Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

17 deixas a José António Modesto

José António Modesto, 49 anos, reside em Leça da Palmeira. Desempenha o cargo deMarketing-Sales / Agência de Navegação – Ibero Linhas. O blogger e habitual colaborador do portal da APP é casado, tem um filho; aceitou o repto para reagir às 17 deixas que lhe propusemos.

Há mar e mar… Há ir e voltar... partida para alguns...e chegada para outros...falo de navios claro.

Quando o mar bate na rocha…É um espectáculo de rara beleza...imaginem o bater do Mar no navio.

O mar enrola na areia? Ninguém sabe o que ele diz...antes disso falou com todos os navios que cruzam o Mar.

Quem vai ao mar…Raramente perde o lugar. Ganha-o sempre.

Velocidade cruzeiro ... Apostar no mar...Já, agora, ontem e sempre a velocidade de cruzeiro.

Morrer na praia…Voltar à essência, o Mar.

Ah, todo o cais é uma saudade de pedra! ... um lugar mágico, rico em vozes.

Blogar é preciso? ... Nem se pergunta, Sempre.

Ir ao fundo e voltar ... Desemprego, esse flagelo.

Matosinhos é uma Nação? ... É, sempre e com o seu Porto de Mar, o meu Porto de Leixões.

Modesto à parte… Sinto-me Feliz, partilhar é um dom, uma Obrigação...sinto-me feliz.

A pior viagem da minha vida ... O Partir do meu Anjo, o meu saudoso Pai, ele um amante do shipping.

Santos vícios ... Fotografias a navios.

O diabo em pessoa ... Quase “tudo”, os navios Não.

Data para esquecer ... A Morte...o navegar sem ter um porto onde recolher.

Sem perdão ... O dasaparecimento da nossa majestosa frota de navios.

Põe-me nos píncaros ... Não é preciso...deixem-me navegar.
 







Artigos relacionados:

  • 17 deixas a Luís Monteiro
  • 17 deixas a Joaquim Sotto Maior
  • 17 deixas a António Nabo Martins
  • 17 deixas a Luís Sousa
  • 17 deixas a Ricardo Paulo
  • 17 deixas a Vítor Caldeirinha
  • 17 deixas a Belmar da Costa
  • 17 deixas a Eduardo Cabrita
  • 17 deixas a Fernando Ribeiro e Castro