Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

EM ALMADA, ATÉ DOMINGO, 20 DE MAIO

Submarino «Barracuda» abriu como museu

O antigo submarino militar "Barracuda" iniciou, a 12 de Maio, a sua missão civil, como núcleo museológico, em Almada, ficando aberto a visitas ao público, provisoriamente ainda em água junto a um pontão de Cacilhas, disse à Lusa fonte da Marinha.
"Ficará em exposição até 20 de Maio, no âmbito das comemorações do Dia da Marinha, já em Almada. Mas completamente pronto, em terra e com a acessibilidade facilitada para os visitantes, só no final de 2013", explicou o porta-voz da Armada, Santos Fernandes.

Depois de 40 anos ao serviço da Marinha, o "Barracuda" passou ao estado de desarmamento em agosto de 2010 e vai agora constituir um núcleo museológico aberto ao público, a instalar na zona ribeirinha do Farol de Cacilhas.
A chegada do navio insere-se nas comemorações do Dia da Marinha, assinalado a 20 de Maio, e que este ano decorrem precisamente em Almada.

Trata-se de um projeto conjunto da Marinha Portuguesa e da Câmara Municipal de Almada, segundo o protocolo assinado em 2011 entre as duas partes.

O "Barracuda", desativado em 2009, vai ficar instalado em Cacilhas junto à Fragata D. Fernando II e Glória, constituindo um "polo museológico" do Museu da Marinha.
"Para já, segue para Almada e nos próximos meses ainda terá de ser preparado, assim como o local em que ficará exposto, para as novas funções", sublinhou Santos Fernandes.
A partir de 2013, o "Barracuda" ficará totalmente equipado como se ainda estivesse pronto para missões de navegação, sendo apenas sujeito a alterações que permitam aos visitantes de todas as idades fazer a visita em segurança.

O protocolo, que tem uma duração de cinco anos, renovado por períodos de dois, assenta, numa primeira fase, na colocação do submarino na doca, processo que envolve a prévia dragagem do canal de acesso, a limpeza e beneficiação da doca e a montagem de picadeiros.
A segunda fase será destinada à abertura ao público, envolvendo o fecho definitivo da doca e o seu esvaziamento, a montagem do submarino sobre os picadeiros, o arranjo das zonas envolventes e a musealização do "Barracuda".

A terceira fase prevê o "projeto, construção e abertura ao público de um edifício que sirva de antecâmara e apoio à exposição permanente do Barracuda e da Fragata D. Fernando II e Glória, a localizar na área de influência das duas docas, com finalização a médio prazo".

A Marinha e o Ministério da Defesa Nacional estão a negociar com a Câmara de Viana do Castelo a possibilidade de idêntica iniciativa para o submarino "Delfim", igualmente desmantelado e previsto para aquele município minhoto.
 

VISITE OS RECURSOS DA APLOP (ASSOCIAÇÃO DOS PORTOS DE LÍNGUA PORTUGUESA), NA WEB
 

 

 







Artigos relacionados:

  • Barracuda passa a submarino-museu após mais de 40 anos ao serviço da Marinha