Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Nadadores salvadores podem ficar isentos de propinas

Os estudantes universitários que queiram ser nadadores salvadores podem ter acesso a propinas reduzidas ou até ficar isentos, de acordo com as recomendações do grupo de trabalho criado para delinear uma estratégia integrada de prevenção e segurança balnear.

Segundo o relatório final deste grupo de trabalho, a que a Lusa teve acesso, para cativar os jovens para a atividade de nadador salvador é igualmente recomendada a criação de uma época especial de avaliação para estes estudantes.

O grupo de trabalho criado para analisar o modelo de segurança balnear propôs ainda a criação de um Observatório próprio para esta área e um mecanismo de financiamento do setor através de verbas do turismo.

Segundo a Lusa, o Observatório seria uma entidade sem fins lucrativos, mas com fins públicos, que se ocuparia da análise e reflexão dos assuntos referentes à prevenção e segurança das atividades realizadas nas praias, piscinas e recintos de diversão aquática.

O grupo de trabalho incluiu elementos da Presidência do Conselho de Ministros e de diversos ministérios, desde o Ambiente e Ordenamento do Território à Saúde, passando pela Administração Interna e pela Defesa, que coordenou o estudo.

FONTE: BOAS NOTÍCIAS

 







Artigos relacionados:

  • Instituto Português do Sangue vai à praia atrás do «dador-salvador»
  • Praias prontas para receber banhistas em segurança
  • Férias Divertidas Verão 2011
  • Marinha alerta para o cumprimento das regras nas praias antes da época balnear
  • 3.º Campeonato Nacional de Salvamento Aquático