Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

HOJE, EM CIUDAD RODRIGO, COM A PRESENÇA DOS PORTOS DE AVEIRO E DA FIGUEIRA DA FOZ

V Plenário da Comunidade de Trabalho Centro de Portugal-Castilla y León

Realiza-se hoje, terça-feira, 15 de Janeiro, no Palacio de Montarco, em Ciudad Rodrigo (Espanha), o V Plenário da Comunidade de Trabalho Centro de Portugal-Castilla y León.

Esta Comunidade é dinamizada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDR-C) e pela Junta de Castilla y León (JCYL).

CONSULTE A AGENDA DOS TRABALHOS

Com início previsto para as 09:30, a reunião tem como principal objectivo efectuar um balanço das principais iniciativas de cooperação levadas a cabo nos últimos dois anos, com posterior detalhe das perspectivas futuras tendentes à concretização de novos projectos.

Do grupo de trabalho fazem parte um conjunto muito diversificado de entidades, face às areas de actividades abrangidas pelo programa de cooperação promovido pelas duas regiões (Transportes e Logística, Turismo e Património, Inovação e Economia, Promoção e Desenvolvimento Social). Da região Centro, no âmbito do sector dos transportes, estarão presentes representantes do Porto de Aveiro (APA), do Porto da Figueira da Foz (APFF) e da REFER.

Sobre a Comunidade de Trabalho Região Centro – Castilla y León

No sequência de contactos que se foram estabelecendo de forma regular entre a Comissão de Coordenação da Região Centro e a Junta de Castilla y León, foi assinada, em Coimbra, no dia 29 de Maio de 1990, uma Declaração Conjunta através da qual se formalizou o início das relações institucionais entre as duas regiões.
Em 3 de Março de 1995, em Valladolid, foi assinado entre a Junta de Castilla y León e a Comissão de Coordenação da Região Centro o Protocolo Constitutivo da Comunidade de Trabalho Castilla y León – Região Centro de Portugal.

No dia 18 de Novembro de 2008, em Viseu, no âmbito do IIIº Plenário da Comunidade de Trabalho, foi assinado novo Protocolo, com o objectivo de adequar a Comunidade de Trabalho à Convenção de Valência e à nova realidade das duas regiões, da Europa e do mundo. Além do balanço dos projectos de cooperação realizados entre 2006 e 2008 e das perspectivas de cooperação para 2009-2010, o evento serviu também para fazer a apresentação das principais propostas de trabalho para o Projecto MIT- Mobilidade, Inovação e Território.

Mobilidade, Inovação e Território

O Projecto MIT, enquadrado na nova dinâmica de cooperação transfronteiriça entre as duas regiões, assenta na valorização das redes de transporte portuárias, ferroviárias e rodoviárias que atravessam as duas regiões (Portos de Aveiro e Figueira da Foz, A25, IP3 e Linha da Beira Alta, com as respectivas ligações em Espanha/Castilla y León), fazendo a ligação entre Portugal e a Europa.

O principal objectivo do Projecto é aproveitar estes recursos para atrair novas actividades económicas (novos pólos industriais), fortalecer as cidades e os serviços nelas prestados (desde logo Aveiro, Viseu, Figueira da Foz, Coimbra, Guarda, Salamanca, Valladolid e Burgos), promover o turismo (da natureza, cultural, gastronómico) e criar redes de instituições em diferentes sectores que nas duas regiões partilham os mesmos interesses e objectivos (por exemplo, na área da inovação e desenvolvimento tecnológico - as universidades e os institutos politécnicos - ou no ambiente e do desenvolvimento sustentável).

Nova dinâmica entre as duas regiões

O objectivo estratégico da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro e da Junta de Castilla y León passa por “introduzir uma nova dinâmica de cooperação transfronteiriça” entre as duas regiões que representam, tendo em conta a programação 2007-2013, através de uma acção que assente num “projecto âncora” que polarize o processo de cooperação bilateral.

PARA SABER MAIS

COM: NOVA GUARDA