]”.

PORTO DE SETÚBAL

Etermar integra candidatura internacional nas energias renováveis

O Porto de Setúbal vê a Etermar Engenharia e Construção S.A., empresa da CPS - Comunidade Portuária de Setúbal, constituir-se como uma das parceiras da multinacional alemã de energias renováveis BayWa r.e., num projeto eólico, o primeiro não subsidiado no mundo, para o qual foi apresentada uma candidatura oficial junto do Governo de Portugal.

Embaixadora dos EUA em Portugal:

Portugal é «forte parceiro dos EUA na energia»

A Embaixadora dos EUA em Portugal, Randi Charno Levine, considera que Portugal é "um forte parceiro no domínio da energia", partilhando a visão estratégica do Governo do Presidente Joe Biden sobre esta matéria.

Em declarações à Lusa - nas vésperas das eleições intercalares nos Estados Unidos, marcadas para dia 08 de novembro -- a embaixadora mostrou-se confiante nos benefícios para a Europa de uma estratégia energética que valorize o papel de Portugal como plataforma de distribuição, numa visão apoiada pelo seu Governo.

Projecto eólico offshore de 2,5 mil milhões tem portugueses a bordo

Uma energética alemã está interessada em desenvolver uma mega-central eólica marítima (offshore) ao largo de Viana do Castelo. O projeto da BayWa conta com uma potência de 600 megawatts (MW) e um total de 30 turbinas num investimento previsto de 2,5 mil milhões de euros. A companhia pretende iniciar a construção em 2025 para o projeto arrancar em 2028.

Portugal, Espanha e França anunciam Corredor de Energia Verde

O Presidente francês, Emmanuel Macron, deixou cair os obstáculos ao gasoduto ibérico, que deverá transportar combustível do Porto de Sines até à Europa central.

O acordo, anunciado esta quinta-eira por António Costa e pelo Primeiro-Ministro espanhol, Pedro Sánchez, permite estender o gasoduto que já liga Sines a Celorico da Beira. A partir daqui serão construídos mais 86km, até à fronteira com Espanha, e o governo espanhol assegura a construção do segmento do gasoduto até Zamora, e depois até Barcelona.

Os três governos chamam-lhe "corredor verde" e destina-se sobretudo a transportar hidrogénio verde, podendo também garantir o fornecimento de gás natural.

Sines tem condições para produzir «2 gigawatts» de energia renovável

O Secretário de Estado do Mar, José Maria Costa, considera que Sines tem condições para vir a produzir "cerca de dois Gigawatts (GW)" de energias renováveis oceânicas, contribuindo para a transição energética em curso.

"Sines poderá almejar vir a ter nos próximos tempos cerca de dois GW de energias renováveis oceânicas que é também um fator muito importante de desenvolvimento daquilo que são as alterações climáticas e da transição que estamos a fazer em termos energéticos", disse.

Suecos vão «surfar» ondas portuguesas para produzir electricidade

Arranca, no final de Outubro, um projecto pioneiro na costa de Viana do Castelo para produzir electricidade a partir das ondas do mar, no sentido de a injectar na rede como acontece com outras energias renováveis.

A empresa sueca CorPower Ocean vai começar a “surfar” as ondas portuguesas em busca de eletricidade a partir do final deste mês, lançando ao mar o seu primeiro conversor de energia das ondas C4 Wave Energy Converter (C4 WEC).

Corpower instala âncora para a sua primeira unidade de energia das ondas em Portugal

A sueca Corpower, juntamente com a Maersk e a Dieseko, instalaram em águas portuguesas a primeira âncora que fará parte do projeto de demonstração de energia das ondas HiWave 5.

A âncora foi submersa a 4 quilómetros da Aguçadora, na região Norte de Portugal, sendo um dos componentes do projeto HiWave 5, e servindo para fixar os conversores de energia das ondas que a Corpower irá testar.

Produção de hidrogénio e amónia verdes em Sines avança com contratação da NextChem

O MadoquaPower2X, consórcio liderado pela empresa portuguesa Madoqua Renewables para desenvolver e operar uma unidade de produção integrada de hidrogénio renovável e amónia verde em Sines, assinou, em Milão, um contrato de serviços de engenharia com a empresa NextChem que faz parte do grupo italiano Maire Tecnimont S.p.A.

O objetivo dos serviços de engenharia inclui estudos iniciais, revisão tecnológica e de processos, análise de modularidade e logística, bem como “front end loading” da engenharia necessária para as autorizações e licenciamento do projeto. O acordo foi assinado durante a feira GasTech, na presença do Secretário de Estado do Ambiente e Energia, João Galamba.

Sines avança com a criação de uma Comunidade de Energia Renovável

O município de Sines vai criar, em conjunto com a Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS) e a aicep Global Parques, uma Comunidade de Energia Renovável com vista à sustentabilidade energética deste território.

O projecto, que surge no âmbito da Transição Energética, permite a partilha de energia produzida no seio da comunidade entre os seus membros, com uma significativa redução de custos de energia, podendo agregar entidades públicas e privadas no seu seio.

Conferência «O potencial transformador das energias renováveis: O caso das energias marinhas»

Decorre esta segunda-feira, 19 de setembro, entre as 14 e as 17h, a Conferência Final do Projeto OceanTrans, intitulada “O potencial transformador das energias renováveis: O caso das energias marinhas”.

Esta conferência visa compreender como o desenvolvimento das novas tecnologias renováveis pode contribuir para a transformação industrial e perceber as oportunidades e desafios que daí decorrem para os países e regiões. Para tal, iremos debater com um painel de reconhecidos especialistas e representantes de instâncias governamentais nacionais e europeias, os principais resultados do projeto OceanTrans e suas implicações tanto em termos teóricos, como de estratégia empresarial e política industrial.

ANÁLISE NOVO BANCO

Porto de Sines tem «posicionamento geoestratégico» no gás natural

O departamento de Estratégia e Research Económico do Novo Banco considera que o Porto de Sines tem um “posicionamento estratégico” no transporte e distribuição de gás natural.

“O terminal de Sines desempenha importantes funções, permitindo a recepção e descarga de navios metaneiros de qualquer origem; a posterior armazenagem do GNL [gás natural liquefeito]; e a emissão para a Rede Nacional de Transporte de Gás Natural (RNTGN)”.

ADRAL promove Complexo Portuário, Logístico e Industrial de Sines em Milão

A apresentação da ZILS - Zona Industrial e Logística de Sines, que corporiza a prioridade portuguesa de transição energética, é mote da presença da aicep Global Parques e da ADRAL - Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, através da iniciativa Invest in Alentejo, na Gastech 2022, até esta quinta-feira, 8 de Setembro, em Milão.

Esta é a maior reunião global da indústria de gás natural, GNL, hidrogénio e soluções de baixo carbono, que conta com a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Energia, João Galamba, e do CEO da aicep Global Parques, Filipe Costa, como orador no painel "Transição Energética: apresentação de projetos regionais".

Portugal poderá reexportar gás natural a partir de Sines em poucos meses

O Secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Tiago Antunes, explicou que esta poderá ser uma alternativa a mais breve trecho, uma vez que o gasoduto que ligará a Península Ibérica à Europa Central "levará alguns anos a concretizar".

O Secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Tiago Antunes, disse ao jornal Público que a operação é passível de ser posta em andamento dentro de alguns meses. O gasoduto que ligará a Península Ibérica à Europa Central "levará alguns anos a concretizar, mas temos uma solução mais de curto prazo que passa pela utilização do Porto de Sines e através deste, via transshipment, fornecer [gás natural] ao resto da Europa, através de navios mais pequenos", disse o governante, explicando que "o Porto de Sines, pela sua localização geográfica estratégica, pode ter um papel muito importante na diversificação das fontes de abastecimento de gás para o centro da Europa".
 

Governo insiste em Portugal como «porta de entrada» da energia na Europa

O Secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Tiago Antunes, reiterou esta terça-feira que "este é o momento" de Portugal e o Porto de Sines serem a "porta de entrada de energia" na Europa, para reduzir a dependência da Rússia.

Em declarações à agência Lusa e à SIC na Ribeira Grande, durante o Summer Cemp da Comissão Europeia que está a decorrer na ilha açoriana de São Miguel, Tiago Antunes defendeu que a "concretização das interligações energéticas entre Portugal, Espanha e o resto da Europa" é "uma coisa quase óbvia no contexto geopolítico" atual.

Portugal é um dos países emergentes nas energias do mar

Os anos de 2020 e 2021 foram os melhores de sempre ao nível das energias do mar (ou energias offshore), sobretudo por causa da produção através do vento. Portugal é um dos países europeus emergentes neste domínio e a Europa é o continente com maior número de instalações, mas a China está a ganhar terreno e é a nação que está a registar o maior avanço há quatro anos consecutivos, como mostra o relatório anual do Conselho Global de Energia Eólica.

LNEG integra consórcio europeu HyFuelUp

O LNEG integra o consórcio europeu “HyFuelUp”, liderado pelo Laboratório Colaborativo para as Biorrefinarias, financiado pelo Programa Horizonte Europa em 10,2 Milhões que irá demonstrar uma tecnologia inovadora para a produção de gás natural renovável (biometano) a partir de resíduos.

Além do LNEG, o consórcio liderado pelo CoLAB BIOREF inclui mais três entidades nacionais (Instituto Politécnico de Portalegre, e as empresas Circle Molecule e Dourogás Renovável) e seis entidades públicas e privadas da Alemanha, Espanha, Grécia, Reino Unido e Suíça. A instalação desta tecnologia inovadora vai ocorrer em Tondela, distrito de Viseu.

ANTÓNIO COSTA:

Gasoduto em Portugal já tem percurso definido e trabalhos estão «muito avançados»

O Primeiro-Ministro garantiu esta sexta-feira que o percurso português do gasoduto para o centro da Europa já está definido, estando os “trabalhos muito avançados”, e assegurou que a Península Ibérica pode substituir "grande parte" do gás importado da Rússia.

“Nós temos os trabalhos muito avançados: são cerca de, creio, 160 quilómetros entre Celorico da Beira e o ponto da fronteira onde amarramos com a rede espanhola”, sublinhou António Costa aos jornalistas sobre as declarações feitas na quinta-feira pelo chanceler alemão, Olaf Scholz, que apelou à construção de um gasoduto entre Portugal e o centro da Europa.

Total: 205
[1] 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11