Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.

Notícias

MANUEL DA FONSECA

Tejo que levas as águas

Tejo que levas as águas
Correndo de par em par
Lava a cidade de mágoas
Leva as mágoas para o mar

Lava-a de crimes espantos
De roubos fomes terror
Lava a cidade de quantos
Do ódio fingem amor

Lava bancos e empresas
Dos comedores de dinheiro
Que dos salários de tristeza
Arrecadam lucro inteiro

Lava palácios vivendas
Casebres bairros de lata
Leva negócios e rendas
Que a uns farta a outros mata


Leva nas águas as grades
De aço e silêncio forjadas
Deixa soltar-se a verdade
Das bocas amordaçadas

Lava avenidas de vícios
Vielas de amores venais
Lava albergues e hospícios
Cadeias e hospitais

Afoga empenhos favores
Vãs glórias ocas palmas
Leva o poder de uns senhores
Que compram corpos e almas

Das damas de amor comprado
Desata abraços de lodo
Rostos corpos destroçados
Lava-os com sal e iodo

Tejo que levas as águas
Correndo de par em par
Lava a cidade de mágoas
Leva as mágoas para o mar.

Manuel da Fonseca
«Tejo que levas as águas»

(In Poemas Completos, 1975, p. 69)







Artigos relacionados:

  • Fica mais triste o coração da água
  • A cidade onde desenho teu rosto com sol e Tejo
  • Do Mar para a Terra
  • O Tejo é mais belo
  • JORGE LUIS BORGES - Quem é o Mar?
  • Mar e Lua
  • Mar
  • Coisa amar
  • Tejo
  • Oceano Nox | Antero de Quental
  • Fundo do Mar | Sophia de Mello Breyner Andresen
  • Vozes do Mar | Florbela Espanca
  • El mar triste
  • «Mar» | Federico García Lorca
  • Metade da minha alma é feita de maresia
  • Ode Marítima, de Álvaro de Campos
  • Solstício de Verão às 17:16
  • Olhando o mar, sonho sem ter de quê
  • Mar Português
  • Três poemas chegam ao Porto de Santos