Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

DÉCADA DE 20 DO SÉCULO PASSADO

«Buckau», antecessor do E-Ship 1

O E-Ship 1 não foi o primeiro navio a utilizar o Efeito Magnus para propulsão. Na década de 1920, o engenheiro alemão Anton Flettner concebeu um navio com duas grandes torres cilíndricas para ser movido por esse método. O “Buckau”, assim se chamava, terá sido o primeiro navio de rotor e, daí também, a designação de navio de Flettner agora atribuída ao E-Ship 1.

Após a conclusão dos seus estudos, o Buckau partiu para a primeira viagem em Fevereiro de 1925, a partir de Danzig na Escócia, através do Mar do Norte. Os rotores não deram o menor motivo para preocupação, mesmo em clima tempestuoso, e o navio podia navegar contra o vento a 20-30 graus, enquanto um navio com o seu equipamento de vela original não poderia navegar a mais do que 45 graus em direcção contrária ao vento. Em 31 de Março de 1926, o Buckau, já denominado Baden-Baden navegou para Nova Iorque, via América do Sul, chegando a esta cidade em 9 de Maio.

No entanto, verificou-se que o sistema de rotor foi menos eficiente que os motores convencionais. Flettner, voltou sua atenção para outros projectos e os rotores foram desmantelados. O Baden-Baden foi destruído por uma tempestade no Caribe em 1931.
 

FONTE: BLOG " MEIO SÉCULO DE APRENDIZAGENS "

 







Artigos relacionados:

  • Dia Mundial da Energia
  • O conceito de «navio verde» da SIEMENS
  • E-Ship 1 permite economia de combustível entre 30 a 40%
  • Poupar CO2 equivalente ao que é lançado por 600 mil carros que percorrem a distância de 100 KMS
  • O «Bois Rosé»
  • Solidal participa na instalação da primeira torre eólica flutuante no mar
  • Oceana aplaude os avanços que estão a acontecer na energia eólica marinha em Portugal e Espanha
  • Portugal terá 1.ª torre eólica flutuante no Verão
  • REVOLUCIONÁRIO NAVIO AMIGO DO AMBIENTE: «E-Ship1» pela terceira vez no Porto de Leixões