Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Tráfego de contentores sobe 17% em Leixões

Depois de um primeiro trimestre recorde, o TCL registou em Abril um crescimento homólogo de 17% no movimento de contentores, anunciou a empresa concessionária de Leixões.

Em Abril, o TCL movimentou 43 304 TEU, correspondentes a 27 183 contentores, resultado que supera largamente o realizado nos meses homólogos dos anos anteriores, mesmo antes da crise que assolou a actividade.

Com mais este resultado mensal, a concessionária do terminal de contentores de Leixões já soma 167 008 TEU movimentados desde o início do ano, o que supera em 10% o conseguido nos primeiros quatro meses do exercício transacto. Considerando o número de contentores (105 855), o crescimento homólogo chega aos 11%.

O primeiro trimestre deste ano foi o melhor da concessão do terminal de contentores de Leixões, tendo sido batido por duas vezes (em Janeiro e em Março) o recorde mensal de movimentação de contentores. Abril é historicamente um mês mais fraco mas o resultado agora alcançado fica ao nível dos melhores registos antes destes recentes recordes.

Para este ano o TCL tem como objectivo conservador superar a fasquia dos 500 mil TEU, o que será um novo máximo. Para já está no bom caminho, com a realidade a superar os receios sobre a evolução da actividade marítimo-portuária.

FONTE: TRANSPORTES & NEGÓCIOS