Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Cruzeiros com resultados recorde em 2012

O movimento de cruzeiros está a ter este ano resultados recorde nos portos nacionais, que em 2011 receberam globalmente 850 escalas de navios movimentando mais de 1,2 milhões de passageiros.

Na semana finda, o porto de Lisboa recebeu nove navios de cruzeiros com 17 mil passageiros, e o do Funchal recebeu 17 navios com 31 mil passageiros. Lisboa prevê fechar o ano com 322 escalas totalizando 522 mil passageiros, mais 20 mil que em 2011. O porto de Funchal prevê chegar aos 600 mil passageiros com 340 escalas.

O porto de Leixões duplicou este ano a atividade, registando 73 escalas de cruzeiros com 80 mil passageiros. O crescimento estende-se aos portos dos Açores, que receberam 124 navios com 105 mil passageiros.

A única exceção é o porto de Portimão, que sofreu uma queda acentuada (com apenas 30 cruzeiros desde o início do ano, quando em 2011 recebeu 60). O porto turístico do Algarve sofreu com as greves portuárias, que obrigaram a cancelar até 15 escalas de cruzeiros.
Cobrar 1 euro por tripulante e 3 euros por passageiro embarcado

O único 'senão' à atratividade dos portos portugueses junto dos cruzeiristas são as taxas em vigor desde janeiro de 2011 nos portos do continente: cada tripulante tem de pagar 1 euro se quiser vir a terra. passageiros em trânsito pagam 2 euros e passageiros embarcados ou desembarcados pagam 3 euros. Este dinheiro é integralmente destinado ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

"Esta taxa não se aplica em mais sítio nenhum do mundo, e muitos entregam o dinheiro em sacos de plástico ou chapéus como forma de protesto", refere Andreia Ventura, administradora do Porto de Lisboa.

fonte