Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

COMEÇA HOJE E VAI ATÉ 22 DE OUTUBRO

«O Mar - patrimónios, usos e representações», na Faculdade de Letras da Universidade do Porto

O CITCEM - Centro de Investigação Transdisciplinar «Cultura, Espaço e Memória» (FLUP/UM), organiza um encontro pluridisciplinar intitulado «O Mar - patrimónios, usos e representações» que decorrerá nos dias 20, 21 e 22 de Outubro de 2011 na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

MAIS INFORMAÇÕES AQUI

e-mail: citcem@letras.up.pt

O Mar desempenhou, desde a Antiguidade, um papel central na história e na economia da Europa e do mundo, afirmando-se como a via por excelência de articulação intercontinental e revelando-se essencial na construção de um mundo global.

Hoje, o Mar assume-se como um recurso estratégico e um factor-chave em dinâmicas de desenvolvimento. A sua exploração e os seus usos envolvem áreas como a geopolítica, a diplomacia, a economia, a ecologia e a gestão de recursos.

Exploração de recursos marinhos, comércio, transportes e comunicações são sectores que mantêm o Mar no epicentro das atenções. Ordenamento das linhas de costa e de frentes marítimas, gestão ambiental, turismo e lazer são sectores que de igual modo elegem o Mar como centro das atenções e promovem os seus usos numa activa relação de cidadania.

Gestão ambiental, biodiversidade, biotecnologia azul, gestão de recursos marinhos mobilizam, em paralelo, uma investigação dinâmica, centrada no mar e nos sus recursos, no âmbito da economia, da gestão e das ciências da natureza.

A valorização do mar como fonte de riqueza e de conhecimento e a tentativa de conciliar sectores e actividades económicas tradicionais com outros de forte componente inovadora, fomentando o acesso a serviços tecnológicos e ao empreendedorismo, conduzem à constituição de clusters do mar, que se revelam particularmente activos no espaço atlântico. Neste contexto, multiplicam-se iniciativas e realizações internacionais em torno dos usos do Mar, de que o Relatório dos Oceanos, de 2004, o Relatório da Comissão Estratégica dos Oceanos ou o Livro Verde sobre a política marítima Europeia dão prova.

Os Oceanos, património comum da humanidade, têm sido objecto de multiplicados estudos académicos e de negociações intergovernamentais, numa perspectiva de desenvolvimento sustentável (veja-se o Relatório da Comissão Mundial Independente para os Oceanos, «O Oceano - Nosso Futuro», 1998).

Património marítimo, património ambiental, populações e sociedades marítimas, crenças, memórias e identidades, mobilizam de igual modo estudos multidisciplinares, no âmbito das ciências sociais e humanas.
O Mar tem-se revelado, em paralelo, fonte inesgotável de representações – literárias, iconográficas, cinematográficas, e as populações marítimas têm sido alvo de estudos multiplicados da Sociologia, da Antropologia, da História da Cultura e das Religiões.

Num enfoque que procura articular o passado e o presente, e numa perspectiva cronologicamente transversal e geograficamente global, o II Encontro do CITCEM convoca a comunidade científica para um debate interdisciplinar, historicamente orientado, sobre O Mar, os seus patrimónios, usos e representações.