Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

AVEIRO

Golfinho andou a passear em águas interiores da Ria

A tripulação do salva-vidas da Marinha em Aveiro observou terça-feira de manhã, a presença, inédita, de um roaz (golfinho comum) a navegar num canal interior da Ria, próximo da lota velha. O exemplar, com cerca de dois metros, acompanhou a embarcação da Polícia Marítima, que estava em exercício, durante hora e meia, deixando de se avistar junto da zona conhecida como ´Cale de Bulhões´.

Segundo o comandante da Capitania do Porto de Aveiro, não havia qualquer registo anterior de golfinhos naquelas águas “já interiores da laguna, o que causou surpresa”.

Coelho Gil considerou que este caso ou outro do género “não comporta risco” para a intensa actividade náutica ou de pesca que é característica nos canais da Ria de Aveiro.

A 27 de Janeiro último, o Destacamento de Controlo Costeiro da GNR detectou nas margens da Ria, junto à povoação de São Jacinto, um golfinho comum, juvenil, morto e já com sinais de decomposição.
A necrópsia do exemplar feita no Centro de Recuperação de Animais Marinhos de Quiaios, Figueira da Foz, foi inconclusiva quanto à causa da morte, admitindo-se que tenha sido arrastado já sem vida pelas correntes para o interior da barra do Porto de Aveiro.

Nos últimos anos, por várias vezes, registaram-se avistamentos esporádicos de golfinhos na Ria de Aveiro, eventualmente ao sabor das marés ou na procura de alimentação.
O caso mais conhecido ocorreu em 2009 quando um golfinho solitário esteve durante cerca de uma semana a circular na Ria de Aveiro.

Em 2010, foram recolhidos 13 cetáceos mortos (com predomínio de golfinhos) na área da capitania do Porto de Aveiro (Mira-Ovar). Número que está dentro dos parâmetros normais, referiu fonte do Centro de Recuperação de Animais Marinhos, em Quiaios, Figueira da Foz.

FONTE: NOTÍCIAS DE AVEIRO