Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

MIGUEL ESTEVES CARDOSO

Bendito chicharro

O nome do chicharro ajuda a mantê-lo desconhecido por quem não percebe nada de peixe - e logo benditamente barato.O chicharro é um dos poucos peixes que as pessoas que gostam mesmo de peixe dizem, com orgulho, ser o melhor peixe que há. Obriga-nos a encolher os ombros, como quem não concorda, mas concede que é capaz de ser.

O nome do chicharro ajuda a mantê-lo desconhecido por quem não percebe nada de peixe - e logo benditamente barato. Acho que é de propósito. Os pescadores - que comem todos os chicharros que puderem, vendendo apenas aqueles que as barrigas já não admitem - deram-lhes um nome pouco apelativo, como fizeram à chaputa, ao peixe-porco e ao rascaço. Só no caso do rascaço é que lhes saiu o tiro pela culatra. Nas curvas ascendentes do carapau, que começa lindamente no "jaquinzinho", cai com o carapau pequeno, levanta-se com o carapau-carapau (atingindo a glória quando é carapau dourado), o chicharro é a acumulação de todas as qualidades e o cume da "carapauzice".

Quando Lineu classifica um bicho com um nome repetido (o pargo legítimo é pagrus pagrus) é porque não tem dúvidas. Ao chicharro, comparado com outros carapaus, chamou ele, em 1758, trachurus trachurus. Como quem diz duh...

O chicharro é gordinho e branquinho, com sabor de mar, de noz e de manteiga, criticando, com exemplos de melhorias úteis, a secura e a dureza do carapau mais estúpido que não sobreviveu ao Verão.

Não é raimoso, como a cavala, nem azulão, como a sarda. Não segue o caminho até ao mais gordo dos atuns.

O chicharro é o carapau teimoso que continua a ser.

fonte
 
LEIA TAMBÉM: NOITE DO CHICHARRO 2010


Traineira "Vivicajo" com uma carga de Chicharro







Artigos relacionados:

  • As sardinhas de 2016