Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

TERMINA ESTE DOMINGO, NA GARE MARÍTIMA DE ALCÂNTARA

Exposição sobre Embarcações Tradicionais do Estuário do Tejo

A história, as memórias e as vivências das embarcações tradicionais do Estuário do Tejo são o tema de uma Exposição organizada pela Associação Naval Sarilhense, com o apoio da Administração do Porto de Lisboa, no emblemático Salão Almada Negreiros – Gare Marítima de Alcântara.

Com esta exposição de embarcações, fotografias e artefactos náuticos pretende-se divulgar ao público o património marítimo-fluvial do Estuário do Tejo, na sua dupla vertente material e imaterial. Um património que constitui a marca indelével de uma relação histórica das povoações ribeirinhas com o Tejo. Gentes que fizeram deste estuário o seu modo de vida, gentes cujas vidas se confundem e são marcadas pelas cadências do Tejo e pelas vivências por este propiciadas.

Na vertente material, as embarcações tradicionais do Estuário do Tejo (Fragatas, Varinos, Botes, Faluas, Canoas e Catraios) apresentam-se como os principais elementos patrimoniais simbolicamente representativos de uma cultura ribeirinha e da identidade local dos territórios ribeirinhos. A beleza dos seus traços, a imponência do seu velame, a leveza das suas formas, o contraste das cores garridas, a delicadeza e minúcia dos motivos florais, a vivência a bordo, são elementos distintivos destas embarcações que constituem o tema central da exposição.

A Exposição “Embarcações Tradicionais do Estuário do Tejo: história, memórias, vivências” está patente ao público entre os dias 3 e 13 de Novembro (14h00-18h00), com entrada livre. As visitas são acompanhadas em permanência por representantes da Associação Naval Sarilhense e por antigos Arrais Fragateiros, profundos conhecedores destas embarcações tradicionais e testemunhos vivos da cultura ribeirinha que lhes está intrínseca.
 







Artigos relacionados:

  • De Olho nas Aves do Tejo
  • Portugal recupera barcos tradicionais
  • A balada triste do Tejo
  • Workshop «Desafios à Sustentabilidade do Património Marítimo-Fluvial do Estuário do Tejo»
  • Abertura do Açude da Caldeira da Moita
  • «Invincible» no Tejo
  • A Voz do Farol - Sentinela do Tejo
  • Agora dedica-se a preservar canoas do Tejo
  • Forte de S. Julião da Barra
  • No Tejo com boas ideias
  • Porto de Lisboa apoia 1.º Concurso de Fotografia «Olhares sobre o património ribeirinho»
  • Tejo recebe Dakar dos mares
  • Grupo de Golfinhos-comuns avistado no Estuário do Tejo
  • Os guardiões da Barra do Tejo
  • Dia da Marinha do Tejo
  • Olhai que há tanto tempo que, cantando | O vosso Tejo e os vossos lusitanos
  • Da Chata do Tejo à Rasca da Ericeira...
  • Regata de homenagem às Mulheres do Tejo
  • CRISTO-REI INAUGURADO A 17 DE MAIO DE 1959
  • Sessão de debate «Tejo a Pé, naturalmente»
  • Relatório de Actividades da Marinha do Tejo em 2010
  • Estuário do Tejo quer mais turistas
  • APL apresentou estudo sectorial a integrar no Plano de Ordenamento do Estuário do Tejo
  • Folheando o «Diário de Lisboa» de 11 de Abril de 1955
  • Aproveitamento dos recursos do estuário do Tejo no Fórum do Mar
  • Grupo de instituições promove o rio Tejo como produto turístico
  • Lisboa recebe Isabel II, Rainha de Inglaterra
  • Isabel II, Rainha de Inglaterra, entrou em Lisboa pelo Tejo
  • Câmara promove Curso de Pinturas Tradicionais em Embarcações
  • Publicamos vários vídeos do dia da inauguração
  • Hidroavião Yankee Clipper afunda-se no Tejo