Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

PARA MELHORAR COMPETITIVIDADE

Ministro da Economia quer ligação entre Porto de Aveiro e Espanha

O Ministro da Economia reafirmou na Universidade de Aveiro o empenho do Governo em apostar numa linha de mercadorias entre o Porto de Aveiro e Espanha.

Álvaro Santos Pereira explicou a importância do projecto ao tomar parte no encerramento da conferência "Aprender a crescer com a crise", realizada na terça-feira.

A ligação ferroviária é um dos caminhos apontados pelo governante para o País reforçar a sua capacidade exportadora.


“A intenção do governo é exactamente criar uma linha de mercadorias desde o Porto de Aveiro que ligue depois Salamanca a Irúm, a outra que já está considerada neste quadro comunitário de apoio que vai de Sines, Lisboa, para cima também até Irúm. Porque é que isto é importante? Ás vezes as pessoas não percebem bem qual é a importância de apostar numa linha de mercadorias. É muito simples. No séc. XIX Portugal e Espanha decidiram ir por um caminho diferente da Europa. Foi o tamanho das linhas de comboios, que se chama bitola, é de um tamanho diferente do resto da Europa.

O que se passa é que os comboios quando vão de Portugal e Espanha para o resto da Europa chegam à fronteira de Espanha e França têm de parar para mudar de bitola. Ora, tem de haver um transvaso destas mercadorias, é tempo e dinheiro que se perde, tornando as nossas mercadorias mais caras, e é por isso mesmo que temos insistido muito para a necessidade de termos linhas de bitola europeia que permitam as nossas empresas de saírem do Porto de Aveiro, ou de Sines, ou de outras partes do país, e serem ligadas à Europa para serem mais competitivas”, explicou o governante.

fonte

 







Artigos relacionados:

  • A ligação Aveiro além Salamanca