Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

BRANDÃO PIRES DESTACA ACTUAÇÃO PROACTIVA DO IPTM

Tráfego anual no Porto de Faro vai quadruplicar

Uma atitude proactiva e muitos milhares de toneladas de cimento vão permitir ao Porto Comercial de Faro quadruplicar o tráfego de cargueiros pelo menos nos próximos três anos. O primeiro carregamento de cimento para Cabo Verde já partiu e seguir-se-ão outros, à razão de um por semana, ao abrigo de um contrato assinado entre o Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM) e a empresa Cimpor.

Esta nova realidade, que vem dar um novo fôlego a uma infra-estrutura portuária cuja actividade, nos últimos anos, era muito baixa, insere-se numa estratégia mais alargada que o IPTM adoptou, segundo Brandão Pires, delegado regional desta entidade, em que procurou ser «mais proactivo na procura de oportunidades de negócio».

«Sairá um barco por semana, com 2,5 a 4 mil toneladas de cimento da Cimpor para Cabo Verde, durante três anos. Para dar uma ideia, no ano passado, em 2009 e até em 2008, a média de navios por ano era de 12 a 14. Agora juntam-se a estes barcos os 52 deste contrato», resumiu Brandão Pires (na foto).

Para o responsável pela delegação do Sul do IPTM, este contrato «é extremamente importante e já permite perspetivar o Porto de Faro com outro tipo de actividade». «A procura arrasta procura e é provável que haja aqui um incremento ainda maior na atividade portuária», referiu Brandão Pires.

CONTINUE A LER ESTA NOTÍCIA AQUI







Artigos relacionados:

  • A viabilidade dos portos comerciais no Algarve
  • Porto de pesca vai ser corrigido
  • Lota de Albufeira abre ainda este mês