Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

XIII CONGRESSO DA APAT

Transitários facturam 1,5 mil milhões

O sector transitário nacional teve, em 2010, um volume de negócios de perto de 1,5 mil milhões de euros, o que corresponde a cerca de 0,9% do PIB desse ano, situado nos 169 mil milhões de euros. Esta é uma das conclusões de um estudo baseado em informações da D&B Informa, apresentado no XIII Congresso Nacional de Transitários, que decorreu a semana passada em Tróia.

De acordo com os valores apresentados, a maioria das empresas participantes (101) está localizada no Grande Porto, seguido de Lisboa (95), Açores (20), Setúbal (11), Madeira (8), Algarve (2) e outras (9), sendo o tipo de actividade maioritária o transporte (169), seguido pelos agentes aduaneiros (43) e pelo transporte rodoviário (15).
Existe o número considerável de empresas que iniciaram a sua actividade na década de 90, tendo, ao longo das últimas décadas, registado-se uma queda acentuada ao nível de novas empresas.

Em termos de colaboradores, o sector emprega hoje cerca de 6.000 pessoas, numa média de 24 por empresa. Estas empresas empregam sobretudo colaboradores do sexo masculino(87%).

FONTE: LOGÍSTICA MODERNA
 







Artigos relacionados:

  • Governo disponível para rever Estatuto dos transitários