Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Madeira acolhe 68% do movimento de passageiros de cruzeiros do país

Funchal, 27 abr (Lusa) - O porto do Funchal confirmou o seu estatuto de capital dos cruzeiros no primeiro trimestre, assumindo-se como aquele com maior número de escalas e de passageiros de navios de cruzeiros, ao representar 68 por cento do total dos passageiros.

Os portos portugueses registaram de janeiro a março 165 escalas, mais
38 que um ano antes. Nestes três meses passaram por Portugal a bordo de
navios de cruzeiro 304.332 passageiros-turistas, o que se traduz num acréscimo
de 24,9 por cento em relação ao primeiro trimestre de 2011, ou seja mais
60.712 passageiros.

Pela Madeira passaram 207.412 passageiros-turistas, mais 16 por cento
do que no ano anterior, tendo o porto madeirense recebido mais 29.600 passageiros
nestes primeiros três meses do ano. A Madeira é, assim, responsável por
68 por cento dos passageiros-turistas que passaram por portos portugueses,
pois Lisboa registou 35 escalas e 69.983 passageiros.

Os navios que aportam Lisboa e a Madeira são os de maior dimensão, pois
em média transportam mil e novecentos passageiros, com os portos de Leixões
e dos Açores a registarem médias mais baixas.

De acordo com os dados da Administração de Portos da Madeira, o Funchal
registou 105 escalas no primeiro trimestre do ano, o que representa um acréscimo
de 17 por cento, ou seja, mais 16 escalas do que em igual período do ano
anterior.

O porto de Lisboa registou uma subida de 52 por cento no número de escalas
e de 51 por cento no número de passageiros, recebendo 22,9 por cento de
todos os passageiros que passaram por território português.

O porto de Leixões tem vindo a conquistar mais escalas e passageiros,
embora nos primeiros três meses do ano tenha registado a presença de quatro
navios, que transportaram 4.775 passageiros-turistas. Leixões dobrou o número
de escalas e viu crescer em 179 por cento o número de passageiros.

Nos Açores foram registadas 21 escalas, mais oito que em igual período
do ano passado. Com registo da passagem de 22.162 passageiros, os portos
açorianos registaram uma subida de 22 por cento.

Em 2011 os portos portugueses registaram 848 escalas, com os navios
de cruzeiro a transportarem 1.216.636 passageiros, com o Funchal a receber
540.180 passageiros, 44 por cento de todos os turistas que visitaram Portugal,
com Lisboa na segunda posição, com 502.644 passageiros.