Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.

Notícias

A guerra da amêijoa

Todas as semanas são retiradas do Tejo toneladas de amêijoas. A Polícia Marítima luta contra a apanha ilegal dos bivalves.

Ao fim de duas semanas de observações, os agentes da Polícia Marítima têm o alvo identificado. Uma praia no Barreiro, onde já se fizeram várias operações de combate à apanha ilegal de amêijoa, está de novo repleta de mergulhadores . É um negócio de milhares de euros, e nem o facto de o marisco estar contaminado por perigosas toxinas os faz desistir.

"Um bom apanhador pode fazer até oito mil euros por mês. Ainda que as coimas sejam elevadas para quem é apanhado, os valores envolvidos neste negócio tornam difícil acabar com esta actividade ilegal", conta o agente Amândio Bonacho, que se prepara para tripular a lancha ‘Ria Formosa’ da capitania de Lisboa para o Barreiro.

CONTINUE A LER ESTA REPORTAGEM AQUI
 







Artigos relacionados:

  • 700 quilos de amêijoa devolvidos ao rio Tejo
  • Marinha apreende 1800 quilos de amêijoa pescada ilegalmente