Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Americano é íntimo de tubarões e prova a sua coragem em fotos

O americano Jim Abernethy, de 53 anos e 35 anos de experiência no trato com tubarões, mostra que não tem medo de chegar perto desses perigosos predadores marinhos. "Descobri que, se os tratamos com respeito, eles ganham confiança e aproximam-se", disse Abernethy, autor de fotos que retratam os tubarões a uma proximidade impressionante. "Criei um laço de confiança com eles", afirma.

Algumas das fotos estão no livro 'Sharks - Up Close' ('Tubarões - De perto'), feito por Abernethy e vendido em seu site. No livro, o autor expressa seu "amor por essas criaturas incompreendidas".

"Dedico minha vida a eles. Passo 320 dias por ano no meu barco, fazendo expedições em alto-mar. Removo anzóis e parasitas de seus corpos. Eles ficam confortáveis na minha presença", relatou o fotógrafo em entrevista à BBC Brasil. "Com 15 deles, tenho uma relação similar à que as pessoas têm com seus cachorros".

Abernethy tem uma empresa que oferece passeios de mergulho na Flórida e aluga seu barco para que fotógrafos e documentaristas produzam imagens da vida marinha. Ele também diz trabalhar em conjunto com grupos conservacionistas para combater a caça predatória dos tubarões.

Mas ele já foi atacado uma vez por um dos predadores, em janeiro. "Um tubarão me confundiu com um peixe e me mordeu no braço", contou. Porém, o fato não o desestimulou a proteger os animais.
"Estou bem e vou me recuperar. Enquanto isso, milhares de tubarões não têm a mesma sorte e morrem diariamente de forma cruel, desmembrados enquanto ainda estão vivos", destaca.

fonte







Artigos relacionados:

  • O maior santuário do mundo para tubarões foi criado no Oceano Pacífico
  • Águas territoriais das Bahamas declaradas Santuário de Tubarões
  • Tubarões avistados no Algarve são boa notícia para a costa portuguesa
  • Águas territoriais das Bahamas declaradas Santuário de Tubarões
  • Novo Centro de Mergulho na ilha de Santa Maria
  • Almoce com tubarões ao seu lado