Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.

Notícias

ATÉ 5 DE JUNHO

DouroAzul celebra Dia Mundial da Criança

A companhia de cruzeiros do Douro assinala o Dia Mundial da Criança com uma campanha nos cruzeiros de um dia, incluindo o Porto Património Mundial. A campanha decorre até 5 de Junho - "as crianças até aos 11 anos, acompanhadas de um adulto, fazerem os cruzeiros gratuitamente (válido na compra de um cruzeiro de adulto/uma criança e nas reservas efectuadas ao abrigo desta campanha)”.

A DouroAzul indica ainda que, este ano, se associou ao Zoo de Vila Nova de Gaia, Quinta de Stº Inácio, “que oferece para as 50 primeiras reservas de cruzeiros desta campanha, entradas gratuitas naquele Zoo (na compra igualmente de um bilhete de adulto no Zoo)”.

“Paralelamente, a DouroAzul vai lançar um passatempo nas redes sociais para escolher os melhores desenhos feitos por crianças até aos 11 anos, tendo como tema "navios". Para os três vencedores, a DouroAzul oferece, respectivamente, um cruzeiro para dois adultos e uma criança, no programa Porto-Régua-Porto (descida) e dois cruzeiros no Porto Património Mundial (nas mesma condições)”.

 

FONTE: PUBLITURIS