Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.

Notícias

CONTERRÂNEOS RECEBEM COMANDANTE DO COSTA CONCORDIA COMO UM HERÓI

«Não fumo, não bebo, não me drogo»

Apesar de ter passado o tempo ideal para a aplicação do teste de álcool em Schettino, quando foi submetido aos exames toxicológicos, afirmou: "Não fumo, não bebo, não me drogo".

Schettino, o 'capitão covarde', como é chamado por muitos, colocou a Itália nas capas dos jornais numa posição vergonhosa, segundo os analistas, que insistem na proibição das 'saudações' dos cruzeiros italianos que se aproximam tanto da costa, pondo os navios em perigo.

O governo italiano já antecipou que vai proibir este costume no tráfego marítimo do país, considerado 'um negócio muito importante'.

Enquanto isso, o capitão do navio chegou escoltado por carabineiros na quarta-feira a seu povoado, Meta di Sorrento (Campana), onde foi recebido por multidões, já que é considerado um herói.

Lá, além de família e amigos, era esperado por sua mulher, Fabiola Russo, que gritou aos repórteres: "Desgraçados!".

A população local apoia seu capitão e há até quem defenda o abandono do navio por Schettino quando ainda restavam passageiros à espera de serem evacuados.

"Ele não fugiu, desceu apenas para avaliar os danos. Além disso, evitou uma tragédia, poderia ter sido pior", afirmou seu cunhado, Maurilio Russo.

Até o pároco do povoado, Don Gennaro, que nos próximos dias irá visitar o capitão para expressar sua solidariedade, considerou que Schettino foi "massacrado".

O capitão, que abandonou o navio a sua própria sorte uma hora depois do acidente e que ao chegar a terra firme ligou para a mãe, para depois contemplar a embarcação afundando de uma rocha da ilha de Giglio, teve sorte.

A juíza de Grosseto, Valeria Montesarchio, determinou sua prisão domiciliar contrariando a opinião do promotor-chefe da localidade italiana, Francesco Verusio, que pediu a prisão preventiva do polêmico marinheiro.

O promotor vai recorrer da decisão da juíza porque "o capitão foi ruim na manobra, no abandono do navio, por não ter comandado as operações de resgate e por não ter dado nenhuma ordem".


Meta di Sorrento







Artigos relacionados:

  • «Volta para bordo, porra!»
  • Dominika, a bailarina que defende o comandante
  • Oficial que repreendeu comandante de navio vira herói em Itália
  • T-shirts com a frase «Volte a bordo, c!» à venda em Itália
  • Familiar de vítima do Titanic sobrevive a naufrágio do Costa Concordia
  • Portugueses reprogramam férias em cruzeiros
  • Titanic italiano afunda acções da Carnival
  • Tamanho de navios dificulta resgate em naufrágios
  • ONU equaciona mudar regra marítima após naufrágio na Itália
  • Juíza argentina de 72 anos nadou para escapar de naufrágio
  • Antonello Tievoli, protagonista involuntário da tragédia
  • Medo de uma «bomba ecológica» faz a ilha de Giglio tremer
  • Ouça o telefonema polémico do comandante do Costa Concordia
  • Uma hora de grande tensão transcrita na íntegra
  • Marido salvou Nicole Servel antes de desaparecer
  • Tripulação vestiu coletes antes dos passageiros
  • Mulher estava numa caixa de magia durante naufrágio
  • As últimas horas a bordo do Concordia
  • Comandante do Costa Concordia colocado em prisão domiciliária
  • Cronologia dos principais acidentes marítimos desde o Titanic
  • Sobe para cinco número de mortos em acidente do Costa Concordia
  • «Parece-me óbvio que foi um enorme erro humano», diz ministro italiano
  • Detido comandante do navio que naufragou
  • Onze portugueses estavam a bordo do navio que encalhou
  • Sobreviventes do «Costa Concordia» escapam em salva-vidas
  • Conselho Europeu de Cruzeiros anuncia investigação «completa e exaustiva» do naufrágio
  • Carnival expressa «profunda tristeza» pela «terrível tragédia»
  • Costa Concordia, um palácio flutuante
  • Passageiros portugueses criticam comandante
  • Os piores naufrágios ocorridos na Europa, nos últimos 20 anos
  • Oito mortos em evacuação de navio de cruzeiro que encalhou
  • Costa Concordia embateu no cais do Porto de Palermo
  • Tragédia às portas do paraíso