Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Santana Lopes com «muitas esperanças» na nova administração do Porto da Figueira da Foz

O Presidente da Câmara da Figueira da Foz, Pedro Santana Lopes, depositou esta quarta-feira "muitas esperanças" na nova administração do porto marítimo, que tomou posse na terça-feira, para resolver os vários problemas pendentes.

A nova administração integra o ex-presidente da autarquia, Carlos Monteiro, que suspendeu o mandato de vereador pelo período de um ano e recebeu um voto de congratulações, proposto por Santana Lopes, que lhe sucedeu nas eleições autárquicas de 2021.

"Considero da maior importância ter na administração do porto uma pessoa nascida e criada na Figueira da Foz, que conhece bem os seus problemas e desafios", sublinhou o presidente da Câmara, na sessão autárquica.

Salientando que Carlos Monteiro "não vai fazer milagres", Santana Lopes mostrou-se esperançado num novo ciclo de relacionamento entre as duas entidades.

"Espero diálogo e cooperação com a Câmara", sublinhou o autarca, frisando que está, "muito sinceramente, esperançado em que vários projetos possam agora andar para a frente".

Entre os projetos mais prementes, o presidente do município da Figueira elencou questões de jurisdição "próxima ou dupla" do porto ligado à área do surf, à ilha da Morraceira e à ampliação da marina, que está em território de jurisdição do porto, "e que gostava muito de ver andar por diante".

"Vivendo nós num período de recursos limitados, há muitas matérias que, se houver cooperação, podem ser resolvidas", disse Santana Lopes, referindo que a administração tem agora um elemento com "a responsabilidade e o dever de estar permanentemente em cima e de conhecer os assuntos que a Figueira precisa que sejam resolvidos".

A nova administração dos portos da Figueira da Foz e de Aveiro é liderada por Eduardo Feio, ex-presidente do Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) e antigo vereador da Câmara de Aveiro.

Além de Carlos Monteiro, integra ainda aquele órgão, como administradora, Andreia Queirós, que era, desde 2014, diretora financeira e de desenvolvimento organizacional na administração do Porto de Aveiro.

Fonte: Lusa