Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

REEDIÇÃO APRESENTADA ESTE SÁBADO, 19 DE FEVEREIRO, NO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

«Faina Maior – A Pesca do Bacalhau nos Mares da Terra Nova»

15 anos após a primeira edição, a Associação dos Amigos do Museu de Ílhavo concretizou a reedição do livro "Faina Maior – A Pesca do Bacalhau nos Mares da Terra Nova", de Francisco Marques e Ana Maria Lopes (1996).

O livro faz “a reportagem ou o relato – de uma campanha de barra a barra (neste caso, da de Aveiro), de um lugre da pesca do bacalhau à linha, dos anos 30, com toda a azáfama, dureza, angústia, saudade, sacrifício e empenho, nos gelos perpétuos.”

O livro será apresentado este sábado, 19 de Fevereiro, pelas 16 horas, no Auditório do Museu Marítimo de Ílhavo.

Viajemos no tempo, percorramos o cais dos bacalhoeiros, entremos a bordo de um desses lugres…Faça-o connosco:
"Na Gafanha da Nazaré, frente às ‘secas’ de bacalhau que ao correr da ria se estendem de Norte a Sul, estão amarrados, de proa e de popa, cerca de duas dezenas de lugres de três mastros, construções de madeira, cascos de diferentes cores, cada um com a preferida pela sua Empresa e que, ao longe, o identifica.
Airosos, cascos finos e elegantes, muitos deles, mastros bem guindados, graciosos paus de bujarrona. Entremos num destes veleiros, já em ablativos de partida.
Foi com muita ansiedade e satisfação que, hoje, recebemos da gráfica, a edição pronta, nas suas 112 páginas e 142 fotografias de época, consagradas, a preto e branco
".

MAIS DETALHES AQUI (BLOG MARINTIMIDADES)

 

 







Artigos relacionados:

  • 1.º Concurso de Modelismo Náutico
  • Tudo num barco