Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Garland Shipping responsável pelo agenciamento de navio com quatro novas gruas para Alcântara

A Garland Shipping – agência de navegação do Grupo Garland, um dos líderes nacionais no setor de logística, transportes e navegação –, em colaboração com a Sealine, foi a responsável pelo atendimento ao navio Biglift Barentsz, que transportou as quatro novas gruas de cais (Ship-to-Shore Cranes) que passam a estar ao serviço do terminal de contentores de Alcântara, em Lisboa, concessionado à YILPORT Liscont.

Fabricadas pela empresa Mitsui e carregadas no porto de Oita, no Japão, no dia 3 de novembro de 2021, as quatro novas gruas, que chegaram ao porto de Lisboa no dia 31 de dezembro, vêm executar parte do investimento de cerca de 120 milhões de euros, previsto no aditamento ao contrato de concessão do Terminal de Contentores de Alcântara.

A operação, contou com cerca 10 dias de trabalho com vista à descarga, enfrentou alguns desafios, como passar sob a Ponte 25 de Abril com a maré baixa, sendo que o navio “afunda” cerca de 10 metros na água, dada a altura das gruas e com vista a aumentar a distância de segurança livre relativamente ao tabuleiro da ponte.