Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

TCL vai instalar mais um pórtico de cais e outro de parque

O Terminal de Contentores de Leixões (TCL) acaba de encomendar mais um pórtico de cais panamax e um pórtico de parque, num investimento global de 8,2 milhões de euros. Ambos os equipamentos serão instalados no Terminal de Contentores Sul, que assim passará a dispor de quatro pórticos de cais, três dos quais panamax.

O pórtico de parque deverá estar operacional já em Janeiro do próximo ano, ao passo que o pórtico de cais começará a operar previsivelmente em Maio de 2012. Com o terceiro pórtico panamax, a produtividade instalada na linha de cais aumentará mais de 20%, o que obrigará à reformulação do terminal para evitar estrangulamentos no fluxo de contentores.

Com mais este investimento, a TCL aproxima-se dos 50 milhões de euros aplicados no terminal desde o início da concessão, em 2000. O modelo financeiro da concessão aponta para um investimento de 43 a 44 milhões de euros ao longo de 25 anos.

FONTE: CARGO