Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

PORTOS DE SETÚBAL E SESIMBRA

APSS com ganhos de 2,4 milhões de euros no 1º semestre

A APSS - Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA obteve um resultado líquido de 2,4 milhões de euros no 1º semestre de 2011, o que representa um crescimento de 71,6%, em relação a igual período de 2010 (19,5% acima do valor em orçamento) e com os resultados operacionais de 3,2 milhões de euros a corresponderem a um aumento de 66%.

Em consequência das medidas de contenção financeira implementadas na APSS, verifica-se uma redução dos custos em 9,4%, em relação ao 1º semestre de 2010, dos quais se destacam menos 14,8% e 14,5% em gastos com pessoal e em fornecimento de serviços externos, respectivamente. Registou-se ainda, o desenvolvimento positivo do programa “Pagar a Tempo e Horas”, com um prazo de 38 dias.

O resultado obtido assenta no vigoroso movimento portuário na generalidade dos terminais do Porto de Setúbal, com 3,5 milhões de toneladas no semestre, um crescimento de 3,7% em relação ao ano recorde de 2010, e confirma os bons resultados que vêm sendo obtidos a nível económico-financeiro, fruto da exigente e sustentada gestão que tem vindo a ser adoptada pela APSS.