Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

TIAGO PITTA E CUNHA:

«Temos de olhar para o mar como um todo»

"Penso que não houve uma data em que o país acordasse e dissesse 'o cluster do mar é estratégico para a economia portuguesa’. Depois de um longo período de esquecimento, estamos como que a despertar gradualmente para essa importância. Mais concretamente, houve um desaparecimento da percepção da importância do mar nos últimos 30 a 40 anos, após a revolução de 1974, por força, entre outras razões, da forte associação do mar com o regime do Estado Novo. Nesse despertar há um marco importante, que é a Expo 98, não tanto do ponto de vista económico, mas mais do ponto de vista da modernidade e da identidade nacional. O mar regressa à agenda nacional não já ligado ao passado dos 'heróis do mar', mas associado ao futuro.

ENTREVISTA DE TIAGO PITTA E CUNHA AO "DIÁRIO ECONÓMICO"
 







Artigos relacionados:

  • Conferência «Economia do Mar - Uma Parceria para a Competitividade»
  • Edição de Julho já disponível
  • «A nossa nova fronteira é o mar profundo»
  • Empreendedorismo no mar exige menos burocracias
  • «Portugal pode reinventar-se apostando no mar»