Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Terminal Multiusos Zona 2 do Porto de Setúbal bate recorde em 2011

O Terminal Multiusos Zona 2 do Porto de Setúbal, concessionado à Sadoport, prepara-se para superar, pela primeira vez, a marca de 1 milhão de toneladas movimentadas, prevendo-se que atinja, no final de 2011, um recorde absoluto de cerca de 1,2 milhões de toneladas, contra as 864 mil toneladas verificadas em 2010.

Este registo deve-se ao crescimento da carga contentorizada, com 568 mil toneladas movimentadas de Janeiro a Outubro de 2011, e da carga geral fraccionada, com 380 mil toneladas movimentadas no mesmo período. Releve-se que, destes totais, 850 mil toneladas correspondem a mercadoria exportada, ou seja, a percentagem de exportação atinge cerca de 89,5%.

São resultados encorajadores a que não são alheias as apostas feitas no terminal no sentido de melhorar a oferta aos clientes com a vinda de novas linhas regulares e ligações para novos destinos, bem como, o facto de o terminal estar servido por excelentes acessibilidades directas a todo o país e Espanha, quer rodoviárias, como a ligação à A2, quer ferroviárias, com ligações aos principais centros logísticos.