Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.

Notícias

Fragata portuguesa a caminho da Somália para liderar combate à pirataria

Zarpou esta terça-feira, dia 29, da base do Alfeite, a fragata Vasco da Gama, que vai comandar a força naval de combate à pirataria ao largo da Somália, no âmbito da operação europeia “Atalanta”. A embarcação portuguesa vai coordenar nove navios, quatro aviões e 2.000 militares. Objectivo passa também pela protecção dos navios da World Food Programme.

No momento da partida, o sargento Paulo Borlinhas explicou à Renascença que a missão não incidirá apenas “no combate à pirataria, mas também na protecção dos navios da World Food Programme, que entregam comida na Somália, um dos países mais pobres do mundo”.

A embarcação portuguesa vai coordenar nove navios, quatro aviões e 2.000 militares. O comandante da Força Naval, Comodoro Silvestre Correia, reconhece que a operação não vai ser “nada fácil”, porque “trata-se de uma área de operações enormíssima, maior que a área da Europa e, portanto, é praticamente impossível garantir uma presença que assegure que os navios não vão ser pirateados”.

Apesar do crime de pirataria não estar previsto na legislação portuguesa, a verdade é que podem ser efectuadas detenções de piratas que, posteriormente, são transferidos para locais onde possam ser julgados. Até agora foram transferidos para posterior acção penal 92 piratas, dos quais 43 foram condenados.

A operação “Atalanta” faz parte de uma missão humanitária organizada pela União Europeia, que visa pacificar toda a zona do Corno de África.

FONTE: RÁDIO RENASCENÇA

Leia também a notícia do diário "i"