Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

PORTIMÃO: GREVE DE FUNCIONÁRIOS DO IPTM SEM FIM À VISTA

Turistas vão continuar a não desembarcar

Os cinco navios escalados para atracarem no porto de Portimão esta semana não vão poder desembarcar os cerca de quatro mil turistas na cidade devido à greve dos trabalhadores do Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM). Sindicato garante que só levanta a greve quando houver diálogo da parte do Governo.

"A greve vai continuar por tempo indeterminado", assume ao Correio da Manhã Fernando Oliveira, do Sindicato Nacional dos Trabalhadores das Administrações e Juntas Portuárias. Segundo o sindicalista, estão a reivindicar o pagamento da remuneração acessória, que "o Governo não pagou porque meteu no mesmo saco dos subsídios de férias e do 13º mês, quando não é igual".

"Até que o Governo se sente à mesa para negociar, não paramos a greve, até porque tem havido uma grande falta de diálogo da parte deles", queixa-se.

A greve está a ser feita às horas extraordinárias e à polivalência, mas o dirigente sindical diz que no final de Setembro "poderá haver paralisações gerais".

Para esta semana estavam planeados chegar cinco navios: o ‘Aríon’, o ‘Star Flyer’, o ‘Silver Explorer’, o ‘Adónia’ e o ‘Grand Mistral’, o que totalizam cerca de quatro mil passageiros que não vão desembarcar em Portimão, para desespero dos comerciantes do porto (ver peça em baixo) e não só, até porque toda a cidade vai ser afectada. Até ao final do mês estão escalados mais dois navios, o ‘Rotterdam’ (dia 25) e o ‘Thomson Spirit’ (dia 30), e em Outubro estão previstos sete navios.

COMERCIANTES COM QUEBRAS DE MILHARES

Os comerciantes do porto de Portimão estão desesperados com a situação e realçam que estão a perder milhares de euros diariamente.

"A minha loja só abre quando há escalas, mas eu pago a renda o ano inteiro. Por cada dia que não desembarcam turistas, perco uma média de 600 euros", diz ao CM Ana Marques, proprietária de uma loja de artesanato no porto. Já Teresa Pires, gerente de uma loja duty- free, assume que esta semana terá "um prejuízo de cerca de 50 mil euros", caso a greve dos trabalhadores do IPTM se mantenha.

DOSSIER COM NOTÍCIAS REFERENTES AO PORTO DE PORTIMÃO







Artigos relacionados:

  • Cruzeiros trazem 50 mil turistas em 2012
  • 17 deixas a José Pedro Soares
  • 17 deixas a Luís Monteiro
  • Melhoramentos no Porto de Portimão são urgentes