Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

MADEIRA

Tripulantes dos navios de cruzeiro: discretos, mas bons consumidores

As tripulações dos navios de cruzeiro que escalam a Madeira são clientes habituais do comércio tradicional da baixa do Funchal, sobretudo da zona histórica, havendo já neste momento lojas que anunciam descontos dirigidos a este tipo de público.

Esta quinta-feira, 27 de Outubro, estiveram ancorados no Porto do Funchal o "Independence of de Seas" e o estreante "Ryndam", navios que trouxeram um total de 5400 turistas e 2018 tripulantes.

Cientes que as tripulações são bons clientes do comércio tradicional, algumas lojas da Zona Velha da Cidade afixaram anúncios divulgando descontos, dirigidos aos trabalhadores dos navios que estavam no porto.

Normalmente, fala-se mais do impacto dos passageiros dos navios de cruzeiro na economia regional que hoje está avaliado em 50 milhões de euros. No entanto, há um outro nicho que são os tripulantes que são grandes consumidores de artigos de vestuário, sapataria e... Nossas Senhoras de Fátima, entre outros.

São clientes que, por vezes, pernoitam nas residenciais e pensões da baixa da cidade e que vão à procura dos restaurantes mais modestos.

Calcula-se que no ano passado, mais de 150 mil tripulantes de navios tenham estado no Porto do Funchal, um nicho de mercado discreto, mas bem acolhido pelo comércio tradicional funchalense.

POR: ANA GOUVEIA (APRAM)