Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

MANUEL PINTO DE ABREU:

«O mar tem uma capacidade muito superior a tudo o que fazemos em terra»

Manuel Pinto de Abreu tem a seu cargo a maior Zona Económica Exclusiva da Europa e em breve passará a ter ainda os direitos de exploração e gestão exclusiva de outro tanto, prefazendo um total de quase 400 milhões de hectares, o equivalente à Índia. E tem muito claro o que fazer com tanto mar. Oficial da Marinha na reserva, licenciado em Ciências Militares Navais e Oceanologia, acredita que é no fundo dos oceanos que está o “ovo de Colombo”. Não para a sua geração, mas para os seus netos, a biotecnologia azul pode ser o futuro de Portugal. E são muitos os investidores estrangeiros de olho nas águas nacionais. A pesca é apenas uma ínfima parte da riqueza e aquela que está mais à superfície. Abaixo do solo, petróleo, gás e minérios.

Num exemplo, o secretário de Estado conta que uma amostra retirada de um planalto no fundo do mar português revela uma riqueza potencial igual a metade das minas de Neves Corvo, no Alentejo, das maiores do mundo em cobre. E há dezenas de planaltos iguais a este.

ENTREVISTA AO DIÁRIO "I"


 

~

VISITE OS RECURSOS DA APLOP (ASSOCIAÇÃO DOS PORTOS DE LÍNGUA PORTUGUESA), NA WEB
 

 







Artigos relacionados:

  • «Mar pode render 60 mil milhões por ano em cobre, cobalto e níquel»
  • «O exemplo de Sesimbra tem que ser seguido pelos outros»
  • Secretário de Estado do Mar celebrou Dia do Pescador em Olhão