Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.

Notícias

Embarcações Tradicionais do Estuário do Tejo em destaque no Pavilhão do Conhecimento

No âmbito da Exposição “O mar é fixe mas não é só peixe”, o Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva levou a cabo mais um dia temático denominado “Tardes Oceânicas”. Esta iniciativa, dedicada ao “Titanic e a história da construção naval”, decorreu nos dias 14 e 15 de Abril e contou com a participação activa da Associação Naval Sarilhense (ANS).

A colaboração envolveu a organização conjunta de uma exposição dedicada à construção naval e às embarcações tradicionais do Estuário do Tejo. Para além de miniaturas de embarcações, artefactos náuticas, ferramentas de construção naval e fotografias, os visitantes tiveram a oportunidade de contactar com uma embarcação tradicional viva (Catraio “Vela Latina”, propriedade da ANS), exposta no exterior do Pavilhão do Conhecimento. Houve ainda lugar a uma palestra sobre o processo construção de embarcações tradicionais, proferida pelo Mestre Jaime Ferreira da Costa, do Estaleiro Naval de Sarilhos Pequenos.

Esta exposição foi visitada por largas centenas de crianças, jovens e adultos, pelo que ANS prestou um importante contributo para a disseminação do conhecimento e para a aproximação da comunidade em relação ao património marítimo-fluvial do Estuário do Tejo, em particular das suas embarcações tradicionais.

Na perspectiva de Cláudia Velhas, da Equipa Educativa do Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva, “a colaboração da ANS foi uma forte componente nas Tardes Oceânicas, tendo permitido divulgar para junto do nosso público a história e o processo de construção das embarcações tradicionais do Estuário do Tejo, assim como partilhar a sua sabedoria e paixão por estas embarcações. O impacto foi bastante positivo e a ANS está de parabéns pelo seu trabalho“.


 


 

VISITE OS RECURSOS DA APLOP (ASSOCIAÇÃO DOS PORTOS DE LÍNGUA PORTUGUESA), NA WEB
 

 







Artigos relacionados:

  • Estaleiros Navais de Viana deverão conhecer futuro até final do mês
  • Exposição sobre Embarcações Tradicionais do Estuário do Tejo
  • Embarcações tradicionais enchem de cor o Porto de Lisboa
  • Workshop «Desafios à Sustentabilidade do Património Marítimo-Fluvial do Estuário do Tejo»
  • Porto de Lisboa apoia 1.º Concurso de Fotografia «Olhares sobre o património ribeirinho»
  • Câmara promove Curso de Pinturas Tradicionais em Embarcações