Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

CARLOS LOPES:

«NATALIA A permitirá estreitar a ligação do Porto de Setúbal ao Médio Oriente»

O Porto de Setúbal passou a receber, desde o final de Setembro, um novo navio com ligações ao Médio Oriente, de forma a aumentar “significativamente a oferta do porto aos clientes e operadores”. Carlos Lopes, presidente do Conselho de Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS), afirma que o novo serviço oferecido pelo “Natalia A” vai permitir “estreitar a ligação do porto de Setúbal ao Médio Oriente”.

O “Natalia A” junta-se assim ao “Vento di Zéfiro”, Vento de Tramontana” e “Vento di Nortada” na lista de navios afetos à linha que liga a Turquia ao Egipto, à Síria e ao Líbano. O porto de Setúbal fica, com este novo navio, ligado a Beirute e Istambul, oferecendo uma “melhor alternativa para as empresas da região que pretendam exportar ou importar, não tendo de se deslocar a outros portos”, afirma Carlos Lopes.

“Esta melhoria significa mais e melhor oferta, mais destinos e uma maior rentabilização das infra estruturas portuárias existentes”, admite Carlos Lopes, afirmando “ser ainda impossível avaliar o aumento do volume de carga que advirá do novo navio”. O presidente do Conselho de Administração da APSS declara ainda a intenção de “atrair investimento por parte dos operadores”, de forma a “reduzir o tempo de trânsito das mercadorias”.

A oferta proporcionada pelo novo serviço, em termos de transbordo, vai englobar ligações com portos da Turquia, Itália, Grécia, Turquia, Egipto e Marrocos. Carlos Lopes afirma que “a vinda de novas ligações e a melhoria das já existentes servem os propósitos da APSS em dinamizar a atividade no porto de Setúbal”. O presidente da APSS declara a medida da Administração em “manter inalterados os valores de taxa de uso do Porto relativa à carga no ano de 2012, de forma a tornar ainda mais aliciante o Porto de Setúbal, tanto para armadores como clientes".

FONTE: CARGO