Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

PRAIA DA VITÓRIA | AÇORES

Simulacro de derrame de combustível

A Câmara Municipal da Praia da Vitória, o Comando da Zona Aérea dos Açores, a Base Aérea Nº4, o 65th Air Base Wing (destacamento americano na Base das Lajes), a Capitania do Porto da Praia, a Polícia de Segurança Pública e os Bombeiros da Praia da Vitória realizaram, com sucesso, na manhã de quarta-feira, um exercício de resposta a um derrame de combustível no Tank Farm, o parque de combustíveis norte-americano localizado no Juncal.

O simulacro testou a capacidade de resposta conjunta destas entidades a um acidente naquela infra-estrutura, tendo por base um cenário de derrame provocado por uma derrocada no local originada por um tremor de terra. No exercício, o derrame extravasava o tanque de contenção envolvente ao tanque de combustível e afectava o paul e a baía da Praia.

Ao final da manhã, Victor Berbereira, do Departamento de Ambiente da Força Aérea norte-americana, adiantou aos jornalistas que a resposta tinha correspondido às expectativas, demonstrando existirem condições para a primeira resposta a um acidente desta natureza.

O responsável, falando em nome das entidades envolvidas, explicou que, após o alerta, os meios humanos e materiais estavam no terreno e na água pouco menos de 60 minutos após a ocorrência.

Adiantou que o simulacro teve por base um cenário cuja probabilidade de ocorrência é diminuta, mas que permitiu testar sobretudo a cooperação e eficácia das várias entidades envolvidas.

Victor Berbereira explicou ainda aos jornalistas que as equipas provaram estar preparadas para responder e conter o derrame na baía da Praia, até à chegada de apoio exterior, que será sempre necessário numa situação desta natureza.

No exercício estiveram envolvidos mais de 150 responsáveis e operacionais, assim como diversos veículos e equipamentos marítimos e terrestres.

O posto de comando móvel foi instalado no miradouro da Serra do Facho, onde se concentraram responsáveis da Câmara Municipal, do Serviço Municipal de Protecção Civil, do Comando Aéreo dos Açores, da Base Aérea Nº4, da Capitania do Porto da Praia, do Destacamento Americano 65th Air Base Wing, da Polícia de Segurança Pública e dos Bombeiros da Praia da Vitória e da Base das Lajes, assim como representantes e agentes com intervenção em matéria de Protecção Civil.

Os operacionais e equipamentos das várias entidades envolvidas intervieram nas operações que decorreram entre o Tank Farm e a Marina da Praia da Vitória.

FONTE