Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

«HORTA / LES SABLES CHALLENGE»

Iate francês na Horta para estabelecer recorde na ligação marítima à vela a Sables d’ Olonne

Aportou ontem, segunda-feira, à Marina da Horta um dos mais destacados velejadores mundiais da actualidade, Arnaud Boissières, com um dos veleiros mais renomados da Classe IMOCA de 60 pés (18,28 metros), o «AKENA Vérandas», iate com o qual o aventureiro francês irá participar na próxima edição da famosa regata Vendée Globe, que largará da cidade de Les Sables d’Olonne a 11 de Novembro do próximo ano de 2012.

O veleiro «AKENA Vérandas» zarpa da ilha do Faial (Açores) esta semana (quarta ou quinta-feira, 10 ou 11 de Agosto), em plena festa da SEMANA DO MAR, com o objectivo de estabelecer uma marca de referência na ligação marítima à vela, em solitário, entre a Horta e a “capital” da vela internacional – a cidade francesa de Les Sables d’Olonne, na Região da Vendée – marca que ficará em aberto para outros iates, no futuro, tentarem superar, neste percurso com 1.270 milhas náuticas que passará a constituir-se em «Horta / Les Sables Challenge».

Arnaud Boissières, que já tomou parte na Vendée Globe de 2008/2009, prova que conseguiu terminar no sétimo lugar, com outra embarcação com o mesmo nome (na altura apenas 11 chegaram à linha de meta, num ano em que 19 iates ficaram pelo caminho…), foi o “padrinho” da regata Les Sables / Horta / Les Sables para embarcações da Classe de 40 pés na sua edição de 2009. Esta mesma competição – recorde-se – viveu já neste ano de 2011 mais uma course, com triunfo final de Stéphane Le Diraison, no veleiro «Bureau Veritas», com apenas 25 segundos de vantagem, após 2.540 milhas de navegação, sobre Yannick Bestavan, skipper do «Aquarelle.com» (que havia vencido a primeira etapa à chegada à Horta).

A vinda do «AKENA Vérandas» aos Açores é, aliás, por estes dias, notícia principal de entrada na página oficial da regata Vendée Globe na Internet (www.vendeeglobe.org/fr), na qual se dá conta que Arnaud Boissières se encontra a preparar a próxima participação na Transat Jacques Vabre, prova em que fará equipa com o velejador Gérald Véniard, que também se encontra agora na Horta.

Arnaud Boissières, como se disse, é um dos 19 pré-inscritos (27 é o número máximo admitido) para a Vendée Globe de 2012/2013, regata de solitários em monocascos que se disputa de quatro em quatro anos e que teve o seu arranque em 1989. Esta course tem reforçado de edição para edição a sua imagem de verdadeira lenda das competições náuticas internacionais, cobrindo de glória não só os respectivos vencedores, mas de uma forma geral todos os participantes, tal a exigência de um percurso de volta ao mundo de 24.840 milhas (mais de 40.000 km, a cumprir em cerca de 85 dias), sem escalas e sem assistência externa, com passagem pelos três grandes cabos do hemisfério Sul (nas extremidades dos continentes africano, australiano e americano), incluindo o Horn, e circundando a Antárctida por estibordo. A regata tem € 600.000,00 de prize-money, valor a distribuir pelos 10 primeiros da classificação, dos quais € 160.000,00 estão destinados ao triunfador final.

O «AKENA Vérandas» é o novo nome (desde Junho de 2009) de um veleiro construído em 1998 que sob a denominação do muito competitivo «PRB» participou na última Vendée Globe 2008/2009, então com o patrão Vincent Riou ao leme, sendo agora Arnaud Boissières considerado um dos mais sérios “outsiders” para a grande regata do próximo ano.

«AKENA Vérandas» é uma embarcação “irmã” do famosíssimo «Foncia», do navegador Michel Desjoyeaux e já participou em outras duas Vandée Globes, nomeadamente em 2004/2005, sob a denominação de «VMI», com Sébastien Josse ao leme (5.º no final) e em 2000/2001, registada como «Sodebo», tendo por skipper Thomas Coville (que se posicionou em 6.º na classificação final).

O velejador Arnaud Boissières, que se encontra estes dias na Marina da Horta, foi vencedor da Route do Equador em 2005 – fazendo na altura parte da tripulação de um veleiro de 50 pés – ficou em 2.º na SNSM Record 2010 (Saint Nazaire / Saint Malo / Saint Nazaire), classificou-se em 7.º lugar na Rota do Rum de 2010 e também em 7.º na Transat Jacques Vabre de 2009 (prova em que já havia participado, igualmente, em 2007), tendo antes disso tomado parte na época desportiva da Classe Figaro nos anos de 2002, 2003 e 2004. Do seu palmarés constam, ainda, três Mini-Transats, em 1999, 2000 e 2001 (ficando em terceiro lugar no último daqueles anos).

O iate «AKENA Vérandas» é um veleiro com 8.070 kg, transporta um mastro de 27 metros, tem 271 m2 de área vélica e 617 m2 de área do balão/spinnaker e consegue atingir velocidades na ordem das 400 a 500 milhas por dia.

Refira-se que as 1.270 milhas náuticas que separam a Horta (nos Açores) de Les Sables d’Olonne foram percorridas em 2010 em somente 5 dias, 13 horas, 27 minutos e 18 segundos por Bertrand Delesne, solitário, com o veleiro protótipo da Classe Mini (6,5 metros) «Prati’Buches», no âmbito da segunda etapa da terceira edição da regata Les Sables / Les Açores / Les Sables. Esta marca suplanta em cerca de uma hora e dezanove minutos o melhor registo efectuado em igual percurso pelos iates da Classe de 40 pés (12,19 metros de comprimento) que já disputaram a Les Sables / Horta / Les Sables em 2009 e 2011 – a marca mais destacada, aqui, está na posse da dupla Jean-Edouard Criquioche e Jacques Fournier, do veleiro «Groupe Picoty», com 5 dias, 14 horas, 46 minutos e 26 segundos, registo fixado na chegada, a 19 de Julho passado, da competição deste ano a França.